Momento +

Segunda edição do “Mulheres em Ação” realiza mais de 2,5 mil atendimentos no Cinturão Verde

Publicados

em

A segunda edição do programa “Mulheres em Ação” realizou mais de 2.500 atendimentos durante a ação realizada no sábado (25). O evento foi idealizado pela primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, e  coordenado pela Secretaria Municipal da Mulher, mas conta a integração da Mobilidade Urbana, Assistência Social, Direitos |Humanos e da Pessoa com Deficiência, Meio Ambiente, Agricultura, Planejamento, Saúde, Educação, Procuradoria, Procon municipal, Secretaria Municipal de Agricultura, trabalho e Desenvolvimento Econômico, Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos e Fazenda.

Durante a ação, realizada na Escola Municipal de Ensino Básico Hebert de Souza, os moradores puderam iniciar o protocolo e  atualização do CadÚnico, ainda receberam orientações sobre benefícios sociais, contaram com um amplo espaço de recreação para as crianças, além da entrega de cobertores. Também foram ofertados serviços de atendimento médicos em diversas especialidades (oftalmologia, ortopedia, mastologia, otorrinolaringologia, gastrenterologia, ginecologia, cirurgia plástica, entre outras). 

O público pode contar ainda com serviços de massagem, vacinação de animais, entrega de mudas de espécie nativas, dentre outros. No total, foram disponibilizados mais de 50 serviços. O potencial econômico também é potencializado mediante a oferta de uma feira gastronômica.

Leia Também:  Prefeitura e Crea realizam 'pente fino' em obras de Rondonópolis

De acordo com a secretária da pasta da Mulher, Cely Almeida, o principal objetivo  é levar aos moradores da região os serviços oferecidos pela Prefeitura de Cuiabá e instituições parceiras. Facilitar o acesso, cumprindo a missão da gestão Emanuel Pinheiro que é a de levar os serviços aos bairros mais distantes, a humanização.

“Constatamos que os moradores de regiões mais distantes da região central da cidade carecem de inúmeros serviços.

E este projeto é a garantia de maior conforto e foi desenvolvido a sensibilidade da nossa primeira-dama, que nos pediu,  como prioridade,  valorizar essas famílias”, explica.

Para a primeira-dama, Márcia Pinheiro, o desenvolvimento do programa “Mulheres em Ação”, representa aproximar toda a comunidade dos equipamentos e serviços disponibilizados pelo Executivo.

“Estamos com este projeto inédito,  em que levamos para essas famílias mais de 20 profissionais da área médica, são distintas especialidades. Vamos continuar expandido os serviços porque sabemos a importância dessa relação com todos principalmente com nossas mulheres”, elencou Márcia.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Momento +

Fogo consome depósito de algodão no setor industrial de Lucas do Rio Verde

Publicados

em

 

 

Mais um incêndio  atingiu um depósito de algodão no setor industrial de Lucas do Rio Verde, no norte de Mato Grosso, na manhã desta sexta-feira. O incêndio começou em uma algodoeira e se espalhou para o reservatório onde são estocados o algodão colhido da safra deste ano. Pelo menos dois galpões foram atingidos.

De acordo com o corpo de bombeiros 10 caminhões pipa de várias empresas ajudaram a combater o fogo. Segundo o Major Alex do Corpo de bombeiros houve uma soma de esforços para apagar o incêndio,  visto que o local é muito grande e havia diversos focos espalhados, a preocupação foi que o incêndio não se propagasse para outros locais. O Major Alex  explicou que só a perícia pode revelar as causas do incêndio.

“O que sabemos até o momento segundo informações de um funcionário é que o fogo teria iniciado na área do depósito de sementes de algodão, aí ele teria se propagado e alastrado para os rolos que estavam na lateral do depósito”. Destaca o Major.

Leia Também:  Palestras apresentam benefícios do aleitamento materno e cuid...

Ele ainda ressalta que geralmente os incêndios ocorrem por alguma falha mecânica ou elétrica, então é importante fazer uma revisão constante. 

“Os equipamentos, principalmente os que geram energia tem que ser feita a manutenção periódica e correta, além do que, você tem que ter uma equipe preparada para atuar em caso de algum incêndio, uma brigada interna, além dos preventivos que a legislação de segurança cobra”. Afirma Alex.

Cada edificação tem que ter o alvará do corpo de bombeiros que traz a obrigatoriedade dos requisitos mínimos para que caso ocorra um incêndio como esse a gente tenha condições de dar o atendimento correto.

Por Cássia Santos

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI