Momento +

Sema solta mais de 200 tartarugas capturadas ilegalmente no Parque Estadual do Araguaia

Publicados

em

Mais de 200 tartarugas foram soltas durante operação da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) no Parque Estadual do Araguaia, no município de Novo Santo Antônio. A fiscalização aconteceu após a Sema receber denúncia sobre irregularidades no local. 

A ação resultou na apreensão de 250 kg de pirarucu, duas embarcações de alumínio, dois motores rabeta e três tarrafas. As tartarugas libertadas estavam presas dentro de sacos que seriam usados para transportá-las para fora da Unidade de Conservação Integral.

“Nesta época que inicia o período da seca dos rios é que se começa a caça de tartaruga e a pesca de pirarucu. O parque é uma área de 223 mil hectares, o que dificulta o monitoramento intensivo, mas mantemos uma fiscalização de rotina e contamos com o apoio da população para denúncia”, afirma o gerente do Parque Estadual do Araguaia, Davilas Cavalcante.

Os pescados foram doados para o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) de São Felix do Araguaia e Novo Santo Antônio.

A operação foi coordenada pela Gerência do Parque Estadual do Araguaia no município de Novo Santo Antônio, com apoio da Polícia Militar Ambiental e da Coordenadoria de Fiscalização de Fauna da Sema.

Leia Também:  Prefeito destaca o 1º Encontro Estadual de Enfrentamento à Violência Contra Crianças e Adolescentes em Mato Grosso
Fonte: GOV MT

Momento +

Em ação conjunta PRF e PC/MT prendem donos de oficina que adulteravam veículos roubados

Publicados

em

Duas pessoas foram presas em flagrante na região metropolitana de Cuiabá pelos crimes de receptação qualificada e adulteração de sinal identificador de veículo, em ações conjuntas da Polícia Rodoviária Federal e Polícia Civil.

Na última quinta-feira (26), no município de Várzea Grande, a Polícia Rodoviária Federal e a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) localizaram uma oficina de funilaria automotiva utilizada para realizar adulteração de sinais identificadores de veículos pesados (caminhões), produtos de crime.

Ação foi possível após a PRF apreender um caminhão adulterado no município de Barra do Garças. Os policiais apuraram que o veículo era produto de crime e havia sido adulterado nessa oficina.

As equipes policiais se deslocaram ao local e encontraram escondido dentro do galpão da empresa um caminhão que estava com uma placa fria. Feitas as devidas checagens, constatou-se que a numeração de chassi correspondia a outra placa veicular, de um automóvel furtado no dia 18 de maio em Cuiabá. O proprietário do local foi preso em flagrante por receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

Leia Também:  Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Lucas do Rio Verde MT divulga programação para comemorar o Dia do Meio Ambiente

Em outra ação conjunta realizada nessa sexta-feira (27), por equipes da PRF e Derfva, os policiais localizaram um semirreboque que foi roubado no município de Várzea Grande, no início deste mês.

O veículo estava escondido em um estabelecimento comercial de peças usadas, localizado em Cuiabá, na BR-364. O semirreboque estava em processo de adulteração, sendo que as etiquetas oficiais de identificação de numeração do chassi foram removidas e o número de identificação veicular adulterado.

O proprietário do local também foi conduzido para a Derfva e autuado em flagrante pelos crimes de receptação qualificada e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

Do início deste ano até o dia de hoje, somente a Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso já recuperou 188 veículos com registro de roubo/furto nas rodovias e estradas federais do estado. Esse resultado advém de um planejamento realizado com base nas estatísticas das ocorrências, aumento da fiscalização em pontos críticos e atuações integradas com outros órgãos.

Outro fator que contribui com isso é o Sistema Nacional de Alarmes da PRF (SINAL), disponibilizado desde novembro de 2017, serve para registrar roubos e furtos de veículos. O sistema tem por objetivo divulgar, imediatamente após o registro, informações de ocorrências nas últimas 72 horas. A probabilidade de recuperação de um veículo é maior nas primeiras horas após a ocorrência do fato.

Leia Também:  Termina nesta sexta o prazo para pagamento da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio-Enem para quem não obteve isenção

Qualquer pessoa que tenha sofrido roubo ou furto de veículos dentro do Brasil pode efetuar o registro pelo site https://www.gov.br/prf/pt-br/servicos/sinal , como também pode ser feito por meio do número 191, central de emergência da Polícia Rodoviária Federal. Salienta-se a importância de que o registro na PRF não substitui o Boletim de Ocorrência na Polícia Civil.

Fonte: PRF MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA