Momento +

Senador biônico vem confirmando o que disse: “não estou no Senado para fazer graça para o povo” e torra cota parlamentar em época de pandemia

Publicados

em

Senador-tampão, Carlos Fávaro(foto) já desperta a atenção da mídia nacional. Mas, não é pela sua atuação em defesa dos interesses de Mato Grosso, e sim pelos gastos considerados excessivos da cota parlamentar.

Até agora, ele “torrou” R$ 100 mil. Como se sabe, Fávaro ocupa provisoriamente o cargo desde abril, após Selma Arruda (Podemos) ser cassada por Caixa 2 e abuso de poder econômico.

Só com a “divulgação da atividade parlamentar”, o senador gastou R$ 62,5 mil do dinheiro público, como informa o site O Antagonista. Vale registrar que os gastos estão dentro da legalidade, como as notas fiscais publicadas no site do Senado.

O que chama a atenção é que Fávaro está em pré-campanha, na tentativa de se firmar no Senado, na eleição suplementar de 15 de novembro.

No Portal Transparência do Senado, está registrado que Fávaro gastou R$ 62,5 mil em divulgação, de abril a julho.  Só em maio, foram torrados R$ 26 mil. Os maiores gastos são com o Facebook (R$ 23 mil). O restante, com assessorias de imprensa em Cuiabá.

Leia Também:  Municipio pobre de MT com 2.900 habitantes gasta 835 mil reais em festa com autorização da Justiça

 

Otavio Ventureli(com diariodecuiaba.)

Momento +

Assaltante que levou malotes de dinheiro da Caixa do Boa Esperança em Cuiabá é morto a tiros na Bolívia

Publicados

em

A Polícia da cidade de San Matías, na Bolívia, investiga e tenta localizar criminosos que mataram  o  cuiabano Vinicius Bernardinelli Dacache, de 36 anos, assassinado com 11 tiros  na última quarta-feira (12).

Em 2006, ele foi condenado a 16 anos e oito meses de prisão por envolvimento em um roubo na agência da Caixa Econômica Federal ocorrido no dia 4 de junho do ano anterior.

Na ocasião, foram roubados R$ 195 mil de malotes que chegavam à agência, localizada no bairro Boa Esperança.

Vinicius também já havia sido preso por roubo em Tangará da Serra MT.

De acordo com informações de sites locais da Bolívia, Vinicius atuava no ramo de tratores e máquinas e três dos tiros foram na cabeça dele.

Consta ainda que ele não estava com o celular ou as chaves de um carro que estava próximo ao corpo dele.

Os familiares do foragido da Justiça foram até San Matias e realizaram o translado do corpo dele para Cuiabá.

Leia Também:  Painel da Secretaria de Saúde de MT indica uma morte causada pela Covid 19 no Estado nas últimas 24 horas

O sepultamento dele aconteceu na manhã desta sexta-feira (12). Ainda conforme informações locais, não foram identificados os responsáveis pela morte de Vinicius.

 

Otavio Ventureli(da redação com hiper)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI