Momento +

Subiu o tom: Padre critica relações homoafetivas enquanto celebrava missa em Mato Grosso e chama repórter da Globo de “viadinho”

Publicados

em

O padre Paulo Antônio Müller está sendo acusado de homofóbico após criticar relações homoafetivas e chamar o repórter Erick Rianelli (TV Globo) de ‘viadinho’, enquanto celebrava a missa em uma igreja no município de Tapurah, em Mato Grosso.

O comentário ocorreu quando o líder religioso se preparava para orar pelas uniões de namorados e casais, exclusivivamente aos heterossexuais. Nesse momento, Müller afirmou que casamento de verdade só existe entre homem e mulher.

“Que essa não seja sua cabecinha, nem do seu filho, nem da sua filha. Pegue a bíblia e olhe o livro do Gênesis. Deus criou o homem e a mulher, concebeu a família para os dois se unirem. Esse é o casamento. Não chamem as relações dos viados, das lésbica de casamento por favor. Isso é uma falta de respeito para com Deus, isso é sacrilégio é blasfêmia”, disparou.

O padre também ofendeu o jornalista Erick Rianelli, o qual ele classificou como ‘viadinho’. No último sábado (12), o comunicador se declarou ao namorado, o também repórter Pedro Figueiredo, durante um link ao vivo do telejornal Bom Dia RJ.

Leia Também:  Polícia Civil intercepta veículo com homens que planejavam cometer um roubo em Várzea Grande

“Queremos orar para você que é casado na igreja, é noivo, namorado. Vamos pedir a Deus que possamos viver bem esse tempo. A gente faz o namoro e não como a Globo mostrou durante essa semana com dois viado. Um repórter com um viadinho chamado Pedrinho, ridículo”, continuou.

A celebração foi transmitida ao vivo por meio do Facebook da igreja e já viralizou em várias páginas nas redes sociais. Vários internautas comentaram com indignação, principalmente pelas falas ocorrerem no mês em que se celebra o orgulho LGBTQI+.

“Espero que seja processado e pague por isso! Preconceito não é Opinião e uma pessoa desse tipo não deve estar à frente de nada, muito menos falando em nome de Deus, espalhando o ódio e a desinformação de forma arcaica e cega”, escreveu um seguidor.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria e GD)

Momento +

Dória ressalta ações ambientais e de infraestrutura do Governo de MT: “Muito impressionado”

Publicados

em

 

O governador de São Paulo, João Dória, afirmou ter ficado “muito impressionado” com as ações do Governo de Mato Grosso em prol da infraestrutura e do meio ambiente, e também com a capacidade de produção do Estado.

Dória foi recebido pelo governador Mauro Mendes, no Palácio Paiaguás, para uma reunião institucional, na noite desta sexta-feira (24.09).

“Tive uma excelente impressão do Estado de Mato Grosso. Da boa gestão que está sendo feita aqui, da proteção ambiental, onde há um esforço para a recuperação de matas ciliares, de evitar o desmatamento e de harmonizar o entendimento entre o agro e o meio ambiente. A capacidade de expansão na produção agrícola aqui é impressionante”, afirmou.

Doria destacou as ações da gestão para melhorar a infraestrutura, a exemplo dos 2500 km de asfalto que serão entregues até 2022 e a autorização para a 1ª Ferrovia Estadual de Mato Grosso, lançada nesta semana.

O gestor lembrou que Mauro Mendes também atuou para obter a concessão antecipada da Malha Paulista, corredor logístico de grande importância para ambos os estados.

Leia Também:  Estado deve custear tratamento particular para pacientes infectados pela Covid-19

“Saio muito bem impressionado. A cooperação para o ramal Paulista, onde os trilhos que cruzam São Paulo e vem até o Estado de Mato Grosso ajudam a escoar a produção, foi uma ação conjunta do governador Mauro Mendes conosco, junto ao TCU, STF e Ministério da Infraestrutura para que essa linha pudesse ser reativada e modernizada com investimento privado, principalmente, e hoje ela está funcionando e ajudando a escoar essa maravilhosa produção agrícola de Mato Grosso até o Porto de Santos”, citou.

Para Dória, a iniciativa pioneira da ferrovia estadual é outro acerto da gestão.

“A ferrovia estadual é uma boa iniciativa. Tudo aquilo que contribui para o escoamento da produção melhora a velocidade para que isso chegue aos entrepostos, reduz o custo-brasil e torna mais competitiva a produção. Uma iniciativa positiva é que merece ser aplaudida”, pontuou.

Mauro Mendes também reforçou que essa parceria em prol da Malha Paulista no ano passado que também contou com a ajuda da bancada federal de Mato Grosso, ajudou a possibilitar o lançamento da ferrovia estadual que se conecta com a malha ferroviária nacional.

Leia Também:  "Pedimos um Governo do Estado próximo da população e estamos sendo atendidos nas principais demandas", afirma líder comunitária

“Tivemos sinergia para resolver a questão da Malha Paulista e essa solução viabilizou trazer a ferrovia estadual. A ferrovia tem grande capacidade de capturar carga e Mato Grosso é o maior produtor brasileiro do agronegócio”.

“Vamos chegar, nos próximos anos, a 130 milhões de toneladas e isso tem que ser escoado. Teremos que mandar para o Brasil, e São Paulo é um grande estado consumidor, tem uma indústria desenvolvida com a qual poderemos desenvolver relações e trazer produtos, insumos e matéria prima, e devolver produtos manufaturados ao principal polo de consumo que é a região sudeste”, completou.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA