Momento +

Bafão: Subtenente da PM de Mato Grosso registra BO acusando uma Sargento suposta vítima de estupro de calúnia e difamação

Publicados

em

O subtenente da Polícia Militar de Mato Grosso, acusado de estupro por uma colega da corporação, registrou um boletim de ocorrência acusando a suposta vítima por crime de calúnia e difamação.

Na denúncia, ele alega que a suposta vítima tem feito postagens em sua conta no Facebook o acusando de violência sexual.

O boletim de ocorrência foi registrado no sábado (21). O subtenente alegou que recebeu diversas mensagens de amigos informando sobre os posts.

De acordo com a denúncia, o perfil que está difamando o militar está no nome de um homem, mas na conta há uma foto da sargento que o acusa.

Além disso, ele disse também que a mulher utilizou a sua página para noticiar o estupro. No boletim de ocorrência, ele volta a negar que violentou sexualmente a colega de farda.

O subtenente salientou ainda que possui diversas mensagens da sargento o provocando sexualmente. Ele ainda afirmou que ela encaminha fotos íntimas para ele e o chama para ter relação sexual.

Além da perseguição virtual, o subtenente aponta que a mulher foi até o seu local de trabalho para vê-lo. A mulher também ficaria rondando a sua residência e conversando com vizinhos para saber da rotina dele.

Leia Também:  Lucas do Rio Verde MT está entre os dez municipios com maior número de casos de Covid revela boletim da Secretaria Estadual de Saúde

A queixa deverá ser encaminhada à Corregedoria Geral da Polícia Militar que investiga a denúncia de estupro. Um inquérito policial militar (IPM) foi instaurado.

O caso

A sargento publicou um vídeo na sua conta no Facebook relatando que foi estuprada pelo subtenente no dia 5 de junho deste ano, enquanto eles trabalhavam.

A mulher explicou que os atos ocorreram em um cômodo da UPA Verdão. Ela disse que a todo momento pediu para que o subtenente parasse com as agressões.

“Quando chegou na terceira porta da vistoria da UPA, ele me empurrou para uma salinha escura. Lá, ele me agarrou, arrancou a minha máscara, me beijou à força. Um beijo bem prolongado. Ele conseguiu tirar as minhas calças, conseguiu praticar a conjunção carnal, pênis-vagina. Aí, ele empurrou a minha cabeça para fazer sexo oral nele. Eu disse para ele que eu estava com nojo, com ânsia de vômito. Que eu não tinha condições. Aí, ele levantou minha cabeça, me virou e praticou conjunção carnal de novo”, relatou.

Momento +

Dados revelam que depois do Amazonas, Mato Grosso é o segundo estado do País com maior índice de contaminação pelo coronavirus

Publicados

em

A crise vivida por Manaus(FOTO) expõe a complexidade dos sistemas de saúde e dispara um sinal de alerta para Estados que registram ritmo de transmissão elevado do vírus e números da doença acelerando rapidamente nas últimas semanas, alertam especialistas.

Depois do Amazonas, o segundo estado com maior índice de infeção é Mato Grosso.

Até sábado, em 21 dos 26 Estados brasileiros e no Distrito Federal, o número efetivo de reprodução (Rt) da covid-19 estava acima de 1, sinalizando expansão da doença, de acordo com a ferramenta Covid Analytics, criada por professores da PUC-Rio.

O indicador estima quantas pessoas, em média, alguém infectado contamina. Os Estados com Rt elevado devem enfrentar ritmo de contágio mais rápido nas próximas semanas, indicam especialistas.

Com hospitais em calamidade por falta de oxigênio, o Amazonas tem o maior Rt (1,6). A ocupação dos leitos superava 90% para Unidades de Terapida Intensiva (UTIs) de covid-19 até o dia 15, último dado da Secretaria de Saúde.

Em Mato Grosso, que tem o segundo maior Rt (1,35), a taxa média de ocupação das UTIs da rede estadual estava em 70,84% ontem, muito acima dos 50,87% de 1º de janeiro. Em nove das vinte unidades com leitos de UTI, a taxa de ocupação está em 90% ou mais – em quatro hospitais, é de 100%.

Leia Também:  Dados revelam que depois do Amazonas, Mato Grosso é o segundo estado do País com maior índice de contaminação pelo coronavirus

 

 

 

Otaviio Ventureli(com assessorias)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA