Momento +

Tio tarado é preso em flagrante após assediar sobrinha de 13 anos que brincava com primas e ameaçar estuprá-la: “é hoje que te pego”

Publicados

em

Um tio, cujo nome não foi revelado,  foi preso em flagrante na noite deste domingo (30), após assediar a sobrinha, de 13 anos, e ameaçar estuprá-la, no bairro Chapéu do Sol, em Várzea Grande MT. Durante visita, o tio pegou na bunda da menina e disse: “é hoje que eu te pego”.

De acordo com informações da ocorrência, ela estava com as primas, conversando e brincando. Em dado momento, o tio, pai das primas, a abordou e começou pegar nas partes íntimas e ameaçou força-lá a ter relações sexuais com ele.

Com medo, a menina saiu imediatamente do local e foi para casa. Ela relatou para sua mãe o que havia acontecido. A mãe ligou para polícia. Uma equipe da PM foi enviada ao local.

A vítima identificou o agressor para os militares e ele foi preso. O tio foi encaminhado para Central de Flagrantes de Várzea Grande. A mãe registrou uma denúncia. O caso foi encaminhado para a Delegacia Especializada da Mulher, do Idoso e da Criança.

 

Otavio Ventureli(com ascom)

Leia Também:  Corpo de Bombeiros de MT ainda não conseguiu localizar rapaz que desapareceu após entrar em uma fenda da Cachoeira da Mulata

Momento +

Homem que matou menina de cinco anos em 2010 em Sorriso MT após abusar sexualmente da vítima é denunciado e irá a júri popular

Publicados

em

O pedreiro e catador de reciclados Antônio Ramos Escobar, de 58 anos, foi denunciado nesta segunda-feira (28) pela 2ª Promotoria de Justiça Criminal de Sorriso, em Mato Grosso, por estupro de vulnerável, homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver da menina Sara Vitória Fogaça Paim. O crime aconteceu em 2010, quando a vítima tinha cinco anos de idade.

Antônio Escobar foi preso de forma preventiva no último dia 8 depois de confessar à polícia que abusou sexualmente da criança e que matou a vítima asfixiada.

Conforme o promotor de Justiça Luiz Fernando Rossi Pipino, as qualificadoras do homicídio são emprego de meio cruel, mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima, e visando assegurar a ocultação e impunidade de outro crime (estupro, no caso).

De acordo com as investigações, no dia 1º de junho de 2010, por volta das 15h30m, nas dependências de uma construção, Antônio Ramos Escobar, após ter praticado atos libidinosos com a criança, matou a menina asfixiada e ocultou o seu cadáver.

“No dia dos fatos, Antônio Ramos Escobar, após avistar e abordar S.V.F.P. na via pública (nas proximidades do Estádio Municipal ‘Egídio José Preima’), transportou a criança/vítima até uma construção em que trabalhava”, consta na denúncia.

Leia Também:  Santos abre o placar na Vila Belmiro mas no inicio do segundo tempo Fortaleza empata e jogo pela 12ª rodada do Brasileirão termina em 1 x 1

Nas dependências da edificação, ele se aproveitou da ausência de vigilância e da vulnerabilidade e fragilidade da vítima para violentá-la.

“No desdobramento dos fatos, Antônio Ramos Escobar, consciente e imbuído de animus necandi (vontade de matar), aproveitando-se da compleição física avantajada em relação à criança/vítima e também do local desabitado em que se encontravam àquela ocasião (recurso que dificultou e/ou tornou impossível a defesa), esganou a criança S.V.F.P., provocando-lhe, pois, a sua morte (por asfixia), tudo como forma de assegurar a ocultação e a impunidade do crime sexual anteriormente praticado”, narra Luiz Fernando Rossi Pipino.

De acordo com o promotor de Justiça, o denunciado, na sequência, ensacou o corpo da vítima e ocultou o seu cadáver em local ainda não apurado pelos agentes policiais.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com hntnoticias)

 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA