Momento +

Vale Tudo: Vereador investigado por tráfico de drogas e alvo da Operação policial Cleanup é candidato à reeleição em novembro

Publicados

em

O vereador Jânio Calistro, de Várzea Grande MT(foto),  investigado por associação ao tráfico de drogas é candidato à reeleição  no municipio.

O parlamentar tem R$ 4.150 de recursos recebidos para aplicar na campanha. Às eleições municipais serão realizadas em 15 de novembro. Em caso de segundo turno, o pleito está marcado para 29 do mesmo mês.

Jânio é alvo de investigação na Operação Cleanup, deflagrada pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) em que apura um esquema de tráfico de drogas em Várzea Grande e que tem envolvimento com a facção Comando Vermelho.

Em agosto, o juiz Wladys Roberto, da 2ª Vara Especializada de Fazenda Pública de Várzea Grande, acatou um pedido da defesa do vereador e determinou pelo arquivamento da investigação por quebra de decoro parlamentar na Câmara.

A defesa de Calistro apontou que a Comissão ultrapassou seus prazos de investigação no parlamento municipal e apontou que o vereador foi notificado em março e que o Regimento Interno prevê a conclusão dos trabalhos em 90 dias, o que deveria ser encerrada em junho.

Leia Também:  Novo programa de Sabrina Sato já dá sinais de problemas para a Record

Conforme a decisão de Wladys Roberto houve violação do processo legal e das próprias normas do regimento interno. “Nesse cenário, não restam dúvidas de que a continuidade do processo de cassação do vereador Calistro Lemes do Nascimento importa em violação à norma procedimental prevista no artigo 85 do Regimento Interno da Câmara de Vereadores de Várzea Grande, cuja redação reproduz o disposto nos artigos 5º e 7º, § 1º, do Decreto-Lei n. 201/1967, cabendo, pois, ao Judiciário o controle de legalidade”, destaca.

 

Otavio Ventureli(da redação com hntnoticias)

Momento +

Um dos pioneiros de municipio de Mato Grosso que havia se recuperado de covid 19 há 15 dias morre nesta segunda de causa não revelada

Publicados

em

O pai do vereador da  cidade de Sorriso, em Mato Grosso, Fábio Gavasso, morreu nesta segunda-feira (19).

A causa da morte não foi revelada. No entanto, Daquir Gavasso, de 72 anos(foto), havia se recuperado da Covid-19 há duas semanas. O vereador  comunicou a morte do pai pelas redes sociais.

Daquir Gavasso teria sido um dos pioneiros da cidade de Sorriso. O presidente da Câmara de Vereadores da cidade, vereador Claudio Oliveira, lamentou a morte de Daquir e declarou luto oficial de três dias no município.

“Foi um cidadão que ajudou a construir Sorriso, sempre foi dedicado nas questões do desenvolvimento do Município e pai do nosso vereador Fábio Gavasso, por quem nos solidarizamos”, disse.

No último dia 4, Fábio Gavasso fez uma publicação no Facebook comemorando a recuperação do pai, que havia contraído a Covid-19 e ficou internado por um tempo para tratar a doença. “Hoje é uma data especial.  A data que recebemos o meu pai de volta ao lar com a graça de Deus. […] Deus é maravilhoso sempre. A missão continua”.

Leia Também:  Novo programa de Sabrina Sato já dá sinais de problemas para a Record

O velório de Daqui Gavasso está sendo realizado na capela do cemitério de Sorriso desde às 8h desta segunda-feira (19). O enterro dele ocorreu as 16 hs.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com assessoria)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA