Momento +

Velório de Fernando Vanucci que faleceu na terça em SP está marcado para esta quinta(26) a partir das 8hs00 na séde do Botafogo no Rio

Publicados

em

O Botafogo realizará nesta quinta-feira(26)  o velório de Fernando Vannucci. Alvinegro, o jornalista morreu na última terça-feira vítima de um infarto, aos 69 anos.

Como forma de homenagem e última despedida, o clube organizará o velório no salão nobre de General Severiano, das 8h às 12h30. O sepultamento será às 15h, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap.

O velório será aberto ao público, mas com protocolos de saúde em função da pandemia de Covid-19. Além disso, haverá um minuto de silêncio antes da partida desta quarta-feira entre Atlético-MG e Botafogo, às 21h30.

O jornalista passou mal pela manhã, socorrido pela empregada e levado ao Pronto Socorro Central de Barueri, na Grande São Paulo. No entanto, não resistiu. Vannucci já havia sofrido um infarto em 2019 e colocado um marca-passo. Desde então, tinha a saúde comprometida.

Nascido em Uberaba, no Triângulo Mineiro, Fernando Vannucci trabalhou na Globo Minas entre 1973 e 1977. Em seguida, passou a trabalhar no Rio de Janeiro, apresentando diversos programas, como Globo Esporte, RJTV, Esporte Espetacular, Jornal Nacional, Jornal Hoje e Fantástico.

Leia Também:  Em jogo de seis gols e confusão com duas expulsões Coritiba x Fluminense empatam no Couto Pereira pela 31ª rodada do Brasileiro

Otavio Ventureli(da redação)

Momento +

Decisão de Desembargador do TJ MT nega liberdade a atiradora do Alphaville que matou Isabele Guimarães

Publicados

em

Uma decisão nesta sexta-feira (22) da 3ª Câmara Criminal de Cuiabá impediu a soltura da adolescente acusada de atirar e matar Isabele Ramos, 14(foto), no condomínio Alphaville, em julho de 2020.

O desembargador Juvenal Pereira da Silva negou o pedido de habeas corpus da defesa da menor, que está internada no socioeducativo Menina Moça, em Cuiabá.

A adolescente de 15 anos foi internada na terça-feira (19), após uma decisão da 2ª Vara Especializada da Infância e Juventude de Cuiabá. A menor terá que cumprir 3 anos de internação por ter cometio um ato infracional análogo a homicídio.

O crime
Isabele Ramos, 14, era melhor amiga e vizinha da filha de Marcelo Cestari. Na noite de 12 de julho de 2020, ela estava no banheiro quando foi atingida por um tiro no rosto, na altura do nariz.

A amiga de Isabele alegou que o tiro foi acidental, após a arma ter caído. No entanto, as investigações apontaram que houve intenção de matar, por indícios como a distância da vítima da arma e que as duas meninas estavam dentro do banheiro.

Leia Também:  Decisão de Desembargador do TJ MT nega liberdade a atiradora do Alphaville que matou Isabele Guimarães

Na época da denúncia do Ministério Público, a adolescente chegou a ser internada no Centro Socioeducativo Menina Moça, mas foi conseguiu ser liberada em menos de 24 horas.

 

 

Otavio Ventureli(da redação com GD)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA