Momento +

Venezuela perde pênalti, tem gol anulado, e Paraguai vence a primeira na noite desta terça-feira(13) em jogo muito disputado em Mérida

Publicados

em

O Paraguai superou a forte defesa venezuelana e um pênalti para o rival nos acréscimos do segundo tempo para conquistar sua primeira vitória nas eliminatórias.

A Albirroja foi até Mérida e venceu a Venezuela por 1 a 0, com gol do volante Giménez, na noite desta terça-feira(13).

Além da penalidade perdida, os donos da casa também tiveram um gol anulado quando o jogo ainda estava empatado e seguem sem pontuar na competição.

A TABELA

O Paraguai chega aos quatro pontos e segue sem perder nas eliminatórias. A Venezuela está zerada, com duas derrotas em seus dois jogos. Na próxima rodada, os paraguaios visitam a Argentina e recebem a Bolívia. Os venezuelanos pegam o Brasil fora de casa e depois pegam o Chile. Os jogos serão nos dias 12 e 17 de novembro.

OS 90 MINUTOS

O Paraguai dominou o jogo desde o início. Terminou a partida com 70% de posse de bola e criou as melhores chances. Apostou no ex-Corinthians Ángel Romero pela direita, mas foi Giménez quem criou a primeira boa oportunidadedo jogo, com belo chute de esquerda de fora da área, que terminou no travessão de Fariñez. A Venezuela respondeu da mesma forma. Em cobrança de falta, Otero, atual jogador do Corinthians, também acertou a baliza.

Leia Também:  Outra: Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta(21) Operação "O Quinto Ato" e um dos alvos é o Senador Fernando Collor de Melo

A segunda etapa começou com o mesmo panorama, mas aos poucos a Venezuela encontrou espaços e balançou as redes. Em boa jogada ensaiada de escanteio, Herrera cabeceou para o gol. No entanto, após alerta do VAR, o árbitro Andrés Rojas anulou o gol. E o castigo veio. Aos 39, Espínola acionou Giménez dentro da área, e o volante finalizou bem com a esquerda. Aos 47, Herrera teve outra chance para fazer o gol dos venezuelanos. Cobrou penalidade sofrida por Feltscher, mas Anthony Silva voou no canto esquerdo e garantiu a vitória paraguaia: 1 a 0.

 

 

Otavio Ventureli(com GE)

Momento +

Juíza eleitoral barra candidatura da vice de ex-Juíz Federal petista por filiação partidária após o prazo exigido para participar das eleições

Publicados

em

A juíza Gabriela Carina Knaul de Albuquerque e Silva barrou a candidatura da vice de Julier Sebastião,  ex-Juíz Federal, a professora Vera Bortolini(na foto a esquerda), ambos petistas, candidatos à Prefeitura de Cuiabá.

Segundo a decisão, Vera se filiou ao partido após o prazo exigido para participar das eleições. Pela Legislação Eleitoral, os candidatos devem estar filiados até 6 meses antes do pleito, ou seja, até 15 de maio.

Segundo a decisão, “verificou-se a ausência de filiação ao partido” entre os documentos apresentados. Bertolini foi intimada para esclarecer a questão, mas “deixou transcorrer em branco o prazo para manifestação”.

Por causa da decisão, o partido terá que trocar a vice de Julier. “Deve o partido apresentar substituto no prazo legal sob pena de decretação de inaptidão da chapa, ou apresentar o recurso cabível, por sua conta e risco”, diz trecho da decisão.

Nesta eleição, o ex-juiz federal Julier concorre sem coligação, ou seja, sem o apoio de outros partidos. Em 2016 o petista também concorreu ao cargo de prefeito, mas não teve sucesso.

Leia Também:  Fortaleza comemorou seu aniversário em grande estilo neste domingo ao vencer o Palmeiras por 2 x 0 no Estádio Castelão

 

 

Otavio Ventureli(com assessoria)

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA