Momento +

Vídeo mostra advogado Cleverson Campos Contó agredindo covardemente médica com chutes no elevador do prédio onde o casal morava em Cuiabá

Publicados

em

Um vídeo que mostra o advogado  Cleverson Campos Contó(foto) chutando a médica Laryssa Moraes, no elevador do prédio onde moravam foi divulgado nesta terça-feira (8).

A gravação foi divulgada pelo site Midia News e mostra o momento em que o ex-casal está dentro do elevador quando começam a discutir. Em seguida, Cleverson disfere um chute na perna da médica. Eles começaram a namorar em 2016 e o relacionamento durou nove meses.

Conforme o relato da médica, a agressão aconteceu em junho de 2016, quando ela estava tentando o olhar o telefone.

Em vídeos publicados no Instagram, no domingo (6), Laryssa contou que teve o nariz quebrado e as retinas deslocadas devido às agressões de Contó. Ela ressaltou ainda que o homem ameaçou estuprá-la com um pendrive.

Segundo a médica, a decisão de expor a violência que sofreu partiu da necessidade de ajudar outras mulheres, mesmo diante do medo de represálias.

“Eu decidi que não vou ficar off, mesmo com medo de morrer, porque sim, eu estou sendo ameaçada, porque só ontem mais quatro vítimas apareceram, vítimas de agressão, que foram coagidas e nunca se manifestaram. É muito triste, mas é um dever meu como cidadã alertar a população”, disse a médica.

Leia Também:  Polícia Federal pede quebra de sigilo bancário de supostos envolvidos em caixa 2 durante a campanha de Taques ao Governo de MT em 2014

“Eu demorei três anos e meio para falar por medo, tenho minha família, mas agora nao sou eu, Laryssa, falando, são mais de 10 vozes. Ele estava acima de qualquer suspeita, com condições financeiras e se eu falasse qualquer coisa ele dizia que iria destruir minha vida, minha carreira”, completou.

Dentre as agressões, Laryssa relatou que Contó chegou a bater com a cabeça dela na quina de uma mesa.

A médica comentou que, mesmo separada do advogado a três anos e meio, tinha medo de expor a violência, uma vez que o advogado ameaçava “destruir” sua vida e sua carreira.

Laryssa ressaltou, emocionada, que ainda carrega os traumas das agressões. “Eu sobrevivo a três anos e meio com essa dor, mas é uma dor que não sai de dentro da gente. A gente aprende a lidar e graças a deus tenho apoio da minha família”, destacou. “Me espanta que os processos fiquem parados e que seja preciso que todas esasas mulheres se juntem para que algo seja feito”, finalizou a médica.

Leia Também:  Justiça nega pedido de bloqueio de bens de empresários que agrediram com um tapa no rosto pedinte de rua em abril deste ano

 

Otavio Ventureli(da redação com midianews e hnt noticias)

Momento +

Queda de avião militar deixa 22 pessoas mortas outras duas gravemente feridas e quatro desparecidos a maioria de cadetes da Força Aérea

Publicados

em

queda de um avião militar(foto) no leste  da Ucrânia nesta sexta-feira (25) deixou 22 pessoas mortas e outras duas gravemente feridas, anunciou o Ministério do Interior ucraniano.

A maioria das vítimas era de cadetes do Instituto da Força Aérea. Quatro estão desaparecidos.

Nas imagens divulgadas pelas autoridades nas redes sociais, o avião Antonov An-26 foi visto parcialmente destruído e tomado por chamas, próximo a uma estrada. Fotos compartilhadas pelos serviços de emergência mostram bombeiros jogando água nos destroços.

“Uma terrível tragédia”, lamentou no Facebook o presidente do País,  Volodymyr Zelensky, que anunciou que viajará ao local neste  sábado.

O presidente ordenou “a criação de uma comissão governamental urgente para esclarecer as circunstâncias e as causas” da catástrofe.

O avião de transporte militar Antonov An-26 caiu ao pousar por volta das 20h50, no horário local (14h50 no horário de Brasília), a dois quilômetros do aeroporto militar de Chugev, segundo o Serviço de Estado para situações de emergência. A aeronave pegou fogo após o acidente e o incêndio foi apagado uma hora depois.

Leia Também:  José Medeiros pode responder criminalmente por acusações contra Secretário da Casa Civil de MT e outras autoridades do Palácio Piaguás

A cidade de Chugev fica a cerca de 30 quilômetros a sudeste de Khakiv e 100 quilômetros a oeste da linha de frente que separa os territórios sob controle do governo ucraniano dos que estão sob controle de separatistas pró-Rússia.

“De acordo com informações preliminares, foi um voo de treinamento”, disse a presidência ucraniana em nota. Nos últimos anos, vários aviões militares caíram na Ucrânia durante voos de treinamento.

O Antonov An-26 é uma aeronave de transporte leve concebida na Ucrânia nos tempos soviéticos. Com um comprimento de 24 metros, pode voar a 440 km/h nas condições ideais.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA