Mato Grosso

MT tem 11 pessoas com Coronavírus: 9 em casa e 2 hospitalizados

Publicado


.

O Estado de Mato Grosso tem 11 casos confirmados de coronavírus. Desses, dois precisaram de internação para acompanhamento médico. Nenhum paciente está internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

De acordo com os dados divulgados nesta quinta-feira (26), pela Secretaria de Estado de Saúde, são oito (8) casos confirmados em Cuiabá, dois (2) em Várzea Grande e um (1) caso em Nova Monte Verde.

Desde que o COVID-19 chegou ao país, o Governo de Mato Grosso vem acompanhando a pandemia e, diariamente, adota medidas para minimizar os efeitos que o vírus pode causar, tanto na saúde pública como no aspecto social.

Todas as ações são pautadas seguindo as orientações e recomendações do Ministério da Saúde, Organização Mundial da Saúde e Sociedade de Infectologia, principalmente no que se refere à restrição de circulação de pessoas, paralisação da atividade econômica e decretação de quarentena.

Seguindo as orientações do Ministério da Saúde, conforme determina o Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo no novo coronavírus (COVID-19), para se ter início a fase de mitigação é necessário o registro de 100 casos positivos.  Contudo, Mato Grosso já deu início a esse processo, quando só existiam casos suspeitos no Estado, fortalecendo sua rede hospital, com o início das obras de ampliação e construção de 200 leitos no Hospital Metropolitano em Várzea Grande; o cancelamento das cirurgias eletivas para que os leitos hospitalares da rede pública se mantenham vagos; ações para a compra de insumos e medicamentos, entre outros.

Todas essas ações são conduzidas pelo Gabinete de Situação, com a orientação do médico infectologista Adbon Salam K. Karhawi, com objetivo de potencializar a capacidade de resposta hospitalar com a intenção de evitar óbitos.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Mato Grossos continua com 11 casos confirmados de coronavírus; número de suspeitos sobe para 556

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) continua, até a tarde desta sexta-feira (27.03), com 11 casos confirmados de coronavírus em Mato Grosso. Já os casos suspeitos subiram para 556.

Os casos confirmados da Covid-19 são em Cuiabá (8), Nova Monte Verde (1) e Várzea Grande (2). As ocorrências que levantam a suspeita do vírus estão detalhadas por municípios em Nota Informativa divulgada pela SES. Os casos são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios.

O aumento no número de casos suspeitos também é consequência da atualização do protocolo de definição de caso, conforme direcionamento do Ministério da Saúde; a medida impactou no aumento de casos suspeitos e confirmados em todo o país.

A Nota Informativa com dados atualizados é divulgada neste link de segunda-feira a sexta-feira a partir das 17h – horário em que também ocorre a coletiva de imprensa virtual com o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, transmitida pelo Instagram e FaceBook do Governo do Estado.

Casos confirmados em Rondonópolis

Os laboratórios privados de Rondonópolis que emitiram resultado positivo para três casos de Covid-19 entregaram às 17h desta sexta-feira (27) a documentação que valida as análises desses locais para constatação do coronaviurs, conforme prevê a portaria 099/2020.

Diante disso, os três resultados positivos emitidos por estes laboratórios serão incluídos na lista de confirmados na próxima nota informativa, que será divulgada na segunda-feira (30.03).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Bombeiros realizam desinfecção no Aeroporto Marechal Rondon

Publicado


.

O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso realizou nesta sexta (27.03) a terceira parte da Operação de Desinfecção Biológica em prevenção à disseminação do novo coronavírus. Desta vez, o local desinfectado foi o Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande. A operação é realizada em locais de de grande circulação e entradas da capital de Mato Grosso.

A operação teve início na quarta-feira (25), na Rodoviária Central de Cuiabá e continuou na quinta-feira (27), na rodoviária de Várzea Grande. Uma equipe de 15 bombeiros atuou na desinfecção com uma solução de hipoclorito de sódio, que é obtido a partir da reação do cloro com soda-cáustica. O desinfetante é utilizado em escala industrial na assepsia de instalações de beneficiamento de alimentos.

Os militares qualificados em Operações com Produtos Perigosos utilizaram a vestimenta para ações com elementos biológicos, um macacão descartável. Para aplicação do produto os bombeiros usaram bombas costais de pulverização com a solução desinfectante.

O capitão BM Felipe Sabóia, da Companhia de Atendimento a Emergências com Produtos Perigosos, afirmou que “as instalações do aeroporto já estão sendo higienizadas pela gestão local, o reforço visa dar mais segurança para passageiros e trabalhadores”. 

O coronel BM Ricardo Bezerra Costa, diretor operacional do Corpo de Bombeiros Militar, conta que “a iniciativa da corporação reforça as ações de prevenção que estão sendo tomadas pelos órgãos de saúde e segurança pública. Avaliamos que estrategicamente esses lugares são prioritários, mas não descartamos a possibilidade de outras operações similares”.

Nas Companhias e Batalhões do interior o Corpo de Bombeiros têm atuado de forma integrada com órgãos estaduais e municipais na conscientização e fiscalização.

Foto:Darlan E Silva

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana