Nacional

Mulher é morta a tiros pelo noivo por ‘dar muita atenção’ ao filho de um ano

Publicado

source
vítima de feminicídio arrow-options
Reprodulçao/The Sun

Maria Eduarda, de 17 anos, segurando o filho, que foi encontrado chorando ao lado do corpo dela.

A adolescente Maria Eduarda Lima, de 17 anos, foi morta a tiros pelo noivo Patrick Azevedo da Silva, de 22 anos. O motivo do feminicídio foi o ciúme que o companheiro sentia da relação de Eduarda com o filho do casal, de um ano. A vítima sofreu ferimentos na cabeça e nas mãos e não resistiu. O caso aconteceu no Rio de Janeiro, na terça-feira (19). 

O tio de Eduarda, Lucas Rodrigues, de 26 anos, disse que momentos antes do assassinato, na noite da segunda-feira (18), a jovem  enviou uma mensagem para a mãe, alegando que Patrick estava armado e ameaçando matá-la. Os familiares de Eduarda foram para a residência do casal e encontraram a filha com ferimentos graves no chão. O bebê estava chorando ao lado da mãe. 

Leia mais: Aluno armado com canivete, faca e fogos é detido em escola de São Paulo

O pai da jovem, José Roberto Lima, de 38 anos, disse ao The Sun que foi alertado pelos vizinhos sobre o que poderia acontecer com Eduarda. “Vivemos perto um do outro. Quando cheguei lá, meu neto estava chorando ao lado da minha filha. Patrick já havia sumido. Pelo que entendi, ele atirou na minha filha com meu neto no colo dela”.

Eduarda foi levada com vida ao Hospital Estadual Alberto Torres. Os médicos informaram que a bala estava alojada em uma área complicada e decidiram adiar a cirurgia de remoção, na esperança de melhora do quadro da jovem. Na quarta-feira (22), a equipe médica informou aos familiares que Eduarda teve morte cerebral

O noivo da jovem foi localizado por policiais dentro de um ônibus, após uma denúncia anônima. O bebê não ficou ferido e está sob os cuidados dos avós. 

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Defesa apresenta novo pedido de liberdade para Queiroz

Publicado


source
Fabrício Queiroz
Reprodução/SBT

Fabrício Queiroz está preso desde o dia 18 de junho.

A defesa do ex-assessor do senador  Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), Flávio Queiroz , apresentou um novo pedido para que ele seja posto em liberdade. O recurso, que ainda aguarda apreciação da 3ª Câmara Criminal, foi movido pelo advogado Paulo Emílio Catta Preta.

Queiroz está preso no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, desde o dia 18 de junho. Ele foi encontrado e detido na casa do ex-advogado da família Bolsonaro, Frederick Wassef, em Atibaia.

Depois que Queiroz foi preso, a defesa do ex-assessor, pediu que a prisão preventiva fosse substituída pelo regime domiciliar sob a alegação de que Queiroz está se recuperando de um câncer.

O pedido ainda não tem data para ser apreciado pela 3ª Câmara Criminal, que foi a mesma que concedeu foro privilegiado para Flávio Bolsonaro no caso das “rachadinhas”. O recurso foi distribuído para Suimei Meira Cavalieri, desembargadora que votou contra a concessão de foro para Flávio.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Sobe para 12 o número de mortos pelo ciclone no sul do Brasil

Publicado


source
Ciclone
Paulo Marques / Twitter / Reprodução

Ciclone causou 10 mortes em Santa Catarina.

Subiu para 12 o número de mortes causadas pelo ciclone bomba que atingiu os estados do Sul do Brasil durante a semana. Ao todo, foram registradas 10 mortes em Santa Catarina, 1 no Paraná e outra no Rio Grande do Sul. 

A atualização foi feita depois que o corpo de um motociclista que havia caído de uma ponte em Brusque foi encontrado. Ele estava atravessando a via quando a estrutura se rompeu e ele foi arrastado pelo rio Itajaí-Mirim na última terça-feira (30). 

Além das vítimas já confirmadas, o governo de Santa Catarina está realizando buscas para localizar o corpo de uma pessoa que desapareceu no Rio Tijucas, na cidade de Canelinha, na Grande Florianópolis.

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana