Internacional

Mulher é presa após roubar recém-nascido e vender por R$ 8 mil

Publicado

source
mulher roubando bebê arrow-options
Reprodução

foi Asel Zhapanova, 22 anos, foi condenada a sete anos de prisão pelo crime

Em Taraz, no Cazaquistão, uma mulher roubou um recém-nascido da maternidade e vendeu a criança por cerca de R$ 8 mil. Duas horas após o sequestro, o bebê foi encontrado pela polícia e a mulher foi condenada a sete anos de prisão.

Leia também: PM toca partes íntimas de mulher durante abordagem; veja vídeo

Segundo o site Daily Mail , a responsável pelo crime foi Asel Zhapanova, 22 anos. Enquanto a mãe a mãe da criança estava na cantina do hospital e a cuidadora em uma ligação no celular, a jovem se aproveitou e roubou o recém-nascido .

Assim que a cuidadora percebeu o que havia acontecido, acionou a polícia. Ao checar as câmeras de segurança, descobriram que Asel colocou o bebê em uma bolsa e foi embora pela passagem de serviço. Os funcionários do hospital relatam que liberaram a entrada da jovem no local, pois ela havia dado à luz na maternidade há poucas semanas.

Leia também: Homem é preso após arrancar cabeça de mulher e comer cérebro dela com arroz

Leia mais:  México: expulsão de diplomata da Bolívia tem caráter político

A polícia descobriu que Asel estava em um hotel próximo dali. Chegando ao local, encontraram o bebê, a jovem e os compradores. O  recém-nascido foi entregue à mãe e os adultos foram presos imediatamente.  “O estado de saúde do bebê estava bom, ele não corria perigo físico. Ele já está com sua mãe”, diz a nota da polícia para a imprensa local.

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
publicidade

Internacional

Ex-ministro da Economia será candidato à presidência na Bolívia

Publicado

source
Ex-ministro da economia da Bolívia, Luis Arce arrow-options
Divulgação

Ex-ministro da economia da Bolívia, Luis Arce

O ex-ministro da Economia da Bolívia Luis Arce foi escolhido neste domingo (19) como candidato à presidência pelo Movimento ao Socialismo (MAS), o partido do ex-presidente Evo Morales . Ele formará chapa com o ex-chanceler David Choquehuanca. O pleito está previsto para acontecer no dia 3 de maio.

O anúncio da chapa foi feito em entrevista em Buenos Aires pelo próprio Morales, que está refugiado na Argentina desde que renunciou ao cargo de presidente, em novembro do ano passado.

Arce foi escolhido por mais de 50 delegados do partido e Morales será o responsável por chefiar a campanha do MAS.

Leia também: Morales faz retratação sobre declaração de criação de milícias populares

Durante as eleições do ano passado, nas quais o ex-presidente disputava seu quarto mandato, houve uma polêmica nas apurações que fez o resultado ficar em cheque por suspeita de fraude. Isso porque o candidato  da oposição Carlos Mesa liderava a apuração, mas, depois de uma paralisação na contagem, Evo apareceu como o ganhador. Apesar de ter se beneficiado, agora o ex-presidente defende a realização de uma investigação, mas ainda defende que o processo foi regular.

Leia mais:  Uma pessoa morre e 5 ficam feridos em ataque na Ponte de Londres

“Não houve fraude. A Organização dos Estados Americanos ( OEA ) incendiou a Bolívia com seu relatório eleitoral”, afirmou Evo.

Apesar da crítica, no entanto, Morales reconheceu que ele ter entrado na disputa foi um ‘equívovo’.

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

Brasil trabalha com paraguaios na recaptura de presos fugitivos

Publicado

Após a fuga de 75 prisioneiros da Penitenciária Pedro Juan Caballero, no Paraguai, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, anunciou que o governo brasileiro está trabalhando junto com as força de segurança paraguaias para impedir a entrada dos criminosos no Brasil.

“Estamos trabalhando junto com as forças estaduais para impedir a reentrada no Brasil dos criminosos que fugiram de prisão do Paraguai. Se voltarem ao Brasil, ganham passagem só de ida para presídio federal”, disse Moro pelo Twitter.

Em outra postagem, o ministro disse ainda que está à disposição do Paraguai para ajudar na recaptura dos presos, que integram o Primeiro Comando da Capital (PCC).

“Estamos à disposição também para ajudar o Paraguai na recaptura desses criminosos. O Paraguai tem sido um grande parceiro na luta contra o crime”, escreveu.

Fuga

Nas primeiras horas deste domingo (19), 75 prisioneiros escaparam da penitenciária por um túnel. Inicialmente, a ministra da Justiça do Paraguai, Cecilia Pérez, disse que 91 presos haviam fugido. Pouco depois, a ministra corrigiu o número de fugitivos para 75.

Leia mais:  Vítimas sul-coreanas de trabalhos forçados podem receber indenização

O chefe de Segurança, Matías Vargas, e o diretor da penitenciária, Cristian González, foram demitidos. Também foram presos cinco guardas da prisão.

“Impossível que eles não tenham visto a quantidade de areia em uma das celas. O túnel foi cavado de uma cela que vai para o lado da prisão. Não é possível que os funcionários não tenham visto uma saída no perímetro da penitenciária. Existe um conluio brutal óbvio”, disse a ministra Pérez.

Edição: Fernando Fraga

Comentários Facebook
Continue lendo

Momento MT

Momento Nacional

Momento Esportes

Momento Entretenimento

Mais Lidas da Semana