MULHER

Amuletos da sorte: 8 opções para ficar protegido do azar!

Publicados

em


source

Alto Astral

Amuletos da sorte: 8 opções para ficar protegido do azar!
Reprodução: Alto Astral

Amuletos da sorte: 8 opções para ficar protegido do azar!

Quem nunca desejou ter sorte em algum momento da vida, não é mesmo? Seja em um dia especial, em uma prova, entrevista de emprego ou simplesmente em situações difíceis com problemas que parecem não ter solução.

Assim, contar com uma ajudinha do universo parece uma opção para conseguir lidar com as adversidades. No misticismo, por exemplo, acredita-se que alguns objetos possuem energias tão positivas, sendo capazes de trazer boas vibrações para a nossa vida.

Estamos falando dos famosos amuletos da sorte! Esses pequenos elementos podem ser guardados no bolso, carteira ou bolsa e carregados para todos os lugares, ou guardados em casa , sempre emanando proteção e sorte para você.

Para deixar de lado o azar e as negatividades, aposte em um (ou mais) dos 8 amuletos abaixo! Considere a função principal de cada um deles e suas maiores necessidades, e alcance a sorte em todos os aspectos da vida!

Leia Também:  Dia do orgasmo: especialistas dão dicas para chegar ao clímax

Amuletos para carregar consigo

Objetos em formato de Lua

A Lua aumenta seu charme e sensualidade, equilibrando a saúde e trazendo sorte no amor. Chaveiros nesse formato são uma boa opção!

Figa

Sem inveja por aqui! Carregar uma pequena figa mandará tanto esse sentimento, quanto o mau-olhado para bem longe, mantendo sua vida plenamente próspera.

Estrela de seis pontas

Ótima para melhorar as relações sociais, a estrela também auxiliará em reconciliações. Invista em acessórios nesse formato, como brincos ou pingentes.

Moedas

Você viu?

Leve-as no bolso para atrair sorte e prosperidade. Ah, se encontrar uma moeda no chão, não a ignore, pegue e guarde-a, pois indica que você encontrará muitas outras!

Trevo-de-quatro-folhas (e objetos nessa forma)

Um dos elementos mais associados à sorte, o trevo-de-quatro-folhas traz alegria e otimismo, além de boas energias e muita sorte! É possível comprá-lo em lojas de artigos místicos, mas, se encontrar um pelo caminho, considere-se muito sortudo!

Amuletos para ter no lar

Ferradura

Jogando as más energias para longe, a ferradura traz muita sorte para a vida – ainda mais se for um presente de alguém! Pendure-a sobre o batente da porta de entrada da casa e garanta boas energias no lar.

Leia Também:  Comfy: looks confortáveis são a nova tendência!

Bíblia

Para ter a proteção divina ao seu lado, mantenha uma bíblia aberta em um cômodo da sua casa. Procure ler diariamente as palavras de fé e você sentirá mais paz e tranquilidade no espírito.

Dente de alho

Para afastar o azar e as energias de estagnação, deixe pedaços de dente de alho em locais visíveis do lar.

Fonte: João Bidu

Fonte: IG Mulher

Propaganda

MULHER

Rebeca Andrade: conheça a ginasta brasileira medalhista de ouro

Publicados

em


source
Rebeca Andrade, a ginasta brasileira que fez história nas Olimpíadas 2020
Reprodução Instagram

Rebeca Andrade, a ginasta brasileira que fez história nas Olimpíadas 2020

Rebeca Andrade é a primeira mulher ginasta brasileira campeã olímpica e a primeira ginasta do Brasil a ganhar duas medalhas numa mesma edição das OlímpiadasA modalidade de salto garantiu o ouro para Rebeca este domingo (1). Porém,  a atleta conquistou o mundo e a medalha de prata com sua apresentação solo ao som de “Baile de Favela”, funk do MC João. A letra fala sobre diversos bairros das cidades de São Paulo e Guarulhos – esta última, onde Rebeca nasceu no dia oito de maio de 1999.

História

A filha de Rosa Rodrigues tem sete irmãos e começou a praticar ginástica olímpica aos quatro anos de idade, no Ginásio Bonifácio Cardoso, em um projeto social de iniciação ao esporte da prefeitura de Guarulhos, em São Paulo. Lá sua dedicação e talento fizeram com que ela ganhasse o apelido de “Daianinha de Guarulhos”, uma referência a ginasta Daiane dos Santos, primeira ginasta brasileira, entre homens e mulheres, a conquistar uma medalha de ouro em uma edição do Campeonato Mundial. . 

Rebeca Andrade
Reprodução Instagram

Rebeca Andrade

Familiares e amigos de Rebeca contam que quando a família passou por uma crise financeira, a pequena de seis anos caminhava duas horas em direção ao ginásio localizado na Vila Tijuco. Depois de um tempo, o irmão mais velho (na época 15 anos) conseguiu comprar uma bicicleta e levava à irmã aos treinos. Rebeca treinou no ginásio de Guarulhos por cinco anos, entre 2005 e 2010, até que seu empenho rendeu um convite para treinar em Curitiba, no Paraná, quando tinha nove anos. Em 2012, ela foi convidada a treinar pelo Flamengo, onde está até hoje.

Cirurgias e medalhas

Rebeca Andrade
Reprodução Instagram

Rebeca Andrade

Com lesões persistentes, no mesmo ano (2015) em que conquistou a medalha internacional de bronze entre adultas, nas barras assimétricas, Rebeca teve uma ruptura de ligamento cruzado anterior do joelho direito em um treino. Isso fez com que a atleta ficasse afastada dos treinos por oito meses e não tivesse o desempenho desejado nos Jogos Olímpicos de 2016. 

Em 2017 e 2019, Rebeca passa por outras lesões no joelho ao mesmo tempo em que conquista medalhas de ouro nas etapas de Copa do Mundo. No total, Rebeca tem nove medalhas de ouro – já contando com o ouro olímpico -, oito pratas (a das Olimpíadas também está na soma) e três bronzes.


Fonte: IG Mulher

Leia Também:  Comfy: looks confortáveis são a nova tendência!
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA