MULHER

Banana emagrece? Saiba como a fruta pode te ajudar a perder peso

Publicados

em


source

Alto Astral

undefined
Reprodução: Alto Astral

Banana emagrece? Saiba como a fruta pode te ajudar a perder peso

Apesar de ser originária da Ásia, essa fruta é cultivada em diversas partes do mundo, especialmente onde o clima é tropical, como no Brasil. É um dos motivos pelos quais somos o país que mais a consome – e um dos que mais a importa. No entanto, o que muita gente não sabe é que a banana também emagrece .

Existem cerca de 100 variedades de banana cultivadas, sendo algumas delas muito conhecidas, como banana-nanica, banana-prata, banana-ouro, banana-maçã e banana-da-terra. Apenas uma unidade fornece a quantidade de 1/3 de potássio que necessitamos por dia. Além disso, ela ainda regulariza a pressão arterial, dá energia, auxilia no funcionamento do intestino e previne cãibras. Saiba mais!

Como a banana pode ajudar a emagrecer?

A banana emagrece pois é uma das frutas menos calóricas de todas, com cerca de 92 calorias a cada 100 gramas. Por ser rica em fibras solúveis (em especial a pectina), aumenta a sensação de saciedade, colaborando com o sistema digestivo e diminuindo a compulsão alimentar. No intestino, auxilia na restauração das funções do órgão, mantendo-o regulado.

Leia Também:  BBB 21: Veja as tendências de cada signo dentro da casa

Ou seja, pode comer sem culpa! Até porque a banana é rica em flavonoides, que atuam na proteção da mucosa do estômago, aliviando a azia. Além disso, as fibras solúveis são responsáveis por diminuir os níveis de colesterol no sangue. Ela também ajuda a controlar a pressão, por conta do potássio.

Aliás, a banana não só emagrece, como também ajuda a proteger o organismo de doenças e outros sintomas incômodos. Fonte de ferro, ela previne a anemia, estimulando a produção de hemoglobina. E, por ser rica em vitamina B6, triptofano e magnésio, também aumenta a produção de serotonina, trazendo a sensação de bem-estar.

A fruta também melhora o humor e combate sintomas da TPM, como cólica e dor de cabeça. Devido ao teor de carboidratos, potássio e magnésio, ameniza o cansaço, o estresse e a ansiedade . As vitaminas C, A, B6 e B12, potássio e magnésio ajudam as pessoas que querem abandonar o cigarro, já que esses nutrientes controlam os efeitos da abstinência da nicotina.

Além de tudo isso, a banana combate a diarreia, favorece a formação corpórea, combate a retenção urinária e é muito indicada para quem faz esportes e academia. Por isso, não há mais desculpas para não inserir essa fruta na sua dieta . Aproveite os benefícios e se delicie!

Leia Também:  Ritual de fé: faça para não perder mais dinheiro no mês

Consultoria: Alfredo Cury, endocrinologista do Spa Posse do Corpo | Texto: Júlia Prado e Mariana Oliveira | Edição: Renata Rocha

Fonte: IG Mulher

Propaganda

MULHER

Como comer saladas? Cinco dicas para incluir legumes nas refeições

Publicados

em


source

Alto Astral

Como comer saladas? 5 dicas para incluir legumes nas refeições
Reprodução: Alto Astral

Como comer saladas? 5 dicas para incluir legumes nas refeições

Quem não conhece uma pessoa que tenha dificuldade em comer legumes e verduras? Normalmente, são os nossos filhos, marido/esposa ou até nós mesmas. Apesar disso, não há dúvidas de que esses alimentos são essenciais no cardápio do dia a dia – tanto para a longevidade quanto para o emagrecimento . Pensando nisso, a nutricionista Nathy Loyola, selecionou cinco dicas simples de como comer salada e acostumar o paladar com o sabor desses ingredientes. Confira!

Especialista reúne dicas práticas de como comer saladas

Como comer saladas? 5 dicas para incluir legumes nas refeições
Foto: Shutterstock

Faça escolhas certeiras

A primeira dica é começar a introdução de saladas no cardápio por legumes mais suaves, que possuem menos sabor. Bons exemplos são alface, tomate, repolho e cenoura. Caso não goste de comer in natura , vale misturar no arroz ou com carne – o que irá te ajudar a se adaptar!

Leia Também:  Dia de São Sebastião: confira as simpatias e orações

Corte pedaços pequenos

Pode parecer uma medida simples, mas picar os vegetais em pedaços pequenos faz toda a diferença. Isso porque, em porções reduzidas, ficará mais fácil se acostumar com o sabor.

Aposte em molhos

Às vezes precisamos treinar o paladar, por isso, vale incluir molhos de sua preferência nos legumes e verduras. O ideal é alternar entre um dia com molho e outro sem. Nessa hora, vale seguir receitas em casa ou comprar molhos prontos – porém dando prioridade a ingredientes menos calóricos.

Use a criatividade

Para garantir mais sabor e variedade ao comer salada, prepare os legumes e verduras de formas diferentes. Gratinado, refogado, assado… Isso vai treinando seu paladar a consumir esses alimentos e assim você perceberá que eles não são tão “ruins” quanto parecem.

Conheça as leveduras nutricionais

Com textura semelhante ao queijo ralado, essa levedura é considerada um superalimento por seu alto valor nutricional. Sem ingredientes de origem animal, sem glúten, rica em proteínas, fibras, minerais como ferro, zinco, magnésio, cromo, fósforo e cobre. Para completar, é rica em vitaminas, especialmente as do complexo B e ajudam a dar um “gostinho” extra à sua salada.

Leia Também:  BBB 21: Veja as tendências de cada signo dentro da casa

Dica extra: receita de molho para saladas

Ingredientes:

Você viu?

  • 1 colher (sopa) de iogurte
  • 1 pedaço pequeno de ricota
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 1 pitada de sal

Modo de preparo:

Misture todos os ingredientes e espalhe sobre a salada de sua preferência. Sirva em seguida.

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA