MULHER

Bicicletas elétricas facilitam com que mulheres pratiquem o esporte, afirma ciclista

Publicados

em


source

Alto Astral

Bicicletas elétricas facilitam com que mulheres pratiquem o esporte, afirma ciclista
Reprodução: Alto Astral

Bicicletas elétricas facilitam com que mulheres pratiquem o esporte, afirma ciclista

As bicicletas elétricas, também conhecidas como e-bikes, são o futuro da mobilidade sustentável. Equipadas com motor e projetadas para facilitar os momentos mais puxados das pedaladas, essas bicicletas estão cada vez mais populares entre os brasileiros pelo custo-benefício e praticidade.

Segundo dados do recém-divulgado Boletim do Mercado de Bicicletas Elétricas 2021, desenvolvido pela Aliança Bike e pelo Laboratório de Mobilidade Sustentável da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Labmob/UFRJ), em 2020, um total de 32.110 e-bikes foram vendidas, um aumento de 28,4% em relação a 2019. No entanto, elas têm conquistado um público específico: as mulheres.

Mas por que motivo a modalidade está se popularizando entre as mulheres ciclistas?

Para a fisioterapeuta Fátima Martins, de 56 anos, as bicicletas elétricas estão começando a despertar seu interesse por algumas razões específicas. “Mensalmente realizo pedais de longa distância, inclusive para outras cidades, junto com outras mulheres que também são ciclistas. Um dos destinos que mais frequentamos é Paranapiacaba, local com diversas subidas que acabam nos levando a exaustão física com maior rapidez. Foi pensando nesses momentos que comecei a me interessar pelas bicicletas elétricas e pelo suporte que o motor elétrico oferece”, comenta ela, que é ciclista há mais de 15 anos.

Leia Também:  Morte de Kathlen Romeu completa 100 dias e investigação ainda não foi concluída

Além do auxílio oferecido pelo motor elétrico, para Maurício Somlo, diretor da Elemovi Veículos Elétricos, outras funcionalidades das bicicletas elétricas estão entre as responsáveis por despertar o interesse do público feminino. “Como as bikes possuem assentos mais confortáveis do que as bicicletas tradicionais e cesto frontal como porta objeto, o público feminino acaba sendo o nosso maior público. Outro fator interessante é que as bikes da Elemovi são mais baixas que as tradicionais, então muitas mulheres que não andavam de bike, acabam preferindo o nosso modelo por ter uma dirigibilidade melhor”, revela Somlo.

Você viu?

Aproveitar as vantagens da bicicleta elétrica sem abrir mão do apego pela convencional é o que Fátima pretende colocar em prática já nos próximos meses. “Tenho um laço afetivo com a minha bike tradicional, no entanto, é inegável que as bicicletas elétricas possuem diversos recursos que facilitam, principalmente para as mulheres ciclistas praticarem o esporte com mais conforto. Sendo assim, eu quero ter a minha bike elétrica, para me auxiliar no desempenho em pedais específicos e ainda manter a minha antiga e ‘velha de guerra'”, afirma a fisioterapeuta.

Leia Também:  Julio Rocha pede o fim de fotos de mulheres nuas em oficinas de mecânica

A adesão, por parte do público feminino em geral, também tem chamado a atenção de Fátima. “Percebo que, nos pedais, cada vez mais ciclistas estão optando pelas bikes elétricas. No entanto, acredito que as vantagens possam ser bacanas tanto para quem realiza pedais de longas distâncias, como eu, quanto para quem realiza práticas esporádicas”, aponta a ciclista.

Para Somlo, a suposição de Fátima está correta. “Para viagens, as bikes elétricas são mais rápidas, ajudam em subidas e poupam o ciclista de muito esforço físico. Agora, para o dia a dia, elas são a opção mais prática, visto que, na maioria das vezes, a pessoa quer se locomover sem chegar cansado e suado no seu destino, logo, as bikes elétricas oferecem uma forma confortável e sustentável de fazê-lo”, finaliza o diretor da Elemovi veículos elétricos.

Fontes : Maurício Somlo, formado em ADM pela PUC-SP, possui pós-doutorado em Economia Criativa pela Belas Artes- SP e é sócio na Elemovi Veículos Elétricos; Fátima Martins, é fisioterapeuta e ciclista.

Fonte: IG Mulher

Propaganda

MULHER

Saiba como prevenir estrias e manchas na gravidez

Publicados

em


source
Saiba como prevenir estrias e manchas na gravidez
Reprodução: Alto Astral

Saiba como prevenir estrias e manchas na gravidez

Quando dizem que ao nascer um filho também se nasce uma mãe, não é mentira. A gravidez é um período onde a mulher passa por inúmeras mudanças, principalmente no corpo. A partir daquele momento, e ao longo dos nove meses, diversas modificações vão surgindo e exigindo novos hábitos e cuidados.

As alterações na pele são uma das principais durante a gestação e pedem um novo tratamento: hidratação . Embora hidratar o corpo seja importante independentemente de estar grávida ou não, nessa época, a pele precisa de ainda mais atenção, pois o momento é favorável para o surgimento de estrias, devido ao estiramento, e manchas — que podem surgir por questões hormonais e genéticas.

“Durante a gravidez, a hidratação torna-se muito importante por não garantir somente nutrição, como também manter a barreira da pele íntegra e saudável, protegendo contra manchas e aumentando sua elasticidade, o que poderá ajudar a prevenir estrias”, explica a dermatologista Hadassa Barros, parceira de Bio-Oil.

Leia Também:  Descubra os segredos do seu signo para arrasar na entrevista de emprego!

Leia Também

Além dessa prevenção, a médica destaca ainda que o ato de hidratar ajudará na renovação da pele. Afinal, ela sofrerá uma série de alterações hormonais antes, durante e após o nascimento do bebê. Para isso, vale apostar em bom hidratante corporal. “O produto deve conter ação emoliente, amaciando e suavizando a pele, e umectante, funcionando como um filme evitando a perda de água”, orienta Hadassa.

Dessa forma, a especialista indica que a hidratação aconteça duas vezes ao dia e relembra que o momento será também de autocuidado, beneficiando a futura mamãe nesse momento tão especial. Por isso, lembre-se de sempre consultar seu médico antes de iniciar o uso de alguma fórmula, pois nem todas as substâncias são liberadas para gestantes.

Fonte: Hadassa Barros, médica pós-graduada em Dermatologia e Medicina Estética pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde (INCISA), é membro da Skin of Color Society (SOCS) e parceira da Bio-Oil.

Leia Também:  Maria Mulambo: conheça a pombagira que protege casais em crise
Fonte: IG Mulher

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA