MULHER

Casal já tinha um filho, adota quatro e descobre gravidez de quádruplos

Publicados

em


source

Maxine e Jake Young, dos Estados Unidos, já tinham um filho quando passaram a cuidar de mais quatro crianças e decidiram adotá-las. Em meio a esse processo, o casal descobriu que Maxine estava grávida e, para a surpresa de todos, a gravidez era de quádruplos, somando uma família de nove crianças. 

casal com quatro filhos recém-nascidos
Reprodução/The Sun

Maxine e Jake após o nascimento dos quádruplos

Em entrevista ao site norte-americano WFMZ, Maxine conta que ficou surpresa principalmente porque seu primeiro filho foi fruto de uma fertilização in vitro. “Não pensei que pudesse engravidar sem fazer fertilização in vitro. Lembro de mandar uma mensagem ao Jake surpresa”, relata. 

A mãe fala que, embora tenham ficado muito animados com a notícia, ficaram preocupados. Afinal, seriam várias crianças para cuidar ao mesmo tempo. Para ajudá-los, assim que descobriram a gravidez, fizeram uma vakinha online para que pudessem receber ajuda para custear os cuidados com os nove filhos. 

Leia Também:  Mulheres indígenas criticam a fala de Bolsonaro na ONU sobre queimadas

Ao lembrar sua jornada com a maternidade, Maxine disse que sempre sonhou em ser mãe e ter uma grande família com filhos adotivos e biológicos. Ela deu à luz aos quatro bebês no final de julho deste ano, com apenas 32 semanas. Como nasceram prematuros, ainda estão no hospital e, felizmente, seguem saudáveis. 

Enquanto se preparam para dar às boas-vindas ao quadrigêmeos e começar a vida como uma família de 11 pessoas, Jake e Maxine dizem que estão nervosos e animados com a aventura que está para começar. “Felizmente, estamos todos muito bem e muito gratos”, diz Maxine. 

Fonte: IG Mulher

Propaganda

MULHER

Mulher usa orgasmos para controlar dor de doença crônica

Publicados

em


source

Quando a escritora britânica Hannah Shewan Stevans tinha 14 anos a coluna dela começou a doer. Era uma dor forte nas costas e que nunca mais a deixou; ao contrário, se intensificou com o passar dos anos. Em entrevista ao tabloide The Sun, ela contou que tentou todos os tipos de tratamento para conseguir suportar a dor, até descobrir que os orgasmos são a melhor solução. 

Mulher descobre que orgasmos ajudam a controlar a dor de doença crônica
Pexels

Mulher descobre que orgasmos ajudam a controlar a dor de doença crônica

Hannah disse sofrer há 12 anos com a doença crônica e ao longo desse tempo foi a diversos médicos e hospitais. Ela contou que nenhum deles acertava o diagnóstico e os tratamentos eram só remédios para passar a dor, que deixaram de fazer efeito com o tempo. A escritora contou que alguns médicos até duvidaram do que relatava e outros diziam que ela só estava em busca de receita para comprar os medicamentos. 

Foi somente aos 21 anos que ela teve a confirmação da doença: fibromialgia. “Por mais que o diagnóstico tenha sido um alívio, eu ainda me sentia perdida porque os analgésicos estavam fazendo menos efeito e não tinham me receitado nenhum outro tratamento para eu conseguir sobreviver”, relembra. 

Até que um dia Hannah estava com um companheiro e encontrou uma ajuda para seus problemas. “Eu tive um orgasmo explosivo que extinguiu a dor pela primeira vez em uns cinco anos. Ficar sem dor foi um sentimento tão estranho que demorou alguns minutos para eu entender o que estava acontecendo. Aquela sensação de normalidade era melhor que qualquer orgasmo que eu já tinha tido. Depois dessa descoberta milagrosa, eu passei dias explorando as possibilidades de prazer em um final de semana empolgante com aventuras sexuais”, ela contou.

A escritora disse que hoje ela consegue lidar com a dor da fibromialgia tendo dois orgasmos ao dia, um ao amanhecer e outro pela noite. Hannah combina eles com fisioterapia, exercícios e técnicas de mindfulness, para conseguir ter uma vida melhor e ficar livre dos remédios. “Eu sinto mais em casa no meu próprio corpo do que nunca antes”, garante. Ela também conta que a descoberta com os orgasmos fez bem para sua vida sexual. “Minhas expedições ao prazer revelaram que eu consigo alcançar oito tipos de orgasmo”, comenta.

Leia Também:  Mulher recebe salário do marido pelo trabalho como mãe
Fonte: IG Mulher

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA