MULHER

Conheça os benefícios da chia e entenda como ela pode agregar na sua alimentação

Publicados

em


source

Alto Astral

Conheça os benefícios da chia e entenda como ela pode agregar na sua alimentação
Reprodução: Alto Astral

Conheça os benefícios da chia e entenda como ela pode agregar na sua alimentação

Nessa altura do campeonato, você com certeza já ouviu falar sobre a semente de chia . O grão, que começou a se popularizar no Brasil em meados de 2014, já era consumido pelos nossos amigos mexicanos e guatemaltecos há milhares de anos.

E, se no Brasil, o motivo das sementinhas ovais terem entrado na moda foi o emagrecimento , saiba que os povos latino-americanos incluíam a chia na dieta por conta dos inúmeros benefícios que o grão pode trazer para o organismo. De acordo com Fernanda Cortez, médica pós-graduada em Nutrologia pela ABRAN (Associação Brasileira de Nutrologia), “as sementes de chia são consideradas um complemento nutricional por conta do alto teor de nutrientes”.

Dentre os muitos nutrientes presentes na chia, os principais são: ômega 3, fibras, proteínas, cálcio, fósforo e zinco. Essa gama de componentes faz com que a semente seja conhecida por ser um superalimento, como pontua Cortez.

Ok, mas e a parte boa? Bom, o superalimento também é um antioxidante, portanto, pode colaborar contra o envelhecimento precoce da pele, além de minimizar os efeitos dos radicais livres no organismo.

Cortez destaca que ao evitar a ação dos radicais livres, responsáveis por danificar a estrutura de diferentes células do corpo, “os antioxidantes ajudam a prevenir diversas doenças, como hipertensão, artrite, obesidade e até mesmo algumas doenças degenerativas como Parkinson e Alzheimer e alguns tipos de câncer”.

Leia Também:  Como cada signo se comporta no sexo

A semente também pode ser uma boa aliada para o controle da diabetes já que evita o aumento rápido da glicemia no corpo, fazendo com que a quantidade de açúcar no organismo seja controlada. Mas lembre-se: é essencial acompanhar a doença e seguir sempre orientações médicas.

Cortez ainda explica que, de fato, a chia pode ser utilizada para fins de emagrecimento, mas ela alerta que somente quando “aliada a uma alimentação saudável e a prática de exercícios físicos, a chia pode colaborar para a perda de peso”.

Por ser uma ótima fonte de fibras, a chia proporciona aquela sensação gostosa de saciedade. E isso ocorre porque, ao serem ingeridas, as sementes de chia absorvem a água do organismo e formam um gel, que, por sua vez, se expande e ocupa espaço no nosso sistema digestivo, fazendo a fome retornar mais lentamente. Cortez ainda faz um adendo dizendo ser “necessário ter certo cuidado com o consumo das sementes”, sendo muito importante manter-se hidratado ao consumir o grão – justamente por conta da formação do gel.

Leia Também:  O asteroide Neymar Jr. pode influenciar na Astrologia?

Você viu?

Fernanda Cortez recomenda o consumo de uma porção diária de duas colheres de sopa de chia, divididas em pequenas porções ao longo do dia.

Além de ser utilizada em cima da salada, no iogurte ou até mesmo por cima do arroz, a chia pode ser incorporada a diversas receitas, como o pão de chia e o bolo com chia . Porém, talvez a mais conhecida seja a do pudim de chia, que você pode conferir abaixo.

Pudim de chia

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de chia
  • ½ xícara de chá de leite de coco

Modo de preparo

Hidratar a chia com o leite de coco. Deixar em média 8 horas de molho.

A dica da chef Dani Faria Lima, especializada em alimentação saudável, é mexer a mistura antes de consumir e deixar por mais alguns minutos na geladeira. Você também pode acrescentar ao seu pudim frutas de sua preferência, como as vermelhas, kiwi e banana.

Consultoria: Fernanda Cortez, médica formada em Ciências Médicas pela Faculdade Santa Marcelina e pós-graduada em Nutrologia pela ABRAN (Associação Brasileira de Nutrologia), e Dani Faria Lima, chef especializada em alimentação saudável e formada pelo Natural Gourmet Institute, em Nova York, além de ex-aluna do chef Jamie Oliver, em Londres.

Fonte: IG Mulher

Propaganda

MULHER

Cozinha perfeita: veja 5 dicas para renovar a área

Publicados

em


source

Alto Astral

Cozinha perfeita: veja 5 dicas para renovar a área
Reprodução: Alto Astral

Cozinha perfeita: veja 5 dicas para renovar a área

Nada melhor do que reunir os familiares e amigos na cozinha para botar a mão na massa e colocar a conversa em dia, não é mesmo? Esse cômodo é a definição de união, aconchego e carinho, visto que é um lugar cheio de momentos inesquecíveis para a maioria das pessoas.

Porém, justamente por isso, vale pensar em todos os detalhes da cozinha com o intuito de proporcionar um espaço agradável e funcional, atendendo às necessidades de cada família . Desse modo, com a ajuda da arquiteta Alessandra Gandolfi, separamos algumas dicas para te ajudar a renovar a cozinha. Confira!

Praticidade

Foto: Marcelo Stammer

Cozinha e praticidade devem sempre andar juntas. Atualmente, o mercado oferece diversos acessórios que contribuem para a organização milimétrica de todos os cantos desse cômodo: desde organizadores de temperos, talheres, panelas , marcenarias planejadas com gavetões, basculantes, portas e gavetas vazadas, até divisórias estratégicas, lixos embutidos, torre de fornos, cooktops e muito mais.

Segundo Gandolfi, é necessário sempre optar pela eficiência. “Além disso, também é essencial utilizar materiais que sejam fáceis para a manutenção no dia a dia e que garantam a segurança do ambiente, como pisos não escorregadios e superfícies laváveis, por exemplo”, destaca a profissional.

Pense bem nas superfícies

Foto: Eduardo Macarios

Para cada estilo e necessidade, existe um tipo ideal de revestimento a ser aplicado em tampos e bancadas de cozinhas. Se você privilegia a otimização e a agilidade, o ideal são as superfícies ultracompactas, como o Dekton e o Laminatto. Além de não manchar, estes materiais sintéticos são modernos e contam com tecnologia para suportar o calor, sendo extremamente resistentes e duradouros.

Leia Também:  O asteroide Neymar Jr. pode influenciar na Astrologia?

Os Quartzos e Silestones são alguns dos minerais mais duros encontrados na Terra, ou seja, cumprem muito bem o desempenho esperado para as bancadas e ainda oferecem diversas cores em tons lisos que dialogam perfeitamente com o décor.

Os Granitos também são super funcionais e cumprem a função, são opções que atraem pelo custo benefício, porém têm uma estética bem característica que pode não harmonizar com o restante do projeto.

Para quem deseja variedade, o porcelanato pode ser uma ótima opção. Com diversas estampas, texturas e acabamentos, o material vem sendo muito usado na hora de revestir as bancadas, agregando praticidade na limpeza do dia a dia e durabilidade ao projeto. No entanto, a mão de obra para esse tipo de aplicação deve ser bem especializada par garantir o resultado desejado.

Por fim, os Mármores que são os menos indicados para esse tipo de composição, com exceção do Mármore Branco Paraná. Muito similar ao Granito em relação à resiliência, o Mármore Paraná é um material muito bonito que pode ser usado em cozinhas , desde que seja impermeabilizado.

Cores pontuais e iluminação

Você viu?

Foto: Marcelo Stammer

Para quem ama a proposta de um cenário mais colorido e marcante, a dica da arquiteta é trabalhar as cores em detalhes pontuais. “Isso deve ser tratado de forma estratégica para não destoar do resto da casa, principalmente se a cozinha for estruturada em um conceito aberto”, ressalta.

Leia Também:  Após imitar sotaque asiático em vídeo, Billie Eilish é acusada de racismo
Foto: Eduardo Macarios

Ademais, a iluminação também, sem dúvida, é o ponto-chave do cômodo! Ela pode alterar a cor dos alimentos e até mesmo influenciar diretamente no bem-estar de quem está no ambiente, por isso, é necessário utilizar uma luz geral que seja funcional, além de spots pontuais na área da bancada e nos locais de preparo das refeições.

Em segundo plano, pode ser criado uma iluminação indireta em nichos, rasgos em lugares estratégicos no intuito de gerar aquela sensação agradável de aconchego.

Eletros: tecnologia, conectividade e inovação

Foto: Nenad Radovanovic

Assim como em toda a casa , a cozinha também recebe muito investimento em tecnologia, conectividade e inovação.

É preciso ter em mente o formato que você deseja organizar seus utensílios e eletrodomésticos. Seja de forma aparente, deixando-os expostos como parte do décor , ou guardados em locais específicos. Não pense duas vezes ao abusar da imensa variedade de artigos que existem no mercado para facilitar a rotina.

Pense na cozinha como um todo

Shutterstock

O acompanhamento de um arquiteto é fundamental para que o resultado esperado possa atender com precisão a todas as particularidades de cada família . Com uma visão macro, esse profissional enxerga o todo, entregando melhores soluções técnicas, decorativas e operacionais.

Fonte: Alessandra Gandolfi, arquiteta

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA