MULHER

Conheça seu signo cármico e o que precisa ser aprendido

Publicados

em


source

João Bidu

undefined
Redação João Bidu

Conheça seu signo cármico e o que precisa ser aprendido

Você já ouviu falar sobre os signos na vida passada? Algumas religiões e filosofias dizem que reencarnar é a chance de reparar erros cometidos em vidas passadas. É como se cada pessoa renascesse com uma nova missão, para que as falhas anteriores possam ser reparadas. 

Outras creem que a alma retorna para suprir os frutos do seu carma – conjunto de consequências gerado pelos atos, durante a passagem das pessoas neste mundo. Em todas, a motivação para tal fenômeno costuma ser a mesma: a busca pela evolução espiritual. Além do seu signo solar, há outro, chamado signo do passado, dentro da Astrologia cármica, que é determinado pelo Nodo Lunar, ponto astrológico que revela os traços marcantes em outras encarnações e dá pistas sobre o carma que você carrega nesta vida. Conhecer esses traços e superar os desafios que herdou do passado são as tarefas que você tem que cumprir para encontrar o caminho de sua realização.

+Inscreva-se no Clube João Bidu e receba conteúdo exclusivo! Basta baixar o app do Telegram no seu celular e entrar neste Link !

De acordo com a sua data de nascimento, descubra na tabela abaixo qual é seu signo cármico:

tabela nodo lunar

Confira a mensagem correspondente para os signos na vida passada:

Signo cármico: ÁRIES 

Você traz de outras vidas o desejo de estar sempre na frente dos outros e esse espírito de competição pode atrapalhar suas relações pessoais e profissionais.Ser impulsivo(a) e egoísta são suas heranças mais difíceis que você tem de lidar agora. Desafios nesta vida: controle a ansiedade, o individualismo e a agressividade. Querer ganhar sempre e a todo custo pode ser um preço alto para seus relacionamentos. Reveja suas atitudes! 

Signo cármico: TOURO 

Você herdou de outras encarnações o apego aos bens materiais e a dificuldade de se adaptar a novas situações. Fracassos em outras vidas fazem com que você crie laços de dependência com as pessoas, o que prejudica a sua realização plena. Desafios nesta vida: aceite as mudanças com naturalidade. Não se prender aos bens materiais é o seu desafio dessa encarnação. Deixe conceitos ultrapassados de lado e abra-se mais para a sua realidade atual. 

Signo cármico: GÊMEOS

Você carrega consigo o fardo da inconstância. Tentando fazer tudo ao mesmo tempo e se aproximando de várias pessoas, acabou por não se aperfeiçoar ou por não se envolver profundamente com ninguém. Isso o(a) obriga a superar a falta de compromisso. Desafios nesta vida: perca o medo de assumir responsabilidades. Seja aceito(a) pelo que é e não através da imagem que passa aos outros. Na tentativa de mudar o tempo todo, ninguém sabe ao certo quem você é. 

Leia Também:  De micropigmentação à descoloração: conheça métodos para valorizar a sobrancelha

Signo cármico: CÂNCER  

Para esta vida, você trouxe o carma das carências. Dependeu dos outros para sentir-se seguro(a), deixando de voar com suas próprias asas. Agora, precisa se soltar mais, para não ficar preso(a) às garras do passado. Desafios nesta vida: não tenha medo de encarar as mudanças. Assumir erros, vibrar com os acertos e lutar pelo que deseja são os seus desafios. Deixe de criar vínculos de proteção com todos que convivem com você. 

Signo cármico: LEÃO 

Perdeu? Mostramos de Novo

Você traz o peso do egocentrismo de vidas passadas. Agora, tem de lidar com a sua vaidade, aprendendo a superá-la para ser feliz no presente. Sua missão é se desligar do seu ego e se voltar mais para o que acontece ao seu redor. Desafios nesta vida: invista em seu crescimento interior. Seja mais humilde,demonstre solidariedade, respeite as escolhas de quem convive com você e afaste preconceitos de seus pensamentos. 

Signo cármico: VIRGEM 

O excesso de disciplina e o perfeccionismo são características marcantes de suas existências anteriores. Precisará desapegar-se de sua rigidez para curtir a liberdade e aproveitar o que a vida pode lhe oferecer no presente. Desafios nesta vida: deixar de impor limites, aprender com as experiências sem sofrer e soltar suas emoções. Esses são os desafios que você tem para superar. Assim, abrirá mais espaço à sua espiritualidade. 

Signo cármico: LIBRA  

Das experiências do passado, você traz o fardo da indefinição, deixando de lutar pelos seus desejos e anulando as suas vontades em função dos outros. Além de ficar à mercê das pessoas, você também afetou sua autoestima e enfrentou crises depressivas. Desafios nesta vida: mostre que tem opinião própria e que não fica esperando a aceitação de ninguém. Tomar iniciativas e dar mais valor às suas necessidades são seus desafios. Não se anule! 

Signo cármico: ESCORPIÃO 

A perda é um dos carmas mais complicados que recebeu de outras vidas.Mudanças no passado deixaram você sem rumo, tendo que recomeçar do zero várias vezes. Outra herança é o forte impulso sexual, que pode dificultar o domínio de seus instintos. Desafios nesta vida: terá que lutar para controlar seus impulsos e investir em relações afetivas duradouras. Não sinta culpa se as coisas não saírem do jeito que quer. Nem tudo pode ser controlado! 

Leia Também:  Entenda a condição de risco no colo do útero de Lorena, esposa de Lucas Lucco

Signo cármico: SAGITÁRIO 

Em estágios anteriores, você sentiu muita dificuldade de se adaptar às exigências da sociedade. Fugiu de responsabilidades, lutou por sua liberdade, desprezando as regras e limitações impostas, o que acabou dificultando sua adaptação social. Desafios nesta vida: sua missão é aprender a se comunicar e expressar suas ideias. Continue cultivando a liberdade, mas sem criar barreiras que impeçam você de viver bem com as pessoas. 

Signo cármico: CAPRICÓRNIO 

Você traz de outras existências o culto ao respeito e à autoridade. Acostumou-se a dar a sua palavra como se fosse lei, impondo suas regras. Também buscou vantagens em tudo e deixou de lado os seus sentimentos para ter sucesso na vida profissional. Desafios nesta vida: para compensar a carga cármica, expresse mais seus sentimentos. Troque a vontade de controlar pelo prazer de dar afeto. Você recebeu muito no passado, agora chegou a vez de se doar. 

Signo cármico: AQUÁRIO 

Em suas vidas anteriores, você dedicou muito tempo aos outros, sacrificando as suas escolhas. Também se dispersou e deixou de se concentrar em si mesmo(a). Não tolerou limitações e cultivou a independência, afastando-se de responsabilidades. Desafios nesta vida: contenha seu ímpeto de independência para não ser vítima da solidão. Não se aprofundar em suas relações é algo que deve superar, assim como a exigência de atender os seus desejos. 

Signo cármico: PEIXES 

Você se iludiu muito em outras encarnações. Ao invés de enfrentar a realidade, preferiu criar fantasias, se afastando do que era prático e concreto. Desviou-se dos problemas o quanto pôde e dependeu dos outros, ficando, a cada decepção, mais frágil. Desafios nesta vida: encare tudo com perseverança e determinação. Seus maiores desafios serão se fortalecer e ser mais racional, ao invés de deixar-se levar tanto pelo seu coração generoso e por suas emoções. 

LEIA TAMBÉM:

Fonte: IG Mulher

Propaganda

MULHER

Amor e Limites: Criança também tem depressão

Publicados

em


source
Apesar de não ser tão comum quanto nos adultos, a depressão infantil existe e pode ser diagnosticada a partir dos 5 anos
FreePik/freepic.diller

Apesar de não ser tão comum quanto nos adultos, a depressão infantil existe e pode ser diagnosticada a partir dos 5 anos


A depressão infantil costuma ser diagnosticada a partir dos 5 anos de idade. Apesar de não ser tão comum quanto a depressão em adultos, o problema existe. Por isso é bom que os pais fiquem atentos. 

Para crianças pequenas, geralmente as causas da depressão são problemas familiares. Problemas que não são delas, mas que atingem as crianças de uma forma que elas não compreendem e que podem causar vários transtornos. Dentre esses transtornos está a depressão .


A criança tem dificuldade em lidar com sentimentos. Ela não sabe se expressar sobre o que esta sentindo, por esse motivo a depressão em crianças se manifesta através de sintomas físicos. 

Problemas conjugais, financeiros, excesso de cobrança dos pais sobre a criança, falta de contato próximo entre pais e filhos, morte de um ente querido, até mesmo de um animal de estimação, nascimento de um irmão e maus-tratos são exemplos de situações que acontecem dentro de um lar e que podem causar depressão em uma criança.

Leia Também:  Assim com Karol Conká, saiba qual o momento ideal de começar a terapia

 Depressão é um transtorno de humor – tristeza. Pais devem estar atentos ao que acontece com seus filhos diariamente:

 – mudança de humor

– alteração do sono

– baixa auto-estima

– falta de concentração para executar tarefas

– dores abdominais

Você viu?

– variação de peso

– isolamento

– cansaço

– falta de prazer na execução de tarefas que antes eram prazeirosas como brincar, jogar, ficar com amigos

– dores de cabeça

– tristeza

– irritabilidade

– manha

Todos os comportamentos ou sintomas acima, juntos ou separados, podem significar que seu filho tenha depressão. Mas não é tão simples; os sintomas devem permanecer por pelo menos um mês e devem ser analisados como um todo na mudança de comportamento da criança. 

A depressão pode ser chamada por diversos profissionais diferentes, por outras nomenclaturas como, transtorno, comportamento anormal, hiperatividade, desordem e outras denominações que significam uma mesma coisa: seu filho tem um problema e você tem que ajuda-lo a resolver.

Leia Também:  Escritora Carolina Maria de Jesus ganha título de Doutora Honoris Causa da UFRJ

Quando uma criança é diagnosticada com depressão, ela terá que ser tratada por um profissional, algumas vezes com medicamentos e também com terapia, mas a ajuda de pais, amigos e professores nesse momento é fundamental para estimular essa criança a inserir-se novamente em seu meio social e sentir prazer nisso.

Com acompanhamento médico, terapêutico e ajuda de quem esta próximo a criança pode se recuperar completamente em um período de tempo que vai depender de cada um, da assimilação que a criança tem do que esta sendo tratado. Como qualquer doença, para a depressão infantil, prevenção é o melhor remédio.

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA