MULHER

“Mãe cansada” é o termo líder de busca no Google

Publicados

em


source
Mãe cansada é termo líder de busca no Google
Foto de Ketut Subiyanto no Pexels

Mãe cansada é termo líder de busca no Google

“Mãe cansada”  é o termo líder de pesquisas no Google, de acordo com o próprio buscador. Desde 2015, a palavra “cansada”, no feminino, é mais buscada do que no masculino (“cansado”).  Com o início da pandemia, em 2020, o termo começou a vir acompanhado da palavra “mãe” ou “maternidade”.  O resultado por notícias, textos ou outros resultados mostram que o cansaço mental e psicológico é uma realidade maior nas mulheres, especialmente as mães .

“O que dizer para uma mãe cansada” é uma das frases mais buscadas no Google, que também demonstra que o pico de pesquisas foi em março – considerado o mês da mulher por celebrar o 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Uma das leituras que este dado oferece é que existem pessoas interessadas em melhorar a realidade das mães, abrindo espaço para conversas de como acolher estas mulheres.

As redes sociais têm impacto no crescimento deste diálogo, especialmente com pessoas desconhecidas e celebridades falando sobre maternidade real. As atrizes Giselle ItiéSamara FelippoCarolinie Figueiredo criaram a “segunda das exaustas” durante a pandemia, onde elas conversam sobre maternidade, maternidade solo, criação de filhos e outros assuntos. 

A não mais tão anônima Andressa Reis, moradora de Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, fala sobre criação respeitosa, amamentação, maternidade real, relacionamento e trouxe um novo significado para o “não fiz nada o dia inteiro”- uma sátira à frase que pessoas usam para falar sobre mulheres mães que trabalham em casa e cuidam dos filhos que ainda mamam.

Também existem marcas de roupas voltadas a abordar o tema da maternidade real, como a Mamahood Store, Punk is Dad Store e Mama Bird. Entre camisetas, canecas e tatuagens infantis, a proposta é trazer a reflexão sobre o cansaço materno e qual o papel da sociedade no que diz respeito à mães e crianças.





Fonte: IG Mulher

Propaganda

MULHER

Caso Gabby Petito: FBI diz que briga em restaurante é pista “muito importante”

Publicados

em


source
Influenciadora Gabby Petito
Reprodução/Instagram

Influenciadora Gabby Petito


O caso da morte da influenciadora Gabby Petito, de 22 anos, segue um mistério. A polícia analisa e seguem pistas para solucionar o crime que abalou os Estados Unidos. Gabby foi morta por estrangulamento .

Uma dessas pistas, considerada por uma especialista em comportamento do FBI como sendo das “mais importantes”, é a de uma briga que Gabby e o namorado, Brian Laundrie, de 23 anos, tiveram em um restaurante dias antes da jovem desaparecer, em 26 de agosto.

De acordo com uma testemunha chamada Nina Celie Angelo, o casal havia discutido calorosamente no restaurante Merry Piglet em Jackson, Wyoming. Em entrevista à ABC News, Nina afirma que Laundrie foi “agressivo” com os funcionários do restaurante, enquanto Gabby pedia desculpas a eles pelo comportamento do namorado.


Leia Também

“Parecia que eles estavam quase sendo expulsos”, disse Angelo, que estava sentada na mesa ao lado do casal na ocasião. “Não foi necessariamente entre eles, foi mais Gabby saindo abruptamente do restaurante chorando, e Brian estava evidentemente muito chateado, puto, eu diria. Poderia dizer que Gabby estava chateada, com raiva, e ele estava apenas sendo muito temperamental com os funcionários do restaurante”.

A Dra. Ann Wolbert Burgess, pioneira na Unidade de Ciência Comportamental do FBI, disse à Fox News que o suposto pedido de desculpas pelo comportamento do namorado no restaurante feito por Gabby pode ser um indicativo do trágico destino que a esperava.

Relembre o caso

Gabby Petito desapareceu enquanto fazia uma viagem com o noivo, Brian Laundrie, principal suspeito do crime. Até o momento ele está desaparecido. Acredita-se que ela foi morta entre 3 e 4 semanas antes do corpo ser encontrado.

O médico legista responsável pelo caso, Brent Blue, não divulgou informações detalhadas sobre o caso, como se Gabby Petito foi morta no local onde o corpo foi encontrado ou se foi estrangulada manualmente ou com algum objeto. Ele disse que tratam-se de informações confidenciais.

Leia Também:  Guia da esfoliação: tire todas as suas dúvidas sobre a técnica

O corpo de Gabby Petito foi encontrado no Parque Nacional Grand Teton, Wyoming, em 19 de setembro. A blogueira deixou de fazer contato com a família desde o fim de agosto. Ela estava viajando pelos Estados Unidos de van, na companhia do noivo, Brian Laundrie, que voltou pra casa sozinho, desaparecendo em seguida. Ele é considerado foragido. 

O funeral de Gabby ocorreu no dia 26 de setembro, mas sem os restos mortais, que ainda não foram liberados pelo FBI .

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA