MULHER

Magia das velas para encontrar um amor

Publicados

em


source

João Bidu

Magia das velas para encontrar um amor
Redação João Bidu

Magia das velas para encontrar um amor

Por que deixar a solidão tomar conta da sua vida? Dividir sonhos, experiências e até tristezas faz parte do crescimento espiritual humano e traz um prazer danado. Porém, muita gente optou por ficar só, muito mais por decepções e desilusões do que por falta de oportunidade.

É bem verdade que a maior parte das pessoas não foi educada para ter relacionamentos felizes, equilibrados e desafiadores. Fomos, sim, criados para construir famílias seguindo sempre um mesmo modelo. Mas, se somos todos diferentes, com histórias, olhares, crenças e objetivos muito particulares, como exigir que a mesma receita funcione para todos os casais?

Ora, nem preciso dizer que um casal de dois arianos tem uma dinâmica totalmente diferente daquele de dois virginianos. Isso sem mencionar as diferenças influenciadas por outros planetas que compõem nosso  Mapa Astral ; Lua, Vênus, Marte e demais astros e aspectos entre si.

Para ter um bom relacionamento é preciso ter autoconhecimento  – e nesse ponto a Astrologia pode ajudar. Também é importante ter autoestima  e paciência. E juntando tudo isso, é necessário saber qual é o seu propósito de vida, quais valores são importantes para você e quais qualidades são indispensáveis em um amor para a sua vida.

Leia Também:  Rihanna coloca mansão à venda; veja fotos e valor

Obviamente você nunca vai conhecer a pessoa dos seus sonhos; ela só existe na sua imaginação. Todo mundo que você conheceu e vai conhecer carrega muita luz e sombra consigo. As situações que a pessoa viveu fazem com que ela traga mais seu lado sombrio ou seu lado luminoso.

Quando  simpse pensa em um relacionamento, não dá para aceitar qualquer coisa, mas também não se pode exigir o impossível. Então, para fazer a magia das velas para conseguir um amor, o ideal é que você esteja bem consigo mesmo(a) – desejando um(a) companheiro(a), não uma muleta – e certa(o) do que é melhor e mais importante para você.

Você viu?

Magia das velas para um novo amor

Em uma Lua Nova, separe uma vela cor-de-rosa e outra vermelha. Besunte-as com mel. Em um papel, escreva as qualidades que você espera encontrar em um par – sejam elas físicas ou emocionais e espirituais. Coloque a folha embaixo de um prato branco, novo.

Acenda as velas mentalizando que as chamas delas trarão a pessoa que você espera. Comprometa-se também a ter as mesmas qualidades que você espera no outro, afinal, a magia trabalha com sintonia. Peça a Santa Bárbara que traga o(a) pretendente. Depois que a vela acabar, guarde o papel em um livro que você goste muito, que pode ser um romance ou um livro que te faz ficar bem.

Leia Também:  Luisa Mell faz cirurgia reparadora e comenta sobre comida de hospital

Depois disso, não pense mais no assunto; o Universo irá trabalhar para criar os caminhos desse encontro.

LEIA TAMBÉM:

Fonte: IG Mulher

Propaganda

MULHER

Preceitos espíritas: saiba quais são as orientações dessa doutrina

Publicados

em


source
Preceitos espíritas: saiba quais são as orientações dessa doutrina
Redação João Bidu

Preceitos espíritas: saiba quais são as orientações dessa doutrina

O espiritismo aconselha, mas dificilmente haverá uma regra de pecado e punição, ou sacrifício e recompensa imposta aos que frequentam os centros, locais onde se escuta a palavra cristã (sim, Jesus tem mais a ver com o espiritismo do que você imagina) e é estimulada a reflexão com base no evangelho. São cinco os preceitos espíritas:

JÁ CONFERIU O HORÓSCOPO DE HOJE NO SITE DO JOÃO BIDU? VEJA AS TENDÊNCIAS ASTRAIS PARA O SEU SIGNO!

1. Existência de Deus

“Ele é o criador, causa de todas as coisas, a suprema perfeição, com todos os atributos que a nossa imaginação lhe possa atribuir, e muito mais”.

2. Imortalidade da Alma

“Somos espíritos, filhos de Deus. O espírito é o princípio inteligente do universo, criado por Deus, simples e ignorante, para evoluir e realizar-se individualmente pelos seus próprios esforços. Como espíritos, já existíamos antes de nascermos e continuaremos a existir, depois da morte física. Quando o espírito está na vida do corpo, dizemos que é uma alma ou espírito encarnado. Quando nasce para este mundo, dizemos que reencarnou; quando morre, diz-se que desencarnou. Desencarnado, volta ao plano espiritual ou espiritualidade, de onde veio ao nascer”.

Leia Também:  8 dicas para manter os vidros e espelhos da sua casa limpos!

3. Pluralidade das Existências

“O espírito é quem decide e cria o seu próprio destino, dotado de livre-arbítrio, ou seja, capacidade de escolher entre o bem e o mal. Desse modo, ele tem possibilidade de se desenvolver, evolucionar, aperfeiçoar-se, de tornar-se cada vez melhor, mais perfeito, como um aluno na escola, passando de uma série para outra, através dos diversos cursos. Essa evolução requer aprendizado, e o espírito só pode alcançá-la encarnando no mundo e desencarnando, quantas vezes necessárias, para adquirir mais conhecimentos, através das múltiplas experiências de vida. Pela misericórdia divina, somos nós os articuladores do próprio destino, por vezes necessitando de sofrimentos que nos instigam à melhora e crescimento, pela lei da ‘ação e reação’”.

4. Pluralidade dos Mundos Habitados

“Nem todas as encarnações se verificam na Terra. Existem mundos superiores e mundos inferiores ao nosso. Quando evoluirmos, poderemos renascer num planeta de ordem elevada. A Terra é um mundo de categoria moral inferior, haja vista o panorama lamentável em que se encontra a humanidade. Contudo, ela está sujeita a se transformar numa esfera de regeneração, quando os homens se decidirem a praticar o bem e a fraternidade reinar entre eles”.

Leia Também:  Luisa Mell faz cirurgia reparadora e comenta sobre comida de hospital

5. Comunicabilidade dos Espíritos

“Os espíritos são seres humanos desencarnados. Eles são o que eram quando vivos; bons ou maus, sérios ou brincalhões, trabalhadores ou preguiçosos, cultos ou medíocres, verdadeiros ou mentirosos. Eles estão por toda parte. Não estão ociosos. Pelo contrário, eles têm as suas ocupações, como nós, os encarnados, temos as nossas”.

LEIA TAMBÉM

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA