MULHER

Menino que descobriu que areia da praia não é farofa tem até Instagram

Publicados

em


source
Kalel descobrindo que a areia da praia não é farofa
Reprodução/Instagram

Kalel descobrindo que a areia da praia não é farofa


O vídeo em que um garotinho diz que adorou a praia viralizou no Twitter recentemente. Na gravação,  Kalel , diz que o local tem muita farota — se referindo à areia. “Pai, eu adorei a praia, tem muita farofa”, diz o garotinho, que ficou tão famoso nas redes que tem até um Instagram próprio.

Imediatamente, o pai, que está atrás das câmeras, corrige a criança. “Isso é areia , Kalel!”. O menino, fazendo cara de surpreso, questiona: “Não pode comer não?”. Em seguida, Kalel fica sério, engole seco e o vídeo acaba.

No Twitter, os internautas estão simplesmente encantados com a fofura e espontaneidade de Kalel. O sucesso foi tanto, que agora o garotinho tem um Instagram. O perfil @kaelsturne já conta com quase 40 mil seguidores. 


Veja a reação ao vídeo em que Kalel confunde a areia da praia com farofa:










Fonte: IG Mulher

Leia Também:  Acidente com dispositivo para chá de revelação mata futuro pai
Propaganda

MULHER

Amor e Limites: Criança também tem depressão

Publicados

em


source
Apesar de não ser tão comum quanto nos adultos, a depressão infantil existe e pode ser diagnosticada a partir dos 5 anos
FreePik/freepic.diller

Apesar de não ser tão comum quanto nos adultos, a depressão infantil existe e pode ser diagnosticada a partir dos 5 anos


A depressão infantil costuma ser diagnosticada a partir dos 5 anos de idade. Apesar de não ser tão comum quanto a depressão em adultos, o problema existe. Por isso é bom que os pais fiquem atentos. 

Para crianças pequenas, geralmente as causas da depressão são problemas familiares. Problemas que não são delas, mas que atingem as crianças de uma forma que elas não compreendem e que podem causar vários transtornos. Dentre esses transtornos está a depressão .


A criança tem dificuldade em lidar com sentimentos. Ela não sabe se expressar sobre o que esta sentindo, por esse motivo a depressão em crianças se manifesta através de sintomas físicos. 

Problemas conjugais, financeiros, excesso de cobrança dos pais sobre a criança, falta de contato próximo entre pais e filhos, morte de um ente querido, até mesmo de um animal de estimação, nascimento de um irmão e maus-tratos são exemplos de situações que acontecem dentro de um lar e que podem causar depressão em uma criança.

Leia Também:  Conheça os benefícios da berinjela para o corpo

 Depressão é um transtorno de humor – tristeza. Pais devem estar atentos ao que acontece com seus filhos diariamente:

 – mudança de humor

– alteração do sono

– baixa auto-estima

– falta de concentração para executar tarefas

– dores abdominais

Você viu?

– variação de peso

– isolamento

– cansaço

– falta de prazer na execução de tarefas que antes eram prazeirosas como brincar, jogar, ficar com amigos

– dores de cabeça

– tristeza

– irritabilidade

– manha

Todos os comportamentos ou sintomas acima, juntos ou separados, podem significar que seu filho tenha depressão. Mas não é tão simples; os sintomas devem permanecer por pelo menos um mês e devem ser analisados como um todo na mudança de comportamento da criança. 

A depressão pode ser chamada por diversos profissionais diferentes, por outras nomenclaturas como, transtorno, comportamento anormal, hiperatividade, desordem e outras denominações que significam uma mesma coisa: seu filho tem um problema e você tem que ajuda-lo a resolver.

Leia Também:  Fim do azar! 5 simpatias para superar problema financeiro

Quando uma criança é diagnosticada com depressão, ela terá que ser tratada por um profissional, algumas vezes com medicamentos e também com terapia, mas a ajuda de pais, amigos e professores nesse momento é fundamental para estimular essa criança a inserir-se novamente em seu meio social e sentir prazer nisso.

Com acompanhamento médico, terapêutico e ajuda de quem esta próximo a criança pode se recuperar completamente em um período de tempo que vai depender de cada um, da assimilação que a criança tem do que esta sendo tratado. Como qualquer doença, para a depressão infantil, prevenção é o melhor remédio.

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA