MULHER

Mulher descobre traição ao ler sobre casamento do ex no jornal

Publicados

em


source

A dançarina Nikyta Moreno viu seu casamento acabar de uma hora para a outra em 2017. Ela ficou muito tempo sem entender o porquê do marido ter pedido o divórcio, até que se deparou com uma matéria no New York Times em 2019. O jornal estadunidense publicou uma notícia anunciando o novo casamento do ex dela, o empresário Robert Palmer, e assim Nikyta descobriu que tinha sido traída. 

Nikyta Moreno descobriu que foi traída ao ler o jornal
Pexels

Nikyta Moreno descobriu que foi traída ao ler o jornal

Segundo o tabloide The Sun, Robert e Nikyta se conheceram em 2013. Depois de pouco tempo, eles já foram morar juntos e, após 2 anos, se casaram no civil. Em 2017, o casal estava organizando uma festa de casamento que ocorreria em setembro, mas em março o empresário pediu o divórcio, que saiu oficialmente em janeiro do ano seguinte. 

Foi somente após ver a reportagem do New York Times que a dançarina descobriu a verdade sobre o próprio término. O jornal contou a história de amor entre Robert e a nova esposa dele, Lauren Maillian, na qual ele diz que os dois começaram a se relacionar em janeiro de 2017, quando o empresário ainda era casado.

“Agora, graças ao anúncio desse casamento eu entendo o que mudou em tão pouco tempo. Ele conheceu outra mulher”, falou Nikyta ao The Sun. A moça ainda revelou que estava grávida quando o ex pediu o divórcio, mas perdeu o bebê dois meses depois devido ao estresse. A dançarina disse que quando ligou para o ex do hospital ele não foi visitá-la. “Eu simplesmente queria que ele tivesse me contado a verdade”, desabafa. 

Já Robert diz que ficou surpreso com as alegações da ex. “Nikyta e eu nos separamos e os dois concordaram em um divórcio amigável. Isso tudo é uma surpresa para mim e eu nunca soube que ela tinha algum problema com isso. Eu estou feliz com a minha família e desejo o melhor para Nikyta”, ele declarou.

Leia Também:  Horóscopo do dia: previsões para 28 de setembro de 2020
Fonte: IG Mulher

Propaganda

MULHER

Jessika Alves fala sobre a realidade por trás das fotos do feed do Instagram

Publicados

em


source
Jessika Alves faz uma live com o iG nesta segunda-feira
Divulgação

Jessika Alves faz uma live com o iG nesta segunda-feira


Jessika Alves começou na carreira na temporada de “Malhação” de 2009. Atualmente, ela está na Record TV, onde já atuou em “Os Dez Mandamentos”, fará parte do elenco de “Gênesis” e está no ar como Maria de Betânia na reprise de “Jesus”. Além de atriz, ela tem usado suas redes sociais para produzir conteúdos sobre autoaceitação.

Recentemente, Jessika fez um vídeo para mostrar como a pressão estética afeta, principalmente, as mulheres. “Depois de algumas fotos de biquíni e muitos comentários sobre perfeição, achei que seria bom colocar esse vídeo onde apareço como sou, sem edição, pose, melhor ângulo, etc…”, escreveu a atriz na legenda, com o intuito de empoderar suas seguidoras e seguidores.


Em live para o iG, ela, que é adepta da boa alimentação e exercícios físicos, disse que se empenhou em seguir treinando dentro de casa na pandemia, mas que entendeu o seu limite. “Teve períodos que disse: ‘não tô conseguindo, não tô a fim de malhar'”, admite. 

“Eu sempre abordei um pouco isso. Eu vendo um padrão estético e trabalho com a minha imagem. Mas, ao mesmo tempo, sei o quanto isso faz mal para outras pessoas e o quanto isso faz mal para mim mesma”, conta. Jessika ainda revela que já sofreu com dietas malucas porque a pressão estética tinha um peso muito grande para ela.

Ela conta que assim que começou a sua carreira, aos 18 anos, não tinha tantos cuidados com o corpo. Na rotina agitada de gravação para “Malhação”, ela acabou engordando um pouco e um comentário de que ela estaria “bochechuda” a afetou profundamente. Por isso, a atriz acabou desenvolvendo bulimia e ficou muito magra. “Eu só recebia elogios, mas por dentro estava acabada”, admite.

“Deixei de ter esse disturbio, mas tive carbofobia”, conta ela, que desenvolveu uma espécie de fobia de alimentos que pudessem a engordar. Jessika conta que sua relação com a comida tem ficado melhor mais recentemente, mas tudo faz parte de um processo. “Só entendi isso quando parei de buscar essa perfeição. Não preciso do corpo perfeito, preciso de um corpo com o qual eu me sinta bem”, conta, explicando que esse é um exercício diário que leva para a vida.


Fonte: IG Mulher

Leia Também:  Mulheres contam os piores momentos que viveram na hora do sexo
Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA