MULHER

Pastora se assume bissexual e começa a vender fotos nuas: “Me senti mais santa”

Publicados

em


source

A americana Nikole Mitchell cresceu em um ambiente conservador no qual não conseguia explorar sua sexualidade. Ela casou, teve três filhos e acabou virando pastora, mas percebeu que aquilo não a preenchia e decidiu mudar de vida e, nesse processo, ela se descobriu bissexual. Aos 36 anos, ela está solteira e realizada vendendo fotos e vídeos de nu explícito em uma rede social.

Nikole Mitchell como pastora e como stripper
Reprodução

Nikole Mitchell deixou a vida de pastora para vender fotos e vídeos eróticos

“Desde muito jovem, eu fantasiava ser uma stripper, mas fui doutrinada a acreditar que meus desejos e meu corpo eram pecaminosos e maus por natureza”, contou Nikole em entrevista ao New York Post. Por influência da família, ela apostou tudo na religião e se tornou pastora, mas mesmo assim era vista como a ovelha negra da família.

“Aprendi que as mulheres não podem liderar e que devem estar na cozinha e com as crianças. Embora isso fosse contra tudo o que me disseram, decidi me tornar pastora por causa do meu desejo de apresentar as mulheres”, afirmou Nikole que buscou a igualdade de gênero dentro da sua fé.

Leia Também:  Maquiagem monocromática: descubra a versatilidade das cores

Casada e com três filhos, que atualmente estão com 10, 7 e 4 anos, a então pastora acreditava ser heterossexual. Tudo mudou quando ela assistiu a uma peça de teatro com temática LGBTQI+.  “Eu fiquei tipo ‘oh meu Deus, eu não acho que sou hétero’ e isso abalou meu mundo”, disse Nikole que sabia que ao se assumir bissexual “perderia tudo porque a igreja não acolhe pessoas queer”.

De repente, ela sentiu como se estivesse vivendo uma vida dupla, lutando para manter sua sexualidade em segredo. Foi então que ela abandou a igreja e meses depois fez um vídeo no YouTube fazendo um desabafo. Diante da reconstrução de sua vida, ela se perguntou o que viria a seguir.

Uma nova vida 

A ex-pastora decidiu que era hora de explorar seus desejos sexuais e se inscreveu em uma aula para chamada “Sexpress You” para aprender a como se soltar e, logo, fez sua primeira sessão de fotos nuas. “Chorei porque nunca me senti mais santa e sagrada em minha vida. Nunca me senti tão sexy e livre”, lembrou.

Leia Também:  Lente de contato dental: conheça o procedimento feito pelo cantor Kevinho

Sentido que tinha vocação para ser uma modelo erótica, Nikole passou a usar uma rede social adulta para vender fotos e vídeos em que aparece nua. “Eu comecei muito tímida, apenas com fotos de topless, mas agora estou no ponto em que atendo pedidos pessoais e faço vídeos sob medida para realizar os desejos específicos das pessoas”, contou a americana que antes da pandemia chegou a “receber milhares de dólares para fazer sexo” com outras pessoas.

Com uma nova vida, ela se mudou para Los Angeles, se divorciou do marido e diz que está mais feliz do que nunca. “Cada pessoa tem o direito de se expressar da maneira que for melhor para ela e essa é a melhor maneira para mim”, concluiu a americana que sente que ficar nua é tão sagrado quando ser pastora.

Fonte: IG Mulher

Propaganda

MULHER

Dia das Bruxas: 5 filmes de bruxas para ver

Publicados

em


source

João Bidu

undefined
Ana Melo

Dia das Bruxas: 5 filmes de bruxas para ver

Dia 31 de outubro se comemora o Halloween, o Dia das Bruxas, e mesmo que não seja uma tradição brasileira, é uma data legal para estimular a criatividade com as crianças e fazer algo bacana com os amigos. 

Agora que estamos em momento de pandemia e muitos lugares ainda estão com restrições, a melhor opção é fazer algo em casa, fazer uma ligação de vídeo com os amigos e com os parentes que estão distantes. Pensando nisso, selecionamos 5 filmes clássicos de bruxas para assistir neste dia 31.

+Inscreva-se no Clube João Bidu e receba conteúdo exclusivo! Basta baixar o app do Telegram no seu celular e entrar neste LINK .

Abracadabra (1993)

A história começa a partir do momento que o jovem Max Dennison volta para Salém, Massachusetts, e explora a antiga casa abandonada da cidade, libertando três bruxas. O clássico que toda criança da década de 90 cresceu assistindo, continua sendo bastante divertido para ver em família. 

Leia Também:  Desenvolva autoliderança aplicando astrologia

Jovens Bruxas (1996)

Sarah se muda para Los Angeles e na nova escola se enturma com um grupo de meninas bastante peculiar. As três garotas são praticantes de magia e ocultismo e são conhecidas justamente por isso. O filme se desenrola com a relação de Sarah com essas meninas. Mais um dos clássicos quando se fala de bruxas, vale a pena rever ou dar uma espiada pela primeira vez!

Da Magia à Sedução (1998)

O filme acompanha as irmãs Sally e Gillian Owens, de uma linhagem de bruxas que carregam uma maldição como herança que veio de uma de suas ancestrais. O filme mistura fantasia e romance e é uma ótima opção para quem quer algo mais descontraído. O elenco conta com Sandra Bullock e Nicole Kidman como as duas irmãs protagonistas.

A Bruxa (2015) 

Uma família extremamente religiosa sai de Londres e vai morar em uma fazenda distante da região urbana. Um dia, o filho mais novo some enquanto estava aos cuidados da irmã mais velha. O filme do diretor Robert Eggers é bastante elogiado pelos amantes de terror e o longa não tem “jump scare” , a famosa técnica para assustar o telespectador. 

Leia Também:  Maquiagem monocromática: descubra a versatilidade das cores

Hereditário (2018)

Outro filme bastante apreciado pelos amantes do gênero terror, Hereditário conta a história da família Graham que começa a descobrir algumas coisas da recém falecida avó e o clima entre a família piora cada dia mais. O filme se diferencia entre outros filmes do gênero, é complexo e inesquecível.

LEIA TAMBÉM:

Conto da Baba Yaga: a bruxa mais famosa do leste europeu

As histórias mais famosas de mulheres acusadas de bruxaria

Dia da bruxas: a fantasia ideal de cada signo

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA