MULHER

Pets e decoração: saiba como adaptar a casa para o conforto dos animais

Publicados

em


source

Alto Astral

undefined
Reprodução: Alto Astral

Pets e decoração: saiba como adaptar a casa para o conforto dos animais

Foi-se o tempo em que lugar de animal de estimação era apenas no quintal, não é mesmo? Cada vez mais os pets invadem as nossas casas, assim como os nossos corações. Por isso, é fundamental que a decoração dos cômodos seja pensada de acordo com o bem-estar e segurança dos nossos maiores companheiros.

Reunimos um time de arquitetas para trazer as melhores dicas de limpeza, organização e praticidade para um lar adaptado para os bichinhos . Seguindo algumas estratégias inteligentes, seu melhor amigo fará parte da família ainda mais. Descubra como!

7 dicas para adaptar a casa para o conforto dos animais

Pets e decoração: saiba como adaptar sua casa para o conforto dos animais
Foto: Shutterstock

Adaptação e segurança

A primeira dica de reforma e decoração é considerar espaços específicos para o descanso, alimentação e necessidades fisiológicas dos pets. Para facilitar o acesso, passagens adaptadas podem ser instaladas nas portas. “Para quem mora em apartamentos ou sobrados, é imprescindível investir em redes de proteção nas janelas e varandas”, enfatiza a arquiteta Ana Yoshida.

Piso certo

Outro fator a ser levado em consideração é a praticidade do piso escolhido, já que precisará ser limpo com frequência na presença do bichinho. “Se um cliente demonstra interesse por um piso de madeira, sugerimos repensar a escolha, pois o material sofre com os arranhões, deteriora com a acidez da urina dos animais e limita o processo de limpeza , visto que não pode ser lavado” explica a arquiteta Beatriz Ottaiano.

A mesma restrição serve para o piso laminado, que estraga com a umidade. Entre as opções viáveis, o porcelanato aparece como o tipo de revestimento que atende os mais variados estilos de decoração, devido ao grande número de acabamentos disponíveis – amadeirados, marmorizados, aqueles que imitam concreto, entre outros. Além disso, pode ser limpo com facilidade. 

Leia Também:  Previsões Numerológicas para Dezembro

Revestimento das paredes

Faz parte do comportamento dos animais de estimação o hábito de esfregar o corpo nas paredes da casa. O mercado oferece inúmeras opções de tintas acrílicas laváveis e que facilitam a faxina. Sobre a escolha das cores, as mais escuras são fortes aliadas, pois ajudam a disfarçar a sujeira e, no caso de papel de parede, as versões de vinil podem ser facilmente higienizadas com um pano úmido.

Móveis e decoração

Pets, principalmente os mais bagunceiros, podem fazer uma zona na decoração da casa. Assim, acabam atingindo objetos, danificando os itens e até provocando acidentes. É aconselhável utilizar estantes fechadas! No caso de gatos , que adoram subir nos móveis, a marcenaria pode ser pensada para proporcionar um maior grau de dificuldade nessa escalada.

Também é importante considerar, tanto para as cadeiras quanto sofá, a impermeabilização ou blindagem do tecido para driblar qualquer imprevisto e evitar manchas. Cortinas de linho ou  voil  não são boas opções e devem ser descartadas, pois desfiam com facilidade. Pensando em durabilidade, persianas de rolo são as mais indicadas. Em relação aos tapetes, a sugestão é escolher um modelo produzido com fibras sintéticas de vinil e poliéster, que são laváveis e apresentam a trama totalmente fechada.

Casinhas para pets

Em casas ou apartamentos, não há necessidade de incluir a estrutura de uma casinha completa para os pets na decoração. “Geralmente, elegemos estofados posicionados em um cantinho” ,  diz Ana. Para quem tem uma boa área externa e pretende construir um espaço só para o cachorro , um ótimo material é o pistão, que propicia uma limpeza facilitada e permite que o ambiente fique mais arejado. Caso seja possível, vale construir a casinha sobre uma base de alvenaria, favorecendo a lavagem da área.

Leia Também:  As melhores orações de gratidão a Deus
Pets e decoração: saiba como adaptar sua casa para o conforto dos animais
Foto: Shutterstock

Praticidade no dia a dia

Para deixar tudo mais organizado e facilitar a rotina, uma dica de decoração é manter todos os objetos dos pets em um único local. Se possível, a guia/coleira, garrafinha de água e sacos higiênicos podem ser guardados próximos à porta de casa , de maneira a agilizar os passeios. Já os brinquedos do animal podem ser armazenados em uma única caixa ou cesto de fácil acesso.

Quanto à alimentação, é importante deixar os potes de comida e água em ambientes estratégicos. Dê preferência para os locais em que o animal permanece por mais tempo, de acordo com a disponibilidade de espaço do seu lar. Isso incentivará hábitos mais saudáveis e ajudará a criar uma rotina.

Hora da brincadeira

Especialmente se o seu pet passa muito tempo sozinho em casa, é fundamental investir em alguns objetos para ele brincar nesses momentos. As opções de brinquedos no mercado são infinitas e, além de entreter o bichinho, ainda ajudam a não comprometer a decoração. Fica a dica!

Consultoria: Daniele Okuhara e Beatriz Ottaiano, da Doob Arquitetura, São Paulo (SP); Ana Yoshida, do escritório Ana Yoshida Arquitetura e Interiores, São Paulo (SP) | Edição: Milena Garcia e Renata Rocha

Fonte: IG Mulher

Propaganda

MULHER

Quais frutas os animais podem comer? Descubra as melhores opções

Publicados

em


source

Alto Astral

undefined
Reprodução: Alto Astral

Quais frutas os animais podem comer? Descubra as melhores opções

Você sabia que incluir frutas na alimentação dos animais é uma ótima opção para a saúde e bem-estar dos bichinhos? Apesar de deixar muitas pessoas com o pé atrás, incluir esses alimentos no cardápio dos pets é recomendado por profissionais para o auxílio de uma dieta mais saudável e balanceada. Para solucionar todas as dúvidas sobre a questão, a veterinária Vivian Marcon explicou quais as frutas devem ser incluídas ou evitadas no cardápio dos animais.

“Cães e gatos representam um importante papel na vida dos seres humanos, em virtude das estreitas relações de companhia e afeto. Desse modo, cada vez mais são considerados membros da família e, como tal, é importante fornecer aos animais alimentos de alta qualidade , que atendam suas necessidades nutricionais e que promovam bem-estar e longevidade”, explica a especialista. Saiba mais!

Veja quais são as melhores opções de frutas para incluir na alimentação dos animais

Quais frutas os animais podem comer? Descubra aqui as melhores opções
Foto: Shutterstock

Benefícios na alimentação

De maneira geral, as frutas são ótimas opções para incluir na alimentação dos animais, já que além de menos calóricas que os petiscos artificiais, também são ricas em vitaminas e nutrientes indispensáveis para a saúde. A recomendação é introduzir os alimentos como um “lanchinho” ou mesmo nas refeições principais dos pets – sempre com moderação, é claro!

Leia Também:  As melhores orações de gratidão a Deus

Frutas mais indicadas para os animais

Entre as opções que devem fazer parte do cardápio do seu animalzinho estão maçã, morango, goiaba, pêra e manga. Além disso, caqui, kiwi, manga, caju e melão também são bem-vindos.

Por fim, mas não menos importante, a banana é um das frutas mais indicadas para o consumo dos animais. “A banana é rica em potássio, fibras e uma ótima fonte energética. Ela auxilia no sistema imunológico e na função intestinal, devendo ser fornecida sem a casca e em pequenas quantidades”, explica a veterinária.

Frutas proibidas para os animais

Enquanto algumas frutas proporcionam diversos benefícios à alimentação dos pets, outras devem ser evitadas para garantir a saúde e bem estar desses animais , evitando alergias ou intolerância à alguma substância do alimento. Você deve passar longe de abacaxi, abacate, laranja, carambola, limão e uva.

Cuidados necessários

A especialista afirma que, assim como os alimentos industrializados, como rações e petiscos, é fundamental consultar as orientações de um médico veterinário antes de inserir as frutas no cardápio dos animais. Apenas um profissional especializado será capaz de analisar a saúde do pet e recomendar as opções mais benéficas para cada raça.

Leia Também:  Pink e laranja serão tendência fortes na maquiagem de verão; veja como usar

Além disso, existem alguns cuidados fundamentais na hora de oferecer o alimento ao seu bichano. Entre eles estão a necessidade de lavar bem as frutas, retirar sementes e cortar o ingrediente em pedaços adequados ao porte do seu cachorro ou gato. Fica a dica!

Consultoria: Vivian Marcon, veterinária | Texto: Redação Alto Astral | Edição: Milena Garcia

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA