NACIONAL

Bebê nasce dentro do elevador de maternidade; policiais ajudam no parto

Publicados

em


source
Policiais e mulher, logo após ter o bebê
Reprodução/PMMT

PMs escoltaram a gestante até o hospital e auxiliaram no parto dentro do elevador, em MT

Nesta quinta-feira (10) , dois policiais, cabo Crispim e soldado Bruno, faziam patrulhamento na área central de Várzea Grande , região metropolitana de Cuiabá, em MT , quando um homem pediu ajuda para levar a mulher – já em trabalho de parto – ao hospital. O bebê acabou nascendo no elevador da maternidade.

Os policiais contam que estavam na viatura e avistaram o motorista de um veículo próximo acenando para eles. Nervoso, o condutor apontou para sua esposa, que se encontrava em trabalho de parto dentro do veículo, e pediu ajuda para chegar o mais rápido possível na Maternidade Santa Helena.

Os PMs auxiliaram o casal, e enquanto subiam até a sala de parto, o bebê acabou nascendo dentro do elevador.

Leia Também:  Bolsonaro compartilha vídeo que chama pandemia de "palhaçada midiática fúnebre"

“É uma sensação bem diferente das atividades operacionais, das abordagens e prisões de suspeitos no trabalho de combate à criminalidade. É gratificante ter a felicidade de participar do nascimento de uma criança e ver que tudo correu bem, que mãe e filha estão saudáveis. Foi emocionante fazer parte desse momento especial dessa família”, conta Crispim ao portal Livre .

Propaganda

NACIONAL

Militares do exército são presos por fraudar documentos de armas no DF

Publicados

em


source
Armas apreendidas pela Polícia Civil do Distrito Federal. Elas pertenciam a uma quadrilha do exército que teria fraudado  o Certificado de Registro de Arma de Fogo a Caçadores (Cacs).
Polícia Civil/Divulgação

Armas apreendidas pela Polícia Civil do Distrito Federal. Elas pertenciam a uma quadrilha do exército que teria fraudado o Certificado de Registro de Arma de Fogo a Caçadores (Cacs).

A Polícia Civil do Distrito Federal e o Exército Brasileiro prenderam nesta terça-feira (26) pelo menos nove integrantes de uma quadrilha composta por militares da ativa que teriam fraudado o Certificado de Registro de Arma de Fogo a Caçadores (Cacs), a fim de facilitar a compra de armamento para beneficiados pelo esquema.

A polícia cumpriu 26 mandados de busca e apreensão e prisões nas cidades satélites de Samambaia, Ceilândia, Riacho Fundo, Planaltina, Cidade Estrutural, Núcleo Bandeirantes e Gama, todas no Distrito Federal, e em Luziânia, em Goiás. 

Durante a operação,  diversas armas com elevado poder de fogo, como fuzis e pistolas de grosso calibre foram apreendidas. Além da Polícia Civil, viaturas da Polícia do Exército foram até endereços ligados aos militares e demais integrantes do grupo criminoso. 

Leia Também:  Caso Isabele: adolescente que atirou na amiga passa a conviver com internas

De acordo com as investigações, foram identificadas, até o momento, 18 pessoas que integram o grupo que facilita o documento de posse, porte e comercialização clandestina de armas.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA