NACIONAL

Bolsonaro diz já ter nome ‘terrivelmente evangélico’ para o STF

Publicados

em


source
Presidente Jair Bolsonaro
undefined

Presidente Jair Bolsonaro

Em conversa com apoiadores evangélicos , o presidente Jair Bolsonaro disse neste sábado que já tem um nome para a vaga que será aberta no Supremo Tribunal Federal (STF) com a aposentadoria do ministro Marco Aurélio Mello em julho , mas que ainda não bateu o martelo. Ele voltou a afirmar que será alguém “terrivelmente evangélico” , e imaginou a cena de as sessões da Corte começarem com orações do novo ministro.

Em abril, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente, afirmou ao GLOBO que os dois nomes analisados pelo pai para a mais alta Corte do país são os de André Mendonça, atual advogado-geral da União, e Humberto Martins, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Ambos são evangélicos

— Vai ser um terrivelmente evangélico. Tem um cotado aí. Por enquanto é ele. Mas não está batido o martelo. O importante é que ele fale… Eu até falei uma das vezes: imagine no STF, as sessões começarem com oração esse ministro. Deus é essencial em todos os lugares — disse Bolsonaro.

O presidente não usava máscara e repetiu uma série de declarações que costuma dar, como a defesa do voto impresso, que já foi vetado pelo STF, e de remédios sem eficácia contra a Covid-19. Também voltou a fazer críticas à imprensa e a governadores e prefeitos que adotaram medidas restritivas para frear o avanço do vírus.

Leia Também:  Bebê é encontrado morto após ser levado por deslizamento de terra em Maceió

— Estamos lutando para o voto auditável, voto impresso, para que se afaste a suspeita de fraude, para a gente poder melhorar Executivo, Legislativo e também o Judiciário. Porque quem indica vagas para o Supremo Tribunal Federal passa por mim. A palavra não é minha, é do Senado, que tem sabatina lá — disse o presidente, novamente sem apresentar provas de possíveis fraudes no voto eletrônico.

Bolsonaro disse que a hidroxicloroquina, um medicamento sem eficácia comprovada no tratamento da Covid-19, é a alternativa do momento. Ele também reclamou das críticas da CPI da Covid, que funciona no Senado, contra o uso de outro remédio: a cloroquina. E sugeriu que esses medicamentos, que são baratos, não são usados por pressão da indústria farmacêutica, que quer dinheiro.

— A CPI, só se fala em cloroquina. Mas o cara que é contra não dá alternativa. Tenho certeza que alguém tomou hidroxicloroquina aqui. Alguém tomou hidroxicloroquina aqui? — perguntou Bolsonaro.

Leia Também:  Irmã de Marielle rebate fala de Witzel na CPI: "Quer usar o nome dela de escudo"

Você viu?

— Eu — responderam alguns apoiadores.

Bolsonaro também reclamou da falta de emprego no país, voltando a culpar governadores e prefeitos que tomaram medidas restritivas para frear o avanço da pandemia.

— Não está fácil emprego no Brasil. E quem destruiu empregos não fui eu. Foram governadores e prefeitos que fecharam tudo. Deixar bem claro isso. Por mim, nada seria fechado. Se a gente não trabalhar, vai morrer de fome.

Ele também voltou a dizer que será o último a tomar a vacina contra a Covid-19. E, como já havia feito outras vezes, deu a entender que nem todas as mais de 400 mil mortes no Brasil foram em decorrência da doença:

— Tem que enfrentar o vírus. Lamento as mortes. Dificilmente alguém não tem um parente que morreu de covid, ou de suspeita de covid. Tudo é suspeita de covid.

Propaganda

NACIONAL

Vídeo: Serial killer Lázaro Barbosa atira em policiais durante resgate de reféns

Publicados

em


source
 Lázaro Barbosa, serial killer procurado há 8 dias pelas polícias do DF e Goiás
Reprodução

Lázaro Barbosa, serial killer procurado há 8 dias pelas polícias do DF e Goiás

Um vídeo gravado por uma câmera de celular mostra o momento em que o serial killer do Distrito Federal Lázaro Barbosa atira em policiais em uma mata fechada em Edilândia (GO). No momento dos disparos, os policiais resgatavam três pessoas da mesma família que foram mantidas reféns pelo criminoso.




Antes da filmagem, Lázaro havia trocado tiros com os policiais. Um deles foi atingido de raspão no rosto. O agente foi atendido no Hospital de Anápolis (GO) de helicóptero e já recebeu alta médica.

Leia Também:  Colapso em Manaus: Ministério da Saúde soube da carência de respiradores

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA