NACIONAL

Caso Isabele: Amiga que deu o tiro, namorado, pai e sogro são indiciados

Publicados

em


source
foto
Redes sociais

Isabele foi atingida por tiro acidental


A polícia encerrou, nesta quarta-feira (2), o inquérito sobre a morte de Isabele Ramos Guimarães , de 14 anos, em um condomínio de luxo, em Cuiabá, capital do Mato Grosso, no dia 12 de julho. Os investigadores concluíram que a amiga da vítima , também de 14 anos, que atirou no rosto dela, deve responder por três crimes : homicídio doloso, imprudência e imperícia.


De acordo com o delegado Wagner Bassi, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que conduziu a investigação, o depoimento dado pela suspeita, no decorrer do inquérito, era incompatível com o que aconteceu no dia da crime . Além disso, a conduta da jovem foi considerada dolosa, porque, no mínimo, assumiu o risco de matar a vítima.

Leia Também:  MPF pede explicações à Saúde por aplicativo TrateCOV, que recomenda cloroquina

Bassi afirmou, em entrevista coletiva, que a  adolescente tinha conhecimento sobre armas , porque praticava de tiro esportivo. “Ela era treinada, capacitada. Quando a gente faz treinamento em curso de tiro, antes de pegar em uma arma a gente aprende sobre segurança, a desmuniciar uma arma e a olhar se arma está municiada ou carregada. Então no mínimo, ao estar no banheiro com a amiga, ela assumiu o risco de gerar a morte da adolescente”, explicou.

Outra pessoa indiciada foi o  namorado da suspeita , de 16 anos, que vai responder por porte ilegal de arma de fogo, já que levou as armas – que pertencem ao seu pai – para a casa da namorada. 

“Em nenhum momento, a lei autoriza que o adolescente transite com arma de fogo. Apenas pode usar no clube de tiro, sob a supervisão de um adulto”, destacou o delegado.

Bassi completa que, mesmo o pai tendo alegado que não tinha conhecimento de que as armas tinham sido levadas pelo filho para o local -, ele também foi autuado por omissão de cautela na guarda de arma de fogo.

Leia Também:  Vendedor de açaí é agredido por policiais em SP: "tentaram me matar"

Propaganda

NACIONAL

Acidente de ônibus no Paraná deixa 19 mortos e mais de 30 feridos

Publicados

em


source

Agência Brasil

O ônibus levava 53 passageiros, além de dois motoristas
Divulgação / Polícia Federal

O ônibus levava 53 passageiros, além de dois motoristas

Um acidente  no Paraná hoje (25) deixou, até o momento, 19 mortos. Um ônibus  saía da cidade de Guaratuba, próxima à divisa com Santa Catarina , e se dirigia no sentido sul, pela BR 376, quando bateu e saiu da estrada, na altura do quilômetro 668.

O veículo , de placa do Pará, levava 53 passageiros, além de dois motoristas. Dezenove pessoas morreram, sete estão em estado grave, seis em estado moderado e 20 com lesões leves. As vítimas em situação grave foram levadas de aeronave para o Hospital Universitário Cajuru, na capital do estado, Curitiba, e as outras para o hospital São José, em Joinville, no norte de Santa Catarina.Já as pessoas que ficaram em situações moderada e leve foram encaminhadas a hospitais da região, nas cidades de Guaratuba, Paranaguá, Garuva, no Paraná, e Joinville, em Santa Catarina.

De acordo com o Corpo de Bombeiros do Paraná, além da corporação diversas instituições estão no local, como a Polícia Rodoviária Federal. A área foi bloqueada, o trânsito foi liberado, mas está lento.A polícia científica atua para apurar as causas do acidente.

À Agência Brasil, a assessoria do Corpo de Bombeiros do Paraná disse que ainda não há mais informações sobre as causas do acidente e por que o veículo saiu da pista.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA