NACIONAL

Cidades na Bahia registram tremores de terra

Publicados

em


source

Agência Brasil

amargosa
Reprodução site UFRB

Cidade de Amargosa, na Bahia, foi uma das que sentiu tremor de terra

Tremores de terra foram registrados na manhã de hoje (30) na região dos municípios de Amargosa e São Miguel das Matas, na  Bahia. Os tremores foram registrados pelo Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP) e atingiram magnitudes de 4.2 e 3.7 na escala Richter (mR), respectivamente. Não há registro de feridos.

De acordo com o o centro, o primeiro tremor foi registrado às 7h45 e o segundo, um pouco mais brando, por volta das 8h20. Os tremores atingiram ainda os municípios de Santo Antônio de Jesus, Varzedo, Muritiba, Laje, Cruz das Almas, São Felipe, Jaguaquara, Valença, Itatim.

Outros tremores

Nos últimos dias diversos tremores de terra foram registrados em municípios da Região Nordeste, de acordo com o Laboratório de Sismologia (Labsis) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Leia Também:  Bolsonaro irá sancionar projeto que aumenta pena para maus-tratos a cães e gatos

Ontem (29), por volta das 5h23 foi registrado um tremor de terra, de magnitude preliminar 2.2 mR, na região de Pedra Preta, no Rio Grande do Norte. Na semana passada, no dia 17, outro tremor, de magnitude preliminar 1.8 mR, também foi registrado na região.

Na quinta-feira (27), o Labsis registrou quatro tremores de terra na região do município pernambucano de Caruaru. Os primeiros eventos, que ocorreram pela madrugada, tiveram suas magnitudes preliminares calculadas em 1.9 (às 3h01) e 1.8 (3h19).

“Ainda pela manhã, mais precisamente às 7h52, outro tremor foi registrado pela rede, desta vez de magnitude preliminar 1.7. Mais tarde, às 20h11, a terra tremeu pela quarta vez no município pernambucano e sua magnitude preliminar foi calculada em 1.8″, informou o Labsis.

Nas primeiras horas da quarta-feira (26), um tremor de magnitude preliminar 1.6 mR foi registrado, na região da Serra da Meruoca. Depois, por volta das 11h47, a terra voltou a tremer na mesma região.

Leia Também:  Polícia resgata 62 aves em rinha de galo no interior de SP

“Às 14h47 UTC (horário local), as estações sismográficas operadas pelo Laboratório Sismológico registraram mais um tremor na região do município cearense de Tejuçuoca, desta vez a magnitude preliminar foi calculada em 1.7 mR”, informou o Labsis.

Propaganda

NACIONAL

Incêndio de grandes proporções atinge Parque de Ibitipoca, em MG

Publicados

em


source

Agência Brasil

Incêndio Parque de Ibitipoca
José Cruz-Agência Brasil

Local fica a cerca de 300 quilômetros de Belo Horizonte.

Um incêndio de grandes proporções já destruiu uma extensa área do Parque Estadual de Ibitipoca, em Lima Duarte (MG), na Zona da Mata, a cerca de 300 quilômetros de Belo Horizonte. Segundo o Instituto Estadual de Florestas (IEF), autarquia responsável por administrar a unidade de conservação, o fogo começou na tarde do último domingo (27), em uma área próxima ao parque.

As chamas se espalharam rapidamente e, ontem (28), atingiram a unidade. Há três dias, bombeiros, brigadistas, voluntários e servidores do parque estadual tentam controlar a situação e apagar as labaredas que se propagam pela vegetação seca. Ao todo, 75 pessoas estão participando da ação de combate ao fogo, que conta com o apoio de um helicóptero do Corpo de Bombeiros.

Leia Também:  Bolsonaro irá sancionar projeto que aumenta pena para maus-tratos a cães e gatos

Visitas são suspensas

Devido ao incêndio, o IEF suspendeu a reabertura do parque às visitações. Após seis meses fechado ao público em função das medidas adotadas devido à pandemia da Covid-19, as visitas seriam retomadas nesta quarta-feira (30). Em nota, o instituto estadual afirma que a nova data para reabrir será anunciada assim que o fogo estiver apagado e a situação normalizada.As causas e a área total queimada ainda serão apuradas. A expectativa do IEF é que as chamas sejam apagadas até amanhã.

Coberto pela Mata Atlântica, o Parque Estadual de Ibitipoca é um dos mais visitados em Minas Gerais e uma das principais atrações turísticas da Zona da Mata, possuindo vários córregos e riachos com atrativos como piscinas naturais e cachoeiras. Segundo o IEF, a região abriga espécies ameaçadas de extinção como a onça parda, o lobo-guará e o primata sauá. Na área também é possível encontrar macacos barbados (bugios), papagaios-do-peito roxo, coatis e andorinhão-de-coleira falha. Além disso, uma espécie de perereca, a Hyla ibitipoca, foi avistada pela primeira vez na região, da qual herdou o sobrenome.

Leia Também:  Mulher morre após ser atropelada na Zona Sul de SP; motorista fugiu

Queimadas

Bombeiros e brigadistas mineiros vêm enfrentando incêndios florestais em diferentes regiões de Minas Gerais. Só nos últimos dias, dois grandes focos mobilizaram equipes na Serra de São Domingos e em Ituitaba.Na Serra de São Domingos, em Poços de Caldas (MG), o fogo, que começou na tarde de domingo (27), só foi controlado na manhã de ontem (28). A exemplo do Parque Estadual de Ibitipoca, a serra atrai muitos turistas.

Um balanço preliminar indica que as chamas incineraram cerca de 13 hectares de vegetação nativa. Cada hectare corresponde, aproximadamente, a um campo de futebol oficial.Já em Ituitaba, cidade próxima à divisa com Goiás, a cerca de 140 quilômetros de Uberlândia, um incêndio florestal consumiu, no domingo, algo em torno de 10 mil metros quadrados, segundo o Corpo de Bombeiros. O fogo foi apagado no mesmo dia.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA