NACIONAL

Com a ajuda da filha, mulher põe fogo no carro do ex com ele dentro; assista

Publicados

em


source
Carro fogo
Divulgação/Polícia Civil

Homem teve 60% do corpo queimado pela ex-mulher

Nesta quarta-feira (28), uma mulher de 41 anos foi presa pela Polícia Civil de Minas Gerais na cidade de Ipanema, na região do Rio Doce, após atear fogo no carro do ex-marido com ele dentro. O plano, que seria motivado por ciúme e vingança, contou com a ajuda da filha da suspeita, de 17 anos, que também foi presa.

Segundo informações da corporação, o crime foi cometido na madrugada de quarta, quando a vítima estava dentro do veículo com uma mulher. As duas se aproximaram, jogaram gasolina no carro e atearam fogo. A testemunha, que relatou o caso após chamar a polícia , conseguiu escapar sem lesões, mas o homem teve 60% do corpo queimado e foi encaminhado a um hospital em estado grave.

“A mulher e a adolescente se dirigiram ao local onde estava estacionado o veículo, ocupado pela vítima e uma outra mulher. Elas derramaram combustível no veículo e atearam fogo “, informou o delegado responsável pelo caso, Alfredo Serrano dos Reis.

Leia Também:  Máscara, biometria suspensa e caneta própria: cuidados para uma votação segura

Horas depois do crime , mãe e filha foram presas. A adolescente foi encontrada no centro da cidade, enquanto a mulher estava escondida em um sítio na zona rural. Ainda de acordo com a polícia, ela chegou a tentar fugir ao ver a aproximação das viaturas, mas foi contidas pelos agentes.

Propaganda

NACIONAL

Filha de Elias Maluco é presa por tráfico de drogas no Rio

Publicados

em


source
Drogas encontradas com filha de Elias Maluco
Reprodução

Filha de Elias Maluco e mais um homem foram presos no Rio por tráfico de drogas. Os nomes não foram revelados

A Polícia Civil do Rio prendeu duas pessoas por tráfico de drogas nesta terça-feira (1º) na estrada do Capenha, em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio. Entre elas, a filha de 21 anos do traficante Elias Maluco –  morto em setembro na prisão.

De acordo com policiais da 56ªDP (Comendador Soares), os suspeitos foram localizados em um laboratório caseiro de produção da droga skank .

De acordo com o delegado Mário Omena, os dois detidos não têm emprego e se sustentam sem renda declarada. Os nomes não foram revelados.

“O material entorpecente tem preço alto, o que justificaria o investimento feito pelos criminosos nos equipamentos e o sustento sem trabalho legal”, disse o delegado.

Leia Também:  Votos justificados no 2º turno já somam 503 mil, diz TSE

Elias Maluco foi preso em setembro e, em 2005, condenado a mais de 28 anos de prisão pela morte do jornalista Tim Lopes.

Oito anos depois, Maluco foi sentenciado a cumprir mais 10 anos, sete meses e 15 dias por lavagem de dinheiro. Mês passado, foi encontrado morto na Penitenciária Federal de Catanduvas, na região oeste do Paraná, segundo informações do Departamento Penitenciário (Depen).

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA