NACIONAL

Diretor responsável pelo Enem morre por Covid-19 em meio a pedidos de adiamento

Publicados

em


source
Diretor do enem morre por complicações da Covid-19
Redes sociais

Diretor do enem morre por complicações da Covid-19

O diretor de Avaliação da Educação Básica do Inep, general Carlos Roberto Pinto de Souza, faleceu nesta segunda-feira (11), vítima de complicações da Covid-19. O militar comandava diretoria responsável pela elaboração do enem, marcado para os dias 17 e 24 deste mês —  mesmo com o agravamento da pandemia e a pressão pelo adiamento.

“A presidência do Inep, em nome de todos os seus colaboradores, agradece o trabalho desempenhado com dedicação, entusiasmo, responsabilidade e senso ético pelo diretor Carlos Roberto. Seu nome estará registrado na história do Inep”, diz nota divulgada pelo Inep nesta segunda.

O comunicado do Inep em nenhum momento revela a causa da morte, mas, de acordo com apuração do jornal Folha de S.Paulo,  o general morreu em Curitiba (PR), onde se tratava da doença Covid-19 desde dezembro.

Leia Também:  Câmara dos Deputados desiste de votar PEC da Imunidade nesta sexta-feira

Pedidos de adiamento

Existe uma grande movimentação, principalmente por meio das redes sociais, para que o enem seja novamente adiado. Nesta segunda-feira, o Inep anunciou que os portões dos locais de prova serão abertos com 30 minutos de antecedência para diminuir aglomerações.

Na sexta-feira 8, a Defensoria Pública da União pediu à Justiça o adiamento da realização das provas, mas ainda não obteve resposta.

Propaganda

NACIONAL

Procon encerra festa com 500 pessoas em casa noturna na Zona Norte de SP

Publicados

em


source
Procon acaba com festa para 500 pessoas em casa noturna na Zona Norte de São Paulo
Foto: Divulgação/Procon SP

Procon acaba com festa para 500 pessoas em casa noturna na Zona Norte de São Paulo

Fiscais do  Procon encerraram uma festa com cerca de 500 pessoas, na madrugada deste domingo (28). O evento clandestino era realizado em uma casa noturna na Avenida Santa Marina, na Freguesia do Ó, Zona Norte de São Paulo.

De acordo com o órgão fiscalizador, o estabelecimento foi autuado por práticas abusivas ao consumidor por desrespeitar normas estabelecidas pelo Plano São Paulo de combate ao novo coronavírus (Sars-CoV-2). Cerca de 200 pessoas não usavam máscaras na hora em que os fiscais chegaram ao local, de acordo com o Auto de Constatação feito pelo órgão. O Procon ainda não informou o valor da multa, que ainda será calculada pelo e terá como critério o faturamento da casa ao organizar a festa nesta madrugada, o que infringe as regras da quarentena válida em todo o estado.

Entre a noite desta sexta-feira (26) e o próximo dia 14 de março, todo o estado continuará sob toque de restrição entre as 23h e as 5h. A ideia do governo do estado é conter o avanço do novo coronavírus, em especial as taxas de internação hospitalar de pacientes com a Covid-19, que se encontram em patamares cada vez mais altos desde as últimas semanas.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA