NACIONAL

Doria diz que “mais de uma vacina será necessária” para imunizar brasileiros

Publicados

em


source
doria
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação

Governador João Dória lamenta interrupção nos testes de vacina de Oxford

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou em coletiva de imprensa nesta terça-feira que lamenta profundamente a notícia de interrupção temporária dos estudos clínicos da vacina em desenvolvimento pela Universidade de Oxford . em parceria com a farmacêutica AstraZeneca, contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2).

O governador pontuou, ainda, que “será necessária mais de uma vacina para imunizar os 215 milhões de brasileiros”, reforçando que – apesar do envolvimento do estado de São Paulo com as pesquisas de um outro medicamento, testado pela Sinovac em parceria com o Instituto Butantan – “não existe uma corrida das vacinas” ou rivalidade neste momento de crise.

A vacina desenvolvida pela Sinovac apresentou, até o momento, bons resultados e produção de anticorpos nos voluntários que participaram das pesquisas, sem qualquer incidente de reação adversa significativa.

Leia Também:  Bolsonaro evolui bem e já caminha, diz hospital

O estado registrou, nesta sexta-feira, a quinta semana consecutiva com redução no número de mortes pela Covid-19 . Apesar disso, de acordo com o secretário estadual de saúde de São Paulo, Gean Gorinchteyn, é importante destacar que “ainda não estamos no nosso normal”. O profissional de saúde voltou a afirmar que mais de um medicamento preventivo será necessário até que as atividades cotidianas retornem ao funcionamento pleno.

Propaganda

NACIONAL

Propaganda eleitoral começa hoje; veja o que candidatos podem e não podem fazer

Publicados

em


source
Urna
Agência Brasil

Propagandas no rádio e na televisão começam apenas em outubro.

Neste domingo (27), um dia após o término do prazo para o registro de candidaturas para as eleições municipais de 2020, começa a propaganda eleitoral em todo o Brasil. A partir de hoje, os candidatos poderão divulgar suas candidaturas e chapas para tentar conquistar votos no pleito, cujo primeiro turno está marcado para o dia 15 de novembro .

Entretanto, a Justiça Eleitoral estabeleceu regras que os candidatos a prefeitos e vereadores deverão cumprir na hora de fazerem suas propagandas. Confira abaixo o que eles podem fazer a partir de hoje:

Presencial

No campo presencial, os candidatos poderão distribuir santinhos e adesivos até as 22h do dia 14 de novembro, véspera da eleição . Os adesivos poderão ser colocados em bens privados – como carros e imóveis – desde que sigam o as regras de não ter mais que 0,5m² e conter CNPJ ou CPF do responsável por confeccionar o adesivo. O nome do contratante também deve estar visível.

Leia Também:  Fazendeiros serão indiciados pela PF após provas sobre incêndios no Pantanal

Os candidatos poderão montar mesas para distribuir materiais de campanha ao longo das vias públicas, com a condição de não obstruírem o trânsito de pessoas ou veículos. Também está permitida a realização de comícios , desde que tenha uma autorização prévia da polícia local.   Anúncios na imprensa estão liberados desde que respeitam o tamanho máximo por edição.

Alto-falantes e amplificadores de som poderão ser utilizados dentro da legislação local e o uso de carros de som só será permitido em carreatas ou comícios – estando dentro do limite de 80 decibéis e respeitando as normas de cada localidade.

Online

A Justiça Eleitoral também estabelece regras para a campanha na Internet . Os candidatos poderão fazer propagandas nos próprios sites e nos portais dos partidos ou de suas coligações – o endereço eletrônico deverá ser enviado à Justiça. Mensagens eletrônicas poderão ser enviadas para endereços previamente cadastrados pelos candidatos ou por seus partidos e coligações.

A propaganda também poderá ser feita em blogs , sites de mensagem instantânea ou redes sociais , desde que os candidatos e suas equipes sejam responsáveis por gerar ou editar o material. A expressão ” Propaganda Eleitoral ” deverá estar presente no material, assim como o CPNJ do responsável.

Leia Também:  "É cruel": professores relatam aulas on-line com 300 alunos e demissões em massa

O que é proibido?

No âmbito presencial, é proibida a propaganda através de serviços de telemarketing . Já na parte online, está proibido o disparo em massa de mensagens sem a autorização do destinatário. O impulsionamento de postagens ou mensagens por terceiros e propagandas em sites de pessoas jurídicas ou de entidades do poder público também estão vedados.

Rádio e na televisão

Apesar de começar nesse domingo, a propaganda eleitoral só chegará às rádios e emissoras de televisão no dia 9 de outubro.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA