NACIONAL

Doria sobrevoa região com focos de incêndio na Serra da Mantiqueira

Publicados

em


source

Agência Brasil

serra
Governo de SP

O fogo começou no fim de semana e queimou áreas nos municípios de Águas do Prata, Vargem Grande do Sul e São João da Boa Vista


O governador de São Paulo, João Doria , sobrevoou, na tarde desta quinta-feira (10), a Serra da Mantiqueira , na região de São João da Boa Vista, onde estão ocorrendo diversos focos de incêndios ambientais. Segundo o governador, a expectativa é que, com a intensificação dos trabalhos de contenção, o incêndio seja controlado até esta sexta-feira (11).


“Hoje, temos aqui 50 policiais militares bombeiros e, a partir de amanhã, vamos dobrar. Teremos 100 bombeiros atuando , com objetivo de cessar completamente os focos de incêndio. Também autorizei mais sete viaturas e mais um helicóptero Águia a partir de amanhã”, informou o governador.

Leia Também:  Bolsonaro passará por cirurgia para retirar cálculo na bexiga

Ele disse que sobrevoou toda a área e verificou que uma grande área foi carbonizada  e que ainda há pequenos focos na região. “O objetivo é que, com esse esforço redobrado, amanhã, até o fim do dia, possamos exterminar, quiçá completamente e, com isso, eliminar o risco de afetar a lavoura, o meio ambiente e colocar em risco as pessoas e propriedades da região.”

O fogo começou no fim de semana e queimou áreas nos municípios de Águas do Prata, Vargem Grande do Sul e São João da Boa Vista. Para tentar controlar o incêndio , a Defesa Civil do Estado de São Paulo e o Corpo de Bombeiros instalaram uma base operacional no aeroporto de São João da Boa Vista. 

Segundo o governo paulista , quatro aeronaves fizeram ações de combate ao incêndio durante esta semana. Foram dois helicópteros Águia e dois aviões agrícolas disponibilizados pela iniciativa privada.

Operação Estiagem

Desde junho, o governo paulista realiza a Operação Estiagem 2020 , que tem duração prevista até o dia 30 deste mês. A operação visa combater incêndios, que são intensificados nesta época do ano pela falta de chuvas, baixa umidade relativa do ar e altas temperaturas.

Leia Também:  Exército retira jornalistas de afiliada da Globo de evento com Bolsonaro em MT

As pessoas que observarem queimadas em sua região devem comunicar essas ocorrências pelos telefones 193 do Corpo de Bombeiros e 199 da Defesa Civil dos municípios.

Crise hídrica

Perguntado sobre a falta de chuvas no estado que, além de intensificar incêndios, poderia gerar desabastecimento, Doria descartou a possibilidade de nova crise hídrica em São Paulo neste momento.

“Não há risco de crise hídrica em São Paulo, em nenhuma região do estado”, disse o governador. Doria lembrou a integração das bacias feita em meio à grave crise hídrica de 2014 e afirmou que isso ajudou a garantir um suprimento adicional de água para todo o estado. “Mas isso não nos desobriga de consumir a água com muita consciência “, ressaltou.

Propaganda

NACIONAL

Pedagoga leva soco em abordagem policial: “fui chamada de preta, de vagabunda”

Publicados

em


source
screen
Rerodução

Vídeo mostra momento em que Eliane foi derrubada e recebeu soco no rosto

A pedagoga Eliane Espírito Santo, de 39 anos, sofreu uma abordagem violenta da Polícia Militar em Macapá. A mulher, que levou um soco no rosto e recebeu várias ofensas, chegou a ser detida por “desacato e desobediência”.

A ocorrência foi filmada e publicada nas redes sociais pelo filho de Eliane, que também foi abordado. Pouco tempo depois, o vídeo viralizou, causando revolta em internautas.

“Para mim isso foi uma tortura, mexeu muito com meu psicológico. […] Eu fui chamada de preta, fui chamada de vagabunda por eles na delegacia. Eu me senti ofendida e para mim foi um preconceito muito grande, porque éramos os únicos negros ali”, disse ela ao portal G1.

Leia Também:  Rachadinha: Ex-assessor de Flávio Bolsonaro fez 16 saques que somam R$ 260 mil

“A polícia já abordou a gente apontando as armas para o carro. Abordou todo mudo menos eu; um deles deu um soco no estômago do meu marido. Eu falei para a equipe liberar o adolescente porque ele é do interior, e estava sob minha responsabilidade. Eu atravessei, fiquei na calçada de casa. Só um deles me agrediu”, recorda.

A abordagem ocorreu na sexta-feira (18) à noite. Após repercussão, o governador do Amapá, Weldez Góes, afirmou que as imagens “envergonham as forças armadas de segurança do Estado” e reconhece que a ocorrência é “recheada de atitudes racistas”. De acordo com o governo do estado, os policiais serão afastados para investigação.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA