NACIONAL

Duas mulheres são encontradas mortas em cisterna de motel

Publicados

em


source
cisterna de motel
Reprodução/Google Street View

Crime teria acontecido durante a madrugada.

Duas mulheres foram encontradas mortas na cisterna de um motel nesta segunda-feira (14). O estabelecimento fica na cidade de Caiapônia, em Goiás. Os policiais acreditam que o crime tenha acontecido na madrugada do domingo (13).

Identificadas como Simone de Jesus Garcia, 53, e Cleides Fernandes Cavalcante, 52, as mulheres seriam funcionárias do local. A descoberta dos corpos aconteceu depois que a filha de Simone procurou a polícia e encontrou o estabelecimento fechado.

Os policiais foram ao local e falaram com o dono, que alegou estar sem as chaves. Foi necessário um chaveiro para abrir as dependências do motel. Depois de encontrarem lençóis sujos de sangue, os policiais começaram a procurar os corpos das mulheres até que os encontraram na cisterna.

Leia Também:  Bolsonaro evolui bem e já caminha, diz hospital

A dupla foi levada para o Instituto Médico Legal (IML). Segundo o UOL, o sistema de monitoramento do local foi danificado. Foram levados R$ 1.500,00 das vítimas. O suspeito do crime ainda não foi encontrado.

Propaganda

NACIONAL

Conselho suspende médico denunciado por abuso sexual em São Paulo

Publicados

em


source

Agência Brasil

a
Reprodução

Abib Maldaun Neto é acusado de cometer abuso sexual dentro do próprio consultório, no bairro dos Jardins, na capital paulista


O médico Abib Maldaun Neto foi suspenso cautelarmente pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) em decorrência de denúncias sobre abuso sexual . A interdição terá validade a partir da publicação em Diário Oficial da União, para o qual o edital já foi enviado.


Segundo o conselho, a suspensão é válida por seis meses, podendo ser renovada por igual período. Neste prazo, o registro profissional do médico ficará suspenso em todo o território nacional. “O Cremesp esclarece ainda que, mesmo com a interdição cautelar, sindicâncias e processos ético-profissionais em curso contra o médico seguirão normalmente, sob sigilo determinado por lei”, diz nota da entidade.

Leia Também:  Bolsonaro evolui bem e já caminha, diz hospital

Ele é acusado de cometer abuso sexual dentro do próprio consultório, no bairro dos Jardins, na capital paulista. Segundo o Ministério Público do estado de São Paulo, o médico já foi condenado em segunda instância por violação sexual mediante fraude pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, mas continuava atendendo com autorização do Cremesp. 

A defesa do médico informou, em nota divulgada no site de Maldaun Neto, que os autos tramitam sob segredo de justiça para proteger a privacidade dos envolvidos, o que impossibilita a exposição de detalhes do caso. “Vale salientar que a Constituição Federal consagra o princípio da presunção de inocência e estando o processo em fase de recurso, reafirmamos a plena e inequívoca confiança na justiça para reconhecer a sua inocência”, destacou a defesa, em nota.

No texto, há declaração do médico , dizendo que mantém a consciência tranquila, e que jamais praticou ato imoral ou ilegal contra qualquer paciente ou cidadão. “Sempre atuei de forma ética, integra e profissional zelando pela dignidade da honrosa profissão a qual dedico a minha vida, por esta razão sempre colaborei com o processo, comparecendo em todos os atos e me colocando à disposição da justiça a fim de que a verdade real dos fatos seja devidamente comprovada”.

Leia Também:  Blogueiro ofende Pazuello e manda recado a Bolsonaro: "Nunca mais me ligue"

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA