NACIONAL

Em depoimento à CPI, Wajngarten alegará que defendeu a compra de vacinas em 2020

Publicados

em


source
Ex-secretário de Comunicação do governo Bolsonaro, Wajngarten irá alegar que pediu para governo comprar Sputnik V e Covaxin em 2020
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Ex-secretário de Comunicação do governo Bolsonaro, Wajngarten irá alegar que pediu para governo comprar Sputnik V e Covaxin em 2020

Fábio Wajngarten, ex-secretário de Comunicação do governo Bolsonaro , prestará depoimento à  CPI da Covid na próxima quarta-feira (12) e já possui sua tese de ‘defesa’: irá relatar que insistiu para que o Planalto tivesse comprado as vacinas Sputnik V e Covaxin ainda em 2020. As informações são da jornalista Mônica Bergamo .

Parte da estratégia de Wajngarten é isentar o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), de eventuais erros na condução da pandemia. Em entrevista no último mês à revista Veja, o ex-comandante da Secom afirmou que o chefe do executivo federal é mal assessorado e declarou que houve “incompetência e ineficiência” por parte do Ministério da Saúde.


Segundo autoridades de Brasília, Fábio havia procurado dezenas de pessoas para tentar convencer o Planalto a adquirir as duas vacinas e a aceitar um acordo com a farmacêutica norte-americana Pfizer. Entre os procurados estão o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da comissão, e os ministros Luis Fux e Gilmar Mendes, do Supremo Tirbunal Federal (STF).

Propaganda

NACIONAL

‘Lázaro, no mínimo, estará em breve atrás das grades’, diz Bolsonaro; assista

Publicados

em


source
'Lázaro
Reprodução

‘Lázaro “no mínimo” estará em breve atrás das grades’, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro desejou sorte aos policiais que estão em  busca do assassino Lázaro Barbosa no município de Cocalzinho de Goiás, próximo a Brasília, e disse que em breve ele estará “no mínimo atrás das grades”. A mensagem foi divulgada por meio de um vídeo publicado nas redes sociais.

“Aos policiais que estão na captura do marginal Lázaro, que tem levado o terror no Entorno de Brasília. Nós sabemos que esse bandido tem uma certa prática de andar na mata sem deixar vestígio. Mas sabemos também que nossos policiais, além da coragem, são tenazes e não descansarão enquanto não cumprir essa missão. Boa sorte a todos vocês. E tenho certeza que brevemente o Lázaro estará no mínimo atrás das grades. Um abraço a todos”, disse Bolsonaro.

A caçada a Lázaro já está no 11º dia. Ela começou depois de ele matar quatro pessoas de uma mesma família em Ceilândia, no Distrito Federal, no dia 9 de junho.

Ele invadiu a chácara de Cláudio Vidal, de 48 anos, e assassinou ele e seus filhos, Carlos Eduardo, de 21, e Gustavo, de 15. Na fuga, o criminoso sequestrou Cleonice Vidal, de 43 anos, mulher de Cláudio. Ela foi encontrada morta no dia 12.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA