NACIONAL

Escolas de São Paulo podem reabrir para atividades de reforço

Publicados

em


source
Alunos da Escola Sergio Pessoa recebem kit do Hora da Merenda
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação

Escola vazia

A partir desta terça-feira (08), as escolas públicas e privadas do estado de São Paulo podem reabrir para aulas de reforço escolar. Apesar da autorização do governo, cada prefeitura possui autonomia de decidir se as escolas vão reabrir, ou não, em suas cidades.

De acordo com o último levantamento da Secretaria Estadual de Educação , apenas 128 dos 645 municípios de SP devem reabrir para as atividades de reforço nesta terça (08). Já as 39 cidades da região metropolitana, que inclui a capital paulista, não devem reabrir as escolas na data autorizada pelo governo do estado.

Em entrevista ao ” Bom Dia SP “, da Globo , o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares , declarou que as aulas devem começar a voltar lentamente no estado. No entanto, caso as aulas presenciais voltem em 7 de outubro, a decisão de retorno será opcional aos pais, alunos e instituições de ensino.

Leia Também:  Impeachment de Bolsonaro tem apoio de 53,6% da população, aponta pesquisa Atlas

“Acho que a gente tem que começar a voltar lentamente. A gente tem ainda a decisão sobre outubro, nós temos a previsão de volta às aulas para o dia 7 de outubro, ainda temos que cumprir algumas condicionalidades do mês de setembro, não temos ainda nem a certeza a volta às aulas em outubro, estou falando de atividades curriculares que, se voltar, não serão obrigatórias aos alunos na primeira etapa estarem presencialmente”, afirmou ele.

Para que as aulas presenciais retornem em outubro, todo o estado de São Paulo deve estar no amarelo em setembro. “Nós temos que ter certeza que será o momento adequado. Se não for, a prioridade é salvar vidas”, disse Rossieli.

Rossieli Soares ressaltou ainda que o retorno das atividades de reforço irá proporcionar aos alunos um contato socioemocional, além do uso de laboratórios de informática, auxiliando os estudantes que não possuem computadores ou conexão com a internet em casa.

“A gente não está atrás de fazer, obrigatoriamente, que todos os municípios abram no mês de setembro. É uma atividade de reforço, é uma avaliação local, seja no aspecto da Saúde que os municípios estão olhando, ou seja também no aspecto da própria escola dialogando com a comunidade e fazendo atividades pequenas”, afirmou o secretário da Educação.

Leia Também:  Sol e calor nesta terça em São Paulo

Propaganda

NACIONAL

Militares do exército são presos por fraudar documentos de armas no DF

Publicados

em


source
Armas apreendidas pela Polícia Civil do Distrito Federal. Elas pertenciam a uma quadrilha do exército que teria fraudado  o Certificado de Registro de Arma de Fogo a Caçadores (Cacs).
Polícia Civil/Divulgação

Armas apreendidas pela Polícia Civil do Distrito Federal. Elas pertenciam a uma quadrilha do exército que teria fraudado o Certificado de Registro de Arma de Fogo a Caçadores (Cacs).

A Polícia Civil do Distrito Federal e o Exército Brasileiro prenderam nesta terça-feira (26) pelo menos nove integrantes de uma quadrilha composta por militares da ativa que teriam fraudado o Certificado de Registro de Arma de Fogo a Caçadores (Cacs), a fim de facilitar a compra de armamento para beneficiados pelo esquema.

A polícia cumpriu 26 mandados de busca e apreensão e prisões nas cidades satélites de Samambaia, Ceilândia, Riacho Fundo, Planaltina, Cidade Estrutural, Núcleo Bandeirantes e Gama, todas no Distrito Federal, e em Luziânia, em Goiás. 

Durante a operação,  diversas armas com elevado poder de fogo, como fuzis e pistolas de grosso calibre foram apreendidas. Além da Polícia Civil, viaturas da Polícia do Exército foram até endereços ligados aos militares e demais integrantes do grupo criminoso. 

Leia Também:  Mãe e filha morrem em deslizamento de terra após chuva em Florianópolis

De acordo com as investigações, foram identificadas, até o momento, 18 pessoas que integram o grupo que facilita o documento de posse, porte e comercialização clandestina de armas.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA