NACIONAL

Frente fria despenca temperaturas pelo Brasil ao longo da semana

Publicados

em

source
Frente fria despenca temperaturas pelo Brasil ao longo da semana
Reprodução 1.4.2022

Frente fria despenca temperaturas pelo Brasil ao longo da semana

Já prepare o casaco e o chocolate quente. A semana pode ser de  frio intenso na maioria do país, segundo alerta da Defesa Civil Nacional. Desde de ontem (15), uma massa de ar frio de origem polar começou a avançar pelo Sul do Brasil e, ao longo da semana, vai influenciar as temperaturas no Sudeste, Centro-Oeste e Norte do Brasil. 

Na região Sul, a expectativa é de temperaturas negativas e geadas generalizadas, com possibilidade de neve entre esta segunda-feira (16) e terça-feira (17) nas serras gaúcha e catarinense.

No Sudeste, a previsão é de frio intenso também. Em São Paulo e no sul e sudoeste de Minas Gerais existe a possibilidade de geada até o dia 23 de maio. O mesmo deve ocorrer na região Centro-Oeste, que também tem previsão de geada para o sul de Mato Grosso do Sul.

No Norte do país, as baixas temperaturas devem atingir, principalmente, os estados do Acre e de Rondônia.

Leia Também:  PF prende ‘coiote’ que intermediou imigração de brasileira morta

Capital paulista 

As temperaturas no estado de São Paulo deverão cair por causa da chegada da intensa massa de ar polar. Na capital, as temperaturas mais baixas deverão ser registradas entre os dias 19 e 20, com a mínima estimada entre 7ºC  e 9ºC. A última vez que os termômetros da capital ficam abaixo de 9ºC foi em 2007, quando a estação do Mirante de Santana (INMET) registrou 8,5°C, no dia 25 de maio.

No interior do estado, as temperaturas próximas a 5ºC estão previstas para as madrugadas. No litoral, as temperaturas mais baixas devem ficar entre 11º C e 13º C.

Diante das previsões, a Defesa Civil Nacional recomendou que as defesas civis estaduais e municipais adotem ações de preparação cabíveis e reforcem a divulgação de informações para alertar a população, visando à adoção de medidas de autoproteção.

“O período exige uma atenção especial com a população mais vulnerável, como enfermos, moradores de rua, idosos e crianças. É essencial manter-se bem agasalhado, beber bastante água e evitar locais fechados e de grande circulação de pessoas, além da higiene frequente das mãos”.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

Propaganda

NACIONAL

Rio de Janeiro: quiosque em homenagem a Moïse Kabagambe é inaugurado

Publicados

em

Quiosque em homenagem a Moïse Kabagambe, no Rio de Janeiro
Divulgação/Prefeitura do Rio

Quiosque em homenagem a Moïse Kabagambe, no Rio de Janeiro

A prefeitura do Rio de Janeiro inaugurou, nesta quinta-feira (30), um quisque em homenagem a Moïse Kabagambe,  congolês que foi brutalmente assassinado no dia 24 de janeiro deste ano no estabelecimento onde trabalhava como atendente.

O espaço foi inaugurado no Parque Madureira, na Zona Norte da cidade, na data em que é comemorado o Dia da Independência da República Democrática do Congo (RDC), realizada há 62 anos.

Repsententantes da prefeitura, membros do Consulado do Congo e da Acnur, a agência da ONU para refugiados, participaram da cerimônia.

O local tem 154m² de área total e capacidade para 60 lugares. O estabelecimento contará com um cardápio inspirado nos pratos típicos do RDC, além de abrigar um memorial para celebrar a cultura africana.

Além da prefeitura, participou também da elaboração do projeto a Orla Rio, concessionária que administras os quiosques da cidade.


Parentes escolheram o local para a construção do quisque após uma consulta da prefeitura. Inicialmente, foi proposto que a família passasse a administrar o estabelecimento onde Moïse foi morto, mas familiares do congolês consideraram que o espaço traria lembranças ruins. Então, ficou decidido que ele seria construído no Parque Madureira Mestre Monarco.

“Agradeço ao prefeito Eduardo Paes e toda sua equipe, ao João Barreto, presidente da Orla Rio, e todos os demais envolvidos. Recebam nosso obrigado por esse quiosque em homenagem à memória do nosso filho. O que aconteceu com ele atinge e afeta todo mundo”, disse Clude Kabagambe, pai de Moïse.

Ivana Lay, mãe de Moïse, revelou um duplo sentimento em relação à inauguração, e cobrou justiça pela morte do seu filho.

“É um sentimento dividido. Esse quiosque é bom. Mas também a gente quer Justiça. A gente agradece pelo quiosque, mas ele não vai acabar com essa dor. Hoje cedo, antes de vir para cá, a gente foi lá, onde mataram ele. Quando eu cheguei aqui e vi a foto, chorei. É muita dor”, desabafou. 

Leia Também:  Apesar de redução na violência, Brasil é o 8º país mais letal do mundo

Assassinato de Moïse Kabagambe

Moise Mugenyi Kabagambe, de 24 anos, foi espancado em janeiro deste ano  próximo a um quiosque onde ele trabalhava, na Barra da Tijuca. 

O assassinato foi registrado por câmeras de segurança do local. O crime teria tido início após a cobrança pelo pagamento atrasado. As imagens gravadas mostram três homens espancando o congolês até a morte, e flagram os agressores dando socos, chutes e até golpes com pedaços de pau nele.

O rapaz foi encontrado por policiais com pés e mãos amarradas, deitado ao chão já sem vida, em um ponto próximo ao estabelecimento nomeado como Tropicália.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Nacional

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI