NACIONAL

Homem mantém filha de 3 anos refém por 12 horas e ameaça matá-la

Publicados

em


source
Homem mantém filha de 3 anos refém por 12 horas e ameaça matá-la
Reprodução

Homem mantém filha de 3 anos refém por 12 horas e ameaça matá-la

Um homem manteve a própria filha, de apenas 3 anos, como refém e ameaçou matá-la após uma série de ameaças. Durante 12 horas, a Polícia Militar de Barbacena, em Minas Gerais, negociou com o homem para ele se entregar. A mãe da criança, de 37 anos, chamou a PM, por volta das 16 horas deste último sábado (27).

Ela explicou aos policiais que tinha um acordo amigável com o ex-marido, de 38 anos. Ele, geralmente, ficava com a filha aos sábados e domingos e devolvia a criança sempre em segurança. No entanto, após uma discussão com a atual companheira, a atitude do homem mudou.

Durante a briga, a mulher chegou a dizer que gostaria de se separar do criminoso, já que ele ainda gostava da ex-mulher. Depois disso, ele teve um surto e se trancou com a filha em um quarto. Para evitar a entrada de outras pessoas no cômodo, ele travou a porta com móveis.

Ele então passou a enviar áudios e vídeos para a ex-mulher informando que não devolveria a filha. Nas imagens, ele mostrou uma faca e disse que ele e a garotinha só saíriam da residência mortos.

Após horas de negociações e tentativas, sem sucesso, de abrir as portas onde ele estava, a polícia conseguiu convencê-lo a deixar a filha sair. Já na madrugada deste domingo (28), o homem aceitou retirar os móveis que travavam a porta e se entregou. Ele foi preso e levado para a delegacia da região. Uma fala e um celular foram apreendidos. 

Propaganda

NACIONAL

‘Queiroga com certeza será reconvocado à CPI’, diz Omar Aziz

Publicados

em


source
 'Queiroga com certeza será reconvocado à CPI', diz Omar Aziz
Reprodução

‘Queiroga com certeza será reconvocado à CPI’, diz Omar Aziz

O senador e presidente da CPI da Covid , Omar Aziz (PSD-AM), se posicionou sobre o depoimento do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, como a “grande decepção” da comissão até o momento. Em relação as falas pouco objetivas, Aziz reiterou que Queiroga “com certeza” será reconvocado. As falas foram reproduzidas em uma entrevista no YouTube para o canal do historiador Marco Antônio Villa.

O motivo que levou o presidente da comissão em buscar uma nova audiência para ouvir Queiroga é a constante contradição entre as diretrizes do Ministério da Saúde e as políticas públicas do governo Bolsonaro .

Queiroga declarou inúmeras vezes que não se pronunciaria em seu depoimento pois não havia um protocolo de tratamento para a covid-19 elaborado pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec).

Renan Calheiros declarou no último sábado (08) que a estratégia adotada pelo cardiologista comandante do Ministério da Saúde de não responder objetivamente as perguntas é uma outra maneira de “não falar a verdade”.

Leia Também:  EUA: Tiroteio na Times Square deixa três pessoas baleadas, em Nova York

Aziz ratificou o posicionamento de Calheiros ao declarar que “a gente perguntava se ele era a favor da cloroquina – e ele não citava a palavra cloroquina, falava em ‘fármacos’ -, ele jogava para a Conitec”.


O presidente da CPI argumentou que o posicionamento de Queiroga visa “não magoar o chefe” e que as contradições existentes dão base para que o ministro seja reconcado”.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA