NACIONAL

Homem morre após cair em rio com caminhão carregado de explosivos

Publicados

em


source
Caminhão explosivos no Rio
Divulgação/Corpo de Bombeiros

Apesar da carga, não há risco de explosão

Um homem de 45 anos morreu depois que o caminhão que ele conduzia caiu dentro de um rio na cidade de Itajubá, no sul de Minas Gerais, na última terça-feira (28). O veículo estava carregado com explosivos.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o acidente aconteceu por volta das 8h30. O caminhão fazia parte de um comboio com outro veículo de guarda e um carro de escolta. Segundo a nota fiscal, o caminhão que caiu no rio carregava 5.500 kg de dinamite.

Depois da queda, a carga ficou inteiramente submersa dentro do baú, que se desprendeu da cabine dentro da água. O Exército, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Civil de Minas Gerais foram acionados.

Segundo as autoridades, como os explosivos não estavam acompanhados de uma carga iniciadora, não existe risco de explosão. Elas estão trabalhando no caso e tentando descobrir as causas do acidente.

Leia Também:  Após não ser atendido, secretário chama empresária de vagabunda e pede desculpas

Propaganda

NACIONAL

Aziz afirma que Bolsonaro afrontou a democracia ao encontrar deputada alemã

Publicados

em


source
Senador Omar Aziz durante sessão da CPI
Edilson Rodrigues/Agência Senado

Senador Omar Aziz durante sessão da CPI



Mais de uma semana após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se reunir com a deputada alemã Beatrix von Storch , do partido Alternativa para a Alemanha, sigla investigada por potencial defesa de ideias neonazistas, o senador Osmar Aziz (PSD-AM) fez um discurso veemente contra a reunião.

Exaltado, o parlamentar afirmou que Bolsonaro afrontou a democracia brasileira. “Às escondidas, o presidente recebe uma deputada nazista, afrontando a Constituição brasileira, afrontando a nossa democracia, afrontando o holocausto, afrontando o exército brasileiro que lutou contra o nazismo”, disse Aziz, durante uma sessão da CPI da Covid-19, nesta terça-feira (03). “Nós temos que respeitar o povo judeu”, continuou.



O senador, que preside a CPI da Covid-19, contestou a presença de várias bandeiras de Israel nas manifestações pró-presidente. “Ele, às escondidas, apunhala os judeus. Quando é para pedir ajuda, liga para o primeiro-ministro de Israel. Mas quando é para se reunir às escondidas, reúne-se com uma deputada nazista. Nazismo, não! Nazismo, não!”, completou o parlamentar.

Leia Também:  PF pede ao STF compartilhamento de provas da CPMI das Fake News

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA