NACIONAL

Mulher que xingou guarda municipal de “negro babaca” é solta após pagar fiança

Publicados

em


source
Mulher xingou o guarda municipal de
Reprodução

Mulher xingou o guarda municipal de “negro babaca” repetidas vezes.

No último sábado (10), uma mulher foi presa em flagrante após dirigir embriagada e cometer o crime de injúria racial contra um guarda municipal. Ela pagou uma fiança arbitrada no valor de R$ 15.675,00 e foi solta no mesmo dia. O caso aconteceu na Rodovia Melício Machado, na zona sul de Aracaju (SE).

De acordo com o portal G1 , a polícia informou que a mulher perdeu o controle do carro que estava dirigindo e chegou a subir em um canteiro.

Algumas pessoas, incluindo um guarda municipal , tentaram ajudar na retirada do veículo.

O guarda municipal, que não estava de serviço, orientou a mulher a não dirigir embriagada. Nesse momento, ela começou a xingá-lo de “negro babaca” repetidas vezes.

Leia Também:  ‘Luta das Forças Armadas é por democracia e liberdade’, diz Bolsonaro em vídeo

Segundo a polícia, a mulher teria agredido e acusado o homem de tentativa de sequestro e estupro. Ela foi detida por embriaguez ao volante, injúria racial , lesão corporal e denunciação caluniosa e ficou presa na 2ª Delegacia Metropolitana.

Propaganda

NACIONAL

Entenda as diferenças e quais são os efeitos de votar em branco ou nulo

Publicados

em


source

Agência Brasil

Votos
Agência Brasil

Atualmente, não é possível cancelar uma eleição apenas por conta do número de votos nulos

No Brasil, apesar do comparecimento ao local de votação nas  eleições ser obrigatório, a menos que seja justificado, o eleitor é livre para escolher ou não um candidato, já que pode votar nulo ou branco. Mas qual é a diferença entre essas opções?

De acordo com o Glossário Eleitoral do Tribunal Superior Eleitoral ( TSE ), o voto em branco é aquele em que o eleitor não manifesta preferência por nenhum dos candidatos. Para votar em branco é necessário que o eleitor pressione a tecla “branco” na urna e, em seguida, a tecla “confirma”.

Já o nulo é aquele em que o eleitor manifesta sua vontade de anular o voto. Para isso, precisa digitar um número de candidato inexistente, como por exemplo, “00”, e depois a tecla “confirma”.

Leia Também:  Mulher tem a mão presa em moedor de carne de frigorífico

Antigamente, o voto branco era considerado válido e contabilizado ao candidato vencedor. Na prática, era tido como voto de conformismo, como se o eleitor se mostrasse satisfeito com o candidato que vencesse as eleições, enquanto o nulo – considerado inválido pela Justiça Eleitoral – era tido como um voto de protesto contra os candidatos ou políticos em geral.

Votos válidos

Atualmente, conforme a Constituição Federal e a Lei das Eleições, vale o princípio da maioria absoluta de votos válidos, que são os dados a candidatos ou a legendas.

Votos em branco e nulos são desconsiderados e acabam sendo apenas um direito de manifestação de descontentamento do eleitor, que não interfere no pleito eleitoral. Por isso, mesmo quando mais da metade dos votos forem nulos , não é possível cancelar uma eleição.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA