NACIONAL

Nível de rio sobe e deixa bairros submersos no interior do Pará

Publicados

em


source
Cerca de 1.700 famílias estão sem abrigo na cidade
Divulgação

Cerca de 1.700 famílias estão sem abrigo na cidade

A cidade de Marabá, no interior do Pará , foi atingida por fortes chuvas nos últimos dias. Parte do município ficou submersa e o abastecimento de energia elétrica foi cortado. Cerca de 1.700 famílias estão desabrigadas. Os bairros afetados pela interrupção do fornecimento de eletricidade foram Vale do Itacaiunas, Filadélfia e na Folha 33, segundo a Equatorial, concessionária que distribui eletricidade no Pará.

A interrupção do fornecimento de energia aos bairros atingidos pela enchente foi um pedido da Defesa Civil da região. Em alguns trechos da cidade, só é possível atravessar de canoa ou bote. Nas últimas 12 horas, o Rio Tocantins subiu 9 cm.

Ao todo, o rio está marcando 12 metros e 36 centímetros. Nos meses de janeiro e fevereiro, é comum que o nível do rio Tocantins e do afluente Itacaiúna aumente, mas neste mês está chegando a 13 metros acima da média, deixando casas com água até o telhado e carros submersos nas regiões mais críticas. A Defesa Civil pede para que as famílias afetadas não esperem a água baixar, mas que saiam das casas alagadas e busquem abrigo em outro lugar.


Confira onde deixar doações para as famílias afetadas pela cheia em Marabá:

  • Central Única das Favelas no Pará (Cufa): Travessa Moura Carvalho, número 102 – B, no bairro da Campina, distrito de Icoaraci – Belém. Doações de: alimentos, roupas, cobertores e fralda.
  • Sede da Secretaria de Assistência Social, Proteção e Assuntos Comunitários (SEASPAC): Travessa da Fonte, bairro Amapá, Marabá (em frente ao CAP e ao lado do Ministério Público Estadual)
  • Sede da Defesa Civil Municipal: Rua 7 de Junho, nº 1020, Marabá Pioneira. A arrecadação é das 8 às 16 horas. Os itens prioritários são alimentos não-perecíveis, itens de higiene pessoal, roupas e artigos de cama, mesa e banho.

Propaganda

NACIONAL

SP ultrapassa os 33ºC e registra maior temperatura no verão de 2022

Publicados

em


source
SP ultrapassa os 33ºC e registra maior temperatura no verão de 2022
Reprodução

SP ultrapassa os 33ºC e registra maior temperatura no verão de 2022

A cidade de  São Paulo registrou nesta terça-feira sua maior temperatura do verão, que teve início em dezembro passado. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os termômetros marcaram 33,4ºC na tarde de ontem.

Até então, a maior temperatura no ano foi alcançada no último dia 13, quando a medição foi de 30,1ºC. Já no verão, a máxima registrada era 32,2°C, no primeiro dia da estação em 21 de dezembro.

A atual medição é a maior desde 12 de dezembro, ocasião em que foi reportada uma temperatura de 33,7ºC, conforme dados da estação meteorológica automática do Inmet no Mirante de Santana, zona norte da capital paulista.


De acordo com o Inmet, a previsão para os próximos dias é de continuidade de calor, sol entre nuvens, com abafamento e pancadas de chuva com trovoadas e risco de temporais localizados da tarde para o início de noite no estado de São Paulo.

Leia Também:  Homem pesca em enchente durante temporal em São Paulo

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA