NACIONAL

Novo vídeo mostra homem antes de agredir proprietária de loja

Publicados

em


source
Campinas loja
Reprodução

O caso aconteceu na tarde do último sábado (12), em Campinas

Um novo vídeo de uma câmera de segurança mostra um homem identificado como Rodrigo Ferronato momentos antes dele vandalizar uma sorveteria e agredir a proprietária da loja.

No vídeo, é possível ver Rodrigo se aproximando do balcão  com sua máscara embaixo do nariz. A funcionária diz algo para ele e coloca os picolés que ele planejava levar dentro de um saco, sem entrega-los ao homem.

Depois de alguns instantes, ele liga para um número não identificado e começa a filmar a funcionária. Uma discussão se inicia e, depois de segundos, ele tenta dar um tapa na mão da moça. Os trechos que vêm depois já haviam sido divulgados. Confira o vídeo:

Leia Também:  Após término, homem fere ex-esposa e mata vizinha que encorajava separação

Em entrevista ao site A Cidade On Campinas, Rodrigo disse ter sido agredido com socos e empurrões. Entretanto, tais agressões não aparecem nas filmagens divulgadas.

Propaganda

NACIONAL

Justiça suspende decisão de Salles que acabou com proteção a manguezais

Publicados

em


source
salles
Ricardo Salles / Twitter

Ricardo Salles, Frederico D’Ávilla e Jair Bolsonaro

A Justiça Federal do Rio de Janeiro suspendeu, nesta terça-feira (29), a extinção de duas resoluções do Conselho Nacional do Meio Ambiente, que é presidido pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que delimitavam as áreas de proteção permanente (APPs) de manguezais e de restingas do litoral brasileiro.

A decisão permitia a exploração comercial e imobiliária de regiões protegidas por determinações ambientais. “Tendo em vista o evidente risco de danos irrecuperáveis ao meio ambiente, defiro antecipação dos efeitos da tutela para suspender os efeitos da revogação apreciada na 135ª Reunião Ordinária do Conama”, escreveu a juíza Maria Amélia Almeida Senos de Carvalho.

A decisão tem caráter liminar e foi protocolada com a justificativa de que a ação do Conama “viola o direito constitucional a um meio ambiente ecologicamente equilibrado”.

Leia Também:  Justiça suspende decisão de Salles que acabou com proteção a manguezais

Ao explicar a extinção das normas, governo havia dito que essas resoluções já não eram mais cumpridas na prática. Especialistas em meio ambiente apontaram, porém, que até hoje essas normas são aplicadas, porque são os únicos instrumentos legais que protegem, efetivamente, essas áreas. 

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA