NACIONAL

PF apura fraudes em licitação para compra de fraldas em Santo André

Publicados

em


source

Agência Brasil

santo
Reprodução

A investigação faz parte dos trabalhos de identificação de desvios de verbas federais destinadas ao combate à pandemia causada pelo novo coronavírus

A Polícia Federal deflagrou hoje (27) a Operação Protocletos para cumprir três mandados de busca e apreensão e apurar fraudes no processo licitatório de compra emergencial de 689 mil fraldas descartáveis realizado pela prefeitura do município de Santo André, no estado de São Paulo. O objetivo é confirmar a participação de funcionários públicos na fraude. A compra custou cerca de R$ 1,3 milhão aos cofres públicos.

A investigação faz parte dos trabalhos de identificação de desvios de verbas federais destinadas ao combate à pandemia causada pelo novo coronavírus realizados pela Polícia Federal, em conjunto com a Controladoria Geral da União e o Tribunal de Contas da União.

Leia Também:  PF bloqueia bens do PCC; dinheiro movimentado pelo crime passa de R$ 30 bilhões

“Foi apurado que a empresa contratada pela prefeitura do município de Santo André possui como sócios pessoas interpostas do real proprietário que está impedido de contratar com o Poder Público por condenação judicial por atos de improbidade administrativa”, diz a Polícia Federal.

Além disso, a fim de dar aparência de legalidade no processo para a contratação, foi consultada para apresentar orçamento uma empresa de fachada que não tem sede e cujo sócio não tem capacidade econômica. Ainda segundo a polícia, a pessoa apresentada no processo como procurador da empresa é, na realidade, funcionário da firma contratada.

A Controladoria Geral da União apurou estimativa de sobrepreço de mais de R$ 616 mil.

Os crimes apurados são de fraude ao caráter competitivo da licitação, fraude à licitação para causar prejuízo à Fazenda Pública, além de corrupção e peculato. As penas podem chegar a 25 anos de prisão.

A prefeitura de Santo André foi procurada, mas ainda não se pronunciou.

Propaganda

NACIONAL

PM baleado na cabeça em assalto no Rio tem melhora na saúde

Publicados

em


source
bala na cabeça
Reprodução

Policial foi baleado no Rio de Janeiro

O PM da UPP Rocinha que foi baleado na cabeça  durante um assalto nesta quarta-feira (30) no bairro do Recreio melhorou seu estado de saúde após passar por uma cirurgia no Hospital Miguel Couto, na Gávea. O cabo Cleiton Rodrigues Teixeira ficou em estado muito grave após o crime, mas, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, atualmente está estável.

Na cirurgia, feita na noite de ontem, os médicos retiraram a bala que ficou alojada na cabeça do PM. Eles tiveram que drenar um coágulo que se formou no cérebro dele e cuidar de uma grave fratura em seu crânio provocado pela perfuração do projétil.

Segundo testemunhas, o cabo foi baleado por volta das 11h, quando interviu em um assalto que estava acontecendo na Avenida das Américas, na altura do cartório do Recreio, na Zona Oeste do Rio. Ele, que estava de folga, gritou “parado, polícia” para o bandido, que reagiu e o baleou. A arma do policial teria travado.

Leia Também:  PF bloqueia bens do PCC; dinheiro movimentado pelo crime passa de R$ 30 bilhões

Um outro PM, do 31° BPM (Recreio dos Bandeirantes), que também estava de folga, passava pelo local e atirou contra o assaltante. O criminoso foi baleado, tentou fugir, mas foi capturado por agentes do programa Recreio Presente. Um pedestre que estava na região também ficou ferido.

Os três baleados foram levados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra. De lá, o cabo da UPP Rocinha foi transferido para o Miguel Couto, onde permanece internado. Tanto o assaltante quanto a vítima de bala perdida também estão estáveis.
A Polícia Civil disse que o criminoso está preso sob custódia. A 16ª DP (Barra da Tijuca) investiga o caso, que foi registrado como tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte). A polícia cogita a participação de um segundo assaltante no crime.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA