NACIONAL

PF investiga exploração de diamantes em terras indígenas

Publicados

em


source
garimpo
Ibama

Motivados pelo preço do ouro, cerca de 5 mil garimpeiros atuam dentro da Terra Indígena Kayapó, um dos últimos redutos de mata nativa no Estado.


A Polícia Federal (PF) realizou nesta quinta-feira (24) a Operação Crassa, com o objetivo de investigar a exploração ilegal de diamantes na Reserva indígena Roosevelt, em Rondônia. Ao todo foram expedidos 53 mandados de busca e apreensão no interior de Rondônia e em São Paulo, Roraima, Paraná, Piauí, Mato Grosso, Minas Gerais e Distrito Federal. Uma pessoa chegou a ser presa em flagrante por posse ilegal de arma.


A PF investiga empresários, indígenas, garimperios, e intermediários, que analisam os diamanetes e encontram compradores. Segundo os responsáveis pela operação, os indígenas permitiram a entrada de garimpeiros para explorar as pedras na reserva.

Os diamantes são retirados sem autorização legal para serem vendidos em joalherias de São Paulo e no exterior, como França, Itália, e Suíça. Os objetos retirados da reserva estão listados entre as pedras mais valiosas do mundo

Leia Também:  "Bola de fogo no céu": meteoro é visto em diversas cidades da Bahia; assista

Propaganda

NACIONAL

Com a ajuda da filha, mulher põe fogo no carro do ex com ele dentro; assista

Publicados

em


source
Carro fogo
Divulgação/Polícia Civil

Homem teve 60% do corpo queimado pela ex-mulher

Nesta quarta-feira (28), uma mulher de 41 anos foi presa pela Polícia Civil de Minas Gerais na cidade de Ipanema, na região do Rio Doce, após atear fogo no carro do ex-marido com ele dentro. O plano, que seria motivado por ciúme e vingança, contou com a ajuda da filha da suspeita, de 17 anos, que também foi presa.

Segundo informações da corporação, o crime foi cometido na madrugada de quarta, quando a vítima estava dentro do veículo com uma mulher. As duas se aproximaram, jogaram gasolina no carro e atearam fogo. A testemunha, que relatou o caso após chamar a polícia , conseguiu escapar sem lesões, mas o homem teve 60% do corpo queimado e foi encaminhado a um hospital em estado grave.

“A mulher e a adolescente se dirigiram ao local onde estava estacionado o veículo, ocupado pela vítima e uma outra mulher. Elas derramaram combustível no veículo e atearam fogo “, informou o delegado responsável pelo caso, Alfredo Serrano dos Reis.

Leia Também:  Governo de SP fará operação de segurança para o feriado de Finados

Horas depois do crime , mãe e filha foram presas. A adolescente foi encontrada no centro da cidade, enquanto a mulher estava escondida em um sítio na zona rural. Ainda de acordo com a polícia, ela chegou a tentar fugir ao ver a aproximação das viaturas, mas foi contidas pelos agentes.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA