NACIONAL

Polícia resgata bebê de 1 ano abandonado em bar de São Paulo

Publicados

em


source
PM bebê
Divulgação/Polícia Militar

Caso aconteceu no bairro do Brás, na Zona Leste de SP.

Agentes da Polícia Militar (PM) resgataram um bebê de um ano de idade que foi abandonado em um bar. O caso aconteceu no último domingo (13) em um estabelecimento localizado no bairro do Brás, na Zona Leste de São Paulo.

De acordo com corporação, os oficiais foram chamados para atender um chamado sobre criança abandonada. Ao chegarem no local, eles foram informados que o bebê foi deixado do lado de fora de um bar por um homem que não foi identificado.

Nas proximidades do local, os militares encontrara uma blusa de criança, um cartão de memória, duas latas de cerveja, uma chave e R$ 6,90 em dinheiro.  Segundo os agentes, o bebê estava sujo, com fome e assustado. Os oficiais compraram comidas e itens de higiene para ele.

Leia Também:  Fazendo festa em barco de luxo, homem joga notas de R$ 50 no mar em SP

O Conselho Tutelar foi acionado e levou o garoto para um abrigo. O caso foi registrado no 8º DP do Brás como abandono de incapaz e será investigado pela Polícia.

Propaganda

NACIONAL

Estudo da FGV aponta que pandemia provocou queda de renda de 20,1%

Publicados

em


source
undefined
Agência Brasil

Estudo da FGV aponta que pandemia provocou queda de renda de 20,1%

Rio – O primeiro trimestre da pandemia de covid-19, declarada oficialmente em 11 de março, ocasionou uma perda média de 20,1% na renda dos brasileiros, baixando o valor de R$ 1.118 para R$ 893 mensais. No cálculo, consideram-se mercados formal e informal e também a parcela de trabalhadores sem emprego.

No período, o coeficiente de Gini, usado para mensurar o nível de desigualdade social, aumentou 2,82%. Os apontamentos constam da pesquisa Efeitos da pandemia sobre o mercado de trabalho brasileiro, coordenada pelo economista Marcelo Neri, da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Conforme demonstra o estudo, observa-se que tanto a queda média na renda como o índice Gini atingiram nível recorde quando analisadas variações da série histórica, iniciada em 2012. Enquanto os mais pobres viram a renda encolher 27,9% – de R$ 199 para R$ 144 -, o impacto foi de 17,5% – de R$ 5.428 para 4.476 -, entre os 10% mais ricos do país.

Leia Também:  Covid-19: Prefeitura do Rio de Janeiro aumenta multa por aglomerações

Os pesquisadores atribuem a queda de mais de um quarto da renda à redução da jornada de trabalho, que foi de 14,34% na média nacional, e a outros fatores, como a própria diminuição na oferta de vagas. A taxa de ocupação, isto é, a parcela da força de trabalho que possui um emprego, também caiu 9,9%.

O estudo afirma que a situação pesou mais entre indígenas, analfabetos e jovens de 20 a 24 anos. De acordo com os pesquisadores, mulheres foram mais afetadas, com 20,54% de queda na renda, contra 19,56% dos homens.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA