NACIONAL

Policiais são investigados por uso indevido de farda no aplicativo TikTok

Publicados

em


source
policia
Divulgação

A PM do Piauí abriu investigação contra 7 policiais por um suposto uso indevido da farda em desafio do aplicativo TikTok

A Polícia Militar (PM) do estado do Piauí abriu investigação contra sete policiais por um suposto uso indevido da farda em desafio do aplicativo TikTok. Nos vídeos, as mulheres aparecem de uniforme, passando o boné da polícia. Na sequência, as oficiais aparecem com roupas comuns.

Por meio de nota, a corporação argumentou que a farda é um dos principais símbolos da instituição e que deve ser usada apenas para o trabalho formal. “Ele (uniforme) reflete o valor e a tradição castrense”, afirma a nota.

A assessoria jurídica das PMs que gravaram os vídeos garante que a postura da corporação é discriminatória e machista. Em comunicado, a PM nega que é preconceituosa.

Leia Também:  Irmão de prefeito atira e mata candidato a vereador após live; veja vídeo

“Não existe qualquer espécie de preconceito ou machismo dentro da Instituição, pois casos similares estão sendo objeto de apuração com o efetivo masculino, sempre dentro da legalidade e imparcialidade”, afirma a nota.

Em entrevista ao portal UOL, Maria Gladys Monteiro Penha, umas das policiais investigadas, afirmou que ficou espantada com a decisão da PM. “Não consigo nem acreditar. Sou mãe, esposa, filha e a proposta é incentivar que outras mulheres venham para a corporação. Nós, que queremos contribuir com o empoderamento das mulheres”, afirmou.

Propaganda

NACIONAL

Covid-19: Festa de casamento com 100 convidados é interrompida

Publicados

em


source

Agência Brasil

1
Reprodução

Após a ação da Guarda Municipal, os convidados se retiraram do local


Uma festa de casamento com 100 convidados foi interrompida pela prefeitura do Rio de Janeiro por desrespeitar as regras de distanciamento social estabelecidas pelo município em função da pandemia de Covid-19 . O evento acontecia na noite de ontem (26) na Ilha do Governador, na zona norte da capital fluminense.


De acordo com comunicado divulgado neste domingo (27) pela prefeitura, a Guarda Municipal foi acionada para averiguar denúncias de vizinhos . “Os agentes foram recebidos com hostilidade pelos convidados do casamento, o que gerou um princípio de tumulto entre o público presente e os agentes de segurança pública”, informou o município.

Atualmente, a cidade encontra-se na fase 6A do Plano de Retomada das Atividades Econômicas estabelecido pela prefeitura. De acordo com o município, nesse estágio, não há autorização para festas de casamento. Um decreto do governo estadual também mantém, ao menos até 6 de outubro, a proibição de eventos com público .

Leia Também:  Segurança de metrô ressuscita papagaio eletrocutado com massagem; assista

Após a ação da Guarda Municipal, os convidados se retiraram do local . O espaço onde ocorria a festa, chamado Guanabara Beach Lounge, poderá ser multado e interditado. O caso será analisado pela Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização da prefeitura do Rio.

Pandemia

Divulgado hoje (27), o último boletim da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro aponta o registro de 102.246 casos de Covid-19 e 10.849 mortes na capital fluminense. Em todo o estado, são 261.860 ocorrências confirmadas e 18.278 óbitos. Há ainda 514 óbitos em investigação. Entre os casos confirmados, 238.609 pacientes já se recuperaram da doença.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA