NACIONAL

Prefeito do Rio de Janeiro é diagnosticado com covid-19 pela segunda vez

Publicados

em


source
Prefeito do Rio de Janeiro é diagnosticado com covid-19 pela segunda vez
Reprodução: iG Minas Gerais

Prefeito do Rio de Janeiro é diagnosticado com covid-19 pela segunda vez

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM) foi diagnosticado com o novo coronavírus, pela segunda vez, na manhã desta quinta-feira (15) após apresentar sintomas como dor de garganta e gripe.

Ao ser submetido ao teste rápido, foi confirmado a presença da covid-19 no chefe do executivo carioca. O prefeito permanecerá isolado durante o período de repouso.


O político já havia contraído o vírus em março de 2020, quando permaneceu assintomático durante o período de quarentena.

*Mais informações em instantes

Leia Também:  Bolsonaro novamente imita paciente com falta de ar em transmissão ao vivo
Propaganda

NACIONAL

‘Queiroga com certeza será reconvocado à CPI’, diz Omar Aziz

Publicados

em


source
 'Queiroga com certeza será reconvocado à CPI', diz Omar Aziz
Reprodução

‘Queiroga com certeza será reconvocado à CPI’, diz Omar Aziz

O senador e presidente da CPI da Covid , Omar Aziz (PSD-AM), se posicionou sobre o depoimento do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, como a “grande decepção” da comissão até o momento. Em relação as falas pouco objetivas, Aziz reiterou que Queiroga “com certeza” será reconvocado. As falas foram reproduzidas em uma entrevista no YouTube para o canal do historiador Marco Antônio Villa.

O motivo que levou o presidente da comissão em buscar uma nova audiência para ouvir Queiroga é a constante contradição entre as diretrizes do Ministério da Saúde e as políticas públicas do governo Bolsonaro .

Queiroga declarou inúmeras vezes que não se pronunciaria em seu depoimento pois não havia um protocolo de tratamento para a covid-19 elaborado pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec).

Renan Calheiros declarou no último sábado (08) que a estratégia adotada pelo cardiologista comandante do Ministério da Saúde de não responder objetivamente as perguntas é uma outra maneira de “não falar a verdade”.

Leia Também:  Criança de 12 anos morre após cair de sacada do 22º andar em Goiânia

Aziz ratificou o posicionamento de Calheiros ao declarar que “a gente perguntava se ele era a favor da cloroquina – e ele não citava a palavra cloroquina, falava em ‘fármacos’ -, ele jogava para a Conitec”.


O presidente da CPI argumentou que o posicionamento de Queiroga visa “não magoar o chefe” e que as contradições existentes dão base para que o ministro seja reconcado”.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA