NACIONAL

Prefeitura de SP libera matrícula de bebês em creches longe de casa

Publicados

em


source
Prefeitura diz medida deve preencher vagas ociosas
Agência Brasil

Prefeitura diz medida deve preencher vagas ociosas

Atualmente, crianças de até 2 anos só podem ser matriculadas em creches até 1,5 quilômetro de distância de casa. Para crianças de 2 a 3 anos, a regra é até 2 quilômetros. Para atender o aumento da demanda causada pela pandemia , a Prefeitura de São Paulo vai permitir que crianças de 0 a 3 anos possam ser matriculadas em unidades até 5 quilômetros longe de onde moram. 

Segundo a prefeitura , a mudança permitirá preencher vagas ociosas em bairros em que não há fila de espera para essa etapa de ensino. Além disso, a gestão vai criar o “Baby-TEG”, um programa de transporte escolar gratuito para levar os bebês até as creches.

O programa estabelece o limite de 1 hora de permanência das crianças no veículo no trajeto entre a casa e a creche. A mudança na regra, conseguirá matricular 5.143 crianças em creches. Dados da Secretaria Municipal de Educação mostram que em junho 18.919 bebês estavam na fila de espera.

“Ainda há muitas crianças na fila, mas hoje temos uma situação muito pulverizada em alguns setores da cidade. Em alguns locais, temos uma fila de espera com 12, 15 crianças e ao aplicar a regra tradicional não conseguimos vagas para ela. Também não posso abrir uma creche para atender só 15 crianças”, explicou Bruno Caetano , secretário municipal de educação.

Leia Também:  Após não ser atendido, secretário chama empresária de vagabunda e pede desculpas

Ele disse ainda que há regiões da cidade onde a prefeitura não encontra espaços para abrir novos equipamentos públicos, como é o caso do Jardim Ângela e Pedreira, na zona sul, e Tremembé, na zona norte. “Com as regras atuais, eu nunca vou conseguir atender as crianças dessas regiões porque não encontramos locais adequados para a abertura de creches”, afirmou.

A nova regra para a matrícula em creche passa a valer assim que as aulas presenciais forem retomadas na cidade. A previsão do governador João Doria (PSDB) é liberar a reabertura das escolas em todo o estado a partir de 8 de setembro. Com informações da Folha de S. Paulo .

Propaganda

NACIONAL

Aziz afirma que Bolsonaro afrontou a democracia ao encontrar deputada alemã

Publicados

em


source
Senador Omar Aziz durante sessão da CPI
Edilson Rodrigues/Agência Senado

Senador Omar Aziz durante sessão da CPI



Mais de uma semana após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se reunir com a deputada alemã Beatrix von Storch , do partido Alternativa para a Alemanha, sigla investigada por potencial defesa de ideias neonazistas, o senador Osmar Aziz (PSD-AM) fez um discurso veemente contra a reunião.

Exaltado, o parlamentar afirmou que Bolsonaro afrontou a democracia brasileira. “Às escondidas, o presidente recebe uma deputada nazista, afrontando a Constituição brasileira, afrontando a nossa democracia, afrontando o holocausto, afrontando o exército brasileiro que lutou contra o nazismo”, disse Aziz, durante uma sessão da CPI da Covid-19, nesta terça-feira (03). “Nós temos que respeitar o povo judeu”, continuou.



O senador, que preside a CPI da Covid-19, contestou a presença de várias bandeiras de Israel nas manifestações pró-presidente. “Ele, às escondidas, apunhala os judeus. Quando é para pedir ajuda, liga para o primeiro-ministro de Israel. Mas quando é para se reunir às escondidas, reúne-se com uma deputada nazista. Nazismo, não! Nazismo, não!”, completou o parlamentar.

Leia Também:  PM de folga reage a assalto e mata suspeito no Rio de Janeiro

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA