NACIONAL

PT, PSB e PSD estudam ‘acordão’ para derrotar Bolsonaro em 2022, diz jornalista

Publicados

em


source
Ex-presidente articula para formar frente 'anti-Bolsonaro'
Agência Brasil

Ex-presidente articula para formar frente ‘anti-Bolsonaro’

Após as articulações do ex-presidente Lula ( PT ) em Brasília, líderanças do PT, PSB e PSB se organizam para unir forças e montar uma ‘ frente anti-bolsonaro ‘ nas disputas eleitorais de 2022. O objetivo seria disputar o primeiro turno como se fosse o segundo e rivalizar com os candidatos do presidente Jair Bolsonaro. As informações são da jornalista Mônica Bergamo .

Uma das possibilidades discutidas – ainda que de maneira ambiciosa – seria o apoio ao PSD em Minas Gerais, com a candidatura de Alexandre Kalil; do PSB no Rio de Janeiro, com Marcelo Freixo (que atualmente integra o PSOL); e do PSB em São Paulo, com Márcio França. A união, em provável segundo turno, seria em torno destes nomes – que apoiariam Lula e o PT na corrida ao Planalto.


Pesquisas recentes indicam que o nome de Márcio França é forte postulante a uma vaga no segundo turno das eleições estaduais em São Paulo. Caso Geraldo Alckmin (PSDB) – que possui tratativas avançadas com PSL – concorra, França é o segundo nas intenções de voto. Sem o ex-governador, Márcio é o líder nos levantamentos.

Propaganda

NACIONAL

Ministro de Bolsonaro critica artistas e políticos que lamentam 500 mil mortes

Publicados

em


source
Ministro das Comunicações, Fabio Faria, faz críticas a artistas e políticos que lamentam 500 mil mortos no Brasil hoje
Reprodução: iG Minas Gerais

Ministro das Comunicações, Fabio Faria, faz críticas a artistas e políticos que lamentam 500 mil mortos no Brasil hoje

No dia em que o Brasil ultrapassou meio milhão de mortes decorrentes da Covid-19 , o ministro das Comunicações, Fabio Faria , criticou aqueles que lamentam a perda de 500 mil vidas . Segundo Faria, políticos, artistas e jornalistas que se manifestam nesse sentido “torcem pelo vírus” .

“Em breve vcs verão políticos, artistas e jornalistas ‘lamentando’ o número de 500 mil mortos. Nunca os verão comemorar os [sic] 86 milhões de doses aplicadas ou os 18 milhões de curados, porque o tom é sempre o do ‘quanto pior, melhor’. Infelizmente, eles torcem pelo vírus”, escreveu Faria em suas redes sociais, na tarde deste sábado.

No momento, cerca de 11,5% dos brasileiros receberam duas doses da vacina. Levando em conta o baixo isolamento social atual, o índice vacinação mínimo para frear a pandemia é acima de 40%, diz o grupo Ação Covid-19, que envolve diversos especialistas em modelagem matemática. Se o isolamento cair a zero, o grupo afirma que seria preciso 70% da população imunizada (ou sobrevivente de infecção prévia) para conter o coronavírus.

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA