NACIONAL

Ricardo Nunes sanciona projeto que torna igrejas serviços essenciais em SP

Publicados

em


source
Culto religioso em São Paulo
Patrícia Cruz

Culto religioso em São Paulo

O prefeito de São Paulo , Ricardo Nunes (MDB), sancionou ontem (24) o Projeto de Lei que incluem as atividades religiosas na lista dos serviços essenciais durante a pandemia de covid-19. O PL 410/2020 é de autoria do vereador Rinaldi Digilio (PSL), e já havia sido aprovado em uma primeira votação, realizada em dezembro.

“Ficam reconhecidas como serviços essenciais as atividades realizadas pelas igrejas ou templos de qualquer culto, inclusive em situação de emergência, perigo iminente, de calamidade pública ou decorrente de epidemias, ou pandemias”, diz o texto, publicado no Diário Oficial de hoje (25).

A publicação determina que as instituições devem “observar as determinações sanitárias destinadas à prevenção e mitigação da situação de risco, regulamentadas pelos órgãos competentes nos casos de situação de emergência, calamidade pública ou decorrente de epidemias ou pandemias”.

Leia Também:  Prefeitura de SP apresenta projetos de moradias para locação social no centro

As igrejas já são reconhecidas como atividades religiosas em todo o estado. Em março, o governador João Doria (PSDB) também assinou um decreto nos mesmos moldes. O Plano SP, que direciona a flexibilização dos estabelecimentos durante a pandemia, já permite a realização de cultos religiosos seguindo as regras sanitárias de distanciamento cultural e uso de máscaras.

Propaganda

NACIONAL

Após manhã caótica no metrô de SP, empresa culpa ladrões por roubo de cabos

Publicados

em


source
Linha 3 - Vermelha
Reprodução

Linha 3 – Vermelha

A circulação dos trens do Metrô de São Paulo foi normalizada após 4 horas de interrupção nesta terça-feira (26). Em comunicado, a empresa informou que o problema foi causado devido a um furto de cabos de energia. 

A falha causada pelo roubo durou quatro horas e impacto principalmente a Linha 3 – Vermelha. A Linha 1 – Azul também teve a circulação afetada. Segundo informações, foram furtados 30 metros de cabos do sistema de alimentação elétrica na região da estação Tatuapé.

Em comunicado na página do Twitter, o Metrô de São Paulo informou o motivo da lentidão dos trens, que acabou gerando filas e aglomerações nesta manhã:

Leia Também:  Entidades médicas desmentem fala de Bolsonaro que relaciona vacina a HIV

Continue lendo

MOMENTO POLICIAL

MOMENTO DESTAQUE

MOMENTO MULHER

MOMENTO PET

MAIS LIDAS DA SEMANA